questões de vestibulares
|

 
REF. Pergunta/Resposta
vestibular Ufpe-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Segundo Reinado
pergunta:Sobre a produção do café no Segundo Reinado, assinale a alternativa correta:
a) Toda a produção agrícola brasileira estava voltada, neste período, para um novo produto: o café, que, introduzido nas regiões do Sul da Bahia, rapidamente se espalhou para o Rio de Janeiro e São Paulo.
b) O capital necessário para a implantação de fazendas de café foi muito maior do que o capital investido na produção do açúcar.
c) Várias foram as áreas de expansão da cultura do café durante o Segundo Reinado: sertões do Nordeste e região amazônica. O café produzido nessas regiões foi utilizado para consumo local e para exportação.
d) A fixação do café no Vale do Paraíba deveu-se às condições geográficas excepcionais e à mão-de-obra escrava disponível.
e) O oeste paulista, ao contrário do vale do Paraíba, não produziu café de qualidade e em quantidade desejável. O processo de escoamento para a exportação foi um dos entraves da comercialização do café dessa região.

resposta:[D]

vestibular Ufpe-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Era Vargas
pergunta:A Constituição promulgada em 16 de julho de 1934 resultou de intensos debates que se prolongaram por oito meses. Entre suas principais inovações não se inclui:
a) A legislação trabalhista, a nacionalização das minas e quedas d água.
b) O salário mínimo para os trabalhadores, os deputados classistas e o direito da União em monopolizar determinadas atividades econômicas.
c) A criação das justiças Eleitoral e do Trabalho.
d) A inviolabilidade dos direitos à liberdade, à segurança e à propriedade dos cidadãos como também a liberdade de consciência e de crença.
e) O cerceamento de todas as garantias individuais e a proibição do direito de voto das mulheres.

resposta:[E]

vestibular Ufpe-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Revolução de 64 - Ditadura Militar
pergunta:Acerca do regime militar, que assumiu o poder em 1964, com o apoio de uma parcela da classe política, de setores da sociedade e do governo dos Estados Unidos, é incorreto afirmar que:
a) procurou reprimir as oposições, formadas por políticos, intelectuais, padres progressistas, estudantes e líderes sindicais.
b) utilizou os chamados atos institucionais, que alteravam a Constituição, tornando legais as medidas ditatoriais.
c) revogou a lei de remessa de lucros e o projeto de reforma agrária aprovados no governo do presidente João Goulart.
d) reconduziu o País à prática democrática de eleições presidenciais diretas.
e) anunciou que a intervenção militar era por um curto período, necessária apenas para sanear e salvar o país do comunismo, da corrupção e da inflação.

resposta:[D]

vestibular Ufpe-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Nova República
pergunta:Durante os debates que antecederam a convocação da Assembléia Constituinte que se instalou em 1 de fevereiro de 1987, uma reivindicação da sociedade civil se impôs:
a) Os deputados e senadores que não demonstrassem uma participação ativa nos debates e nas comissões, tivessem seus mandatos cassados, não podendo voltar a exercer cargo parlamentar durante oito anos.
b) Fosse convocada esta Assembléia exclusivamente para elaborar a nova Constituição e que, depois de aprovada, a Assembléia fosse dissolvida e novas eleições fossem realizadas para compor o Congresso Nacional.
c) Houvesse uma escolha de deputados e senadores proporcional por categoria profissional como também por setores excluídos da sociedade, deixando apenas uma pequena parcela de vagas para os candidatos dos partidos.
d) Antes de terem início os trabalhos constituintes, fosse aprovada uma Reforma Agrária, que contemplasse amplos setores de trabalhadores sem terra, de forma a diminuir as tensões sociais e, dessa forma, os Constituintes não fossem alvo das pressões populares.
e) A Igreja Católica fosse a responsável por encaminhar todas as propostas oriundas dos setores populares que estavam organizados em Comunidades Eclesiais de Base.

resposta:[B]

vestibular Ufc-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro
pergunta:Leia o texto abaixo. "A grande lavoura açucareira na colônia brasileira iniciou-se com o uso extensivo da mão-de-obra indígena. (...) Os engenhos do Recôncavo obtiveram força de trabalho indígena através de três métodos principais: escravização, escambo e pagamento de salários. (...) Na década de 1580, a legislação régia e a crescente eficácia dos jesuítas começou a criar problemas para os que desejavam obter trabalhadores indígenas por meio de resgate e guerra justa ." (SCHWARTZ, Stuart B. "Segredos Internos. Engenhos e escravos na sociedade colonial." São Paulo: Companhia das Letras, 1998, pp. 57-59.) A partir do texto acima, assinale a alternativa correta sobre a utilização da mão-de-obra dos indígenas nas grandes fazendas de açúcar,
a) A escravização dos indígenas foi extinta no final do século XVI, razão pela qual os portugueses passaram a escravizar os africanos.
b) As dificuldades para a escravização dos nativos e os lucros do tráfico negreiro levaram os portugueses a utilizar a mão-de-obra dos africanos.
c) A escravização dos indígenas ocorria no interior dos aldeamentos jesuíticos, onde, ao lado da catequese, aprendiam o trabalho dos engenhos.
d) Os jesuítas empreendiam uma intensa campanha contra a escravização dos indígenas, razão pela qual vieram para o Brasil no final do século XVIII.
e) Os indígenas aceitaram o trabalho escravo e se acostumaram à vida com seus senhores, ao contrário dos negros africanos.

resposta:[B]

vestibular Ufc-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial
pergunta:Sobre a relação entre as idéias liberais e o processo de independência política do Brasil, é correto afirmar:
a) o liberalismo constituiu-se no principal instrumento ideológico na defesa da abolição dos escravos e da implantação da República.
b) os liberais brasileiros defendiam a independência política assim como criticavam a escravidão e a dependência econômica.
c) a defesa do livre comércio e da livre iniciativa colocou os liberais na oposição ao processo de independência.
d) o liberalismo no Brasil assumiu um caráter radical e revolucionário, associado ao republicanismo e ao abolicionismo.
e) os liberais criticavam o Pacto Colonial e o exclusivo comercial, embora aceitassem a permanência da escravidão.

resposta:[E]

vestibular Ufc-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Período Regencial
pergunta:Entre 1835 e 1840, ocorreu no Pará uma revolta chamada de "Cabanagem". Com relação a esta rebelião, é correto afirmar:
a) os "cabanos" representavam o grupo mais radical do período da Regência, lutando por uma República sem escravos e sem grandes proprietários rurais.
b) o governo central ignorou o movimento em função das tímidas propostas de reforma social divulgadas pelos "cabanos", evitando a repressão.
c) os líderes "cabanos" eram grandes proprietários de terras, enriquecidos com o ciclo da borracha e insatisfeitos com a política de centralização do governo regencial.
d) a repressão ao movimento ocorreu em resposta aos atos de violência perpetrados pelos "cabanos", na maioria escravos rebelados e índios.
e) os "cabanos" propunham a manutenção da estrutura social vigente, apesar das tropas rebeldes serem compostas de negros, mestiços e índios.

resposta:[E]

vestibular Ufc-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro
pergunta:Leia o trecho abaixo. "Na mineração, como de resto em qualquer atividade primordial da colônia, a força de trabalho era basicamente escrava, havendo entretanto os interstícios ocupados pelo trabalho livre ou semilivre." (SOUZA, Laura de M. "Desclassificados do Ouro: pobreza mineira no século XVIII". 3 ed. Rio de Janeiro: Graal, 1990, p.68.) Com base neste trecho sobre o trabalho livre praticado nas áreas mineradoras do Brasil colônia, é correto afirmar que:
a) devido à abundância de escravos no período do apogeu da mineração, os homens livres conseguiam viver exclusivamente do comércio de ouro.
b) em função da riqueza geral proporcionada pelo ouro, os homens livres dedicavam-se à agricultura comercial, vivendo com relativo conforto nas fazendas.
c) perseguidos pela Igreja e pela Coroa, os homens livres procuravam sobreviver às custas da mendicância e da caridade pública.
d) sem condições de competir com as grandes empresas mineradoras, os homens livres dedicavam-se à "faiscagem" e à agricultura de subsistência.
e) em função de sua educação, os homens livres conseguiam trabalho especializado nas grandes empresas mineradoras, obtendo confortáveis condições de vida.

resposta:[D]

vestibular Ufc-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Era Vargas
pergunta:Leia o texto abaixo. "O par de interlocutores legítimos estava formado: de um lado o povo, a quem se apelava como fonte e base do governo e que era identificado na população de trabalhadores corporativamente hierarquizada; de outro, o Estado, corporificado funcional e pessoalmente na figura do presidente Getúlio Vargas." (GOMES, Ângela de C. "A política brasileira em busca da modernidade: na fronteira entre o público e o privado". ln SCHWARCZ, Lilia M. (org.) "História da Vida Privada no Brasil". Vol. 4: Contrastes da intimidade contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p.525.) A partir da citação acima, assinale a alternativa que indica corretamente as relações mantidas, no contexto do trabalhismo, entre a população trabalhadora no Brasil e o presidente Vargas.
a) As campanhas destinadas aos trabalhadores enfatizavam a necessidade de organização em torno dos sindicatos e partidos políticos, principais interlocutores do Presidente.
b) As liberdades políticas permitiam o estabelecimento, durante o Estado Novo, de uma permanente negociação entre os trabalhadores e o governo através do Parlamento.
c) O sindicalismo corporativo era combatido pelo governo, pois permitia a livre expressão das lutas de classes e dos conflitos no interior da sociedade brasileira.
d) A ideologia do Estado Novo pretendia estabelecer uma ligação direta entre o governante e o povo, através de cartas, programas de rádio e outros mecanismos de comunicação.
e) Getúlio Vargas fazia chegar até a população, através dos programas "A Voz do Brasil", mensagens de estímulo à organização sindical livre, combatendo assim o comunismo.

resposta:[D]

vestibular Ufc-2001
questões de História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:"Paralelamente às sucessivas proibições ao entrudo, surge o novo carnaval no Rio de Janeiro. Nele predominavam, de início, as máscaras aqui introduzidas em 1834, vindas de Paris e Veneza, além de bailes e ricas fantasias, segundo os usos e costumes da Europa. Em fins do século, aparece o confete, depois o corso, práticas festejadas nos jornais da época como símbolos de civilização." (SOIHET, Rachel. "A Subversão pelo Riso. Estudos sobre o carnaval carioca da Belle Époque ao tempo de Varga". Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1998, p.69.) A partir desta citação sobre as mudanças introduzidas no carnaval do Rio de Janeiro nas primeiras décadas do século XX, em função das novas relações entre as elites urbanas e as camadas populares no Brasil, é correto afirmar:
a) o carnaval de origem européia, com desfiles e fantasias, somava-se aos festejos populares identificados ao passado colonial brasileiro.
b) o carnaval tornava-se, cada vez mais, uma festa de características populares, concentrado nos bairros pobres e nas periferias urbanas.
c) o carnaval fortaleceu-se, com os desfiles organizados pelo governo, como uma festa de elite, marcada pela elegância e sobriedade dos participantes.
d) o samba, o carnaval e o futebol permaneceram, apesar das mudanças, elementos de uma cultura popular que se remetia ao início do século XIX.
e) o carnaval carioca tornou-se elitista e fechado às camadas populares urbanas, tornando-se uma festa de características rurais.

resposta:[A]

vestibular Ufc-2001
questões de História do Brasil

sub-grupo:Segundo Reinado
pergunta:É célebre a frase de Francisco José do Nascimento, o Dragão do Mar: "Aqui não se embarca mais escravos". Assinale a alternativa que se relaciona corretamente com o contexto político cearense em que esta frase foi proferida.
a) A proibição do tráfico de escravos havia sido decretada recentemente no Ceará, abrindo espaço para as manifestações dos abolicionistas radicais.
b) As lutas em torno da abolição dos escravos ganharam grande alcance em face do aumento do número de negros que foram trazidos para a Província do Ceará após a seca de 1877.
c) A campanha abolicionista alcançava seu auge no Ceará, conseguindo a adesão dos jangadeiros que faziam o transporte dos escravos dos navios para o porto.
d) O tráfico inter-provincial estava levando à falência comerciantes e fazendeiros cearenses, que decidiram impedir pela força o embarque de escravos para os navios.
e) A abolição dos escravos no Ceará aconteceu pacificamente através de um ato do governo provincial, o que levou à desmobilização e desmoralização dos poucos abolicionistas cearenses.

resposta:[C]

vestibular Ufc-2001
questões de História (não classificadas)

sub-grupo:Revolução Francesa
pergunta:Leia abaixo o artigo 18 da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, promulgada em 26 de agosto de 1789. "Qualquer homem pode emprestar os seus serviços, o seu tempo, mas não pode vender-se, nem ser vendido. Sua pessoa não é uma propriedade alienável. (...) Não pode existir senão compromisso de cuidados e de reconhecimento entre o homem que trabalha e aquele que emprega." A análise do extrato acima, que trata das relações de trabalho na França, nos permite afirmar corretamente que o texto propõe a:
a) manutenção das obrigações entre servos e senhores feudais.
b) organização da sociedade com base no trabalho livre e assalariado.
c) consolidação dos contratos entre a burguesia e as corporações de ofício em expansão.
d) interferência do Estado na regulamentação do emprego da mão-de-obra assalariada.
e) supressão das ligas operárias como mediadoras das relações entre patrões e empregados.

resposta:[B]

vestibular Ufc-2001
questões de História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:Na sociedade cavalheiresca, os torneios entre os nobres visavam:
a) possibilitar o acesso dos nobres aos cargos burocráticos do Estado, através das vitórias em combate.
b) definir as dinastias que governariam os Estados europeus, através do poderio militar testado em combate pelos cavaleiros.
c) estabelecer os limites territoriais entre os Estados, pois os nobres representavam nos torneios os interesses militares de seus príncipes.
d) relembrar as cruzadas e, dessa maneira, reafirmar a aliança entre o Estado, representado por seu monarca, e a Igreja Católica na Europa.
e) reafirmar a honra entre os pares e a lealdade aos reis e príncipes, numa sociedade em que o Estado passa a concentrar os poderes políticos e militares.

resposta:[E]

vestibular Ufc-2001
questões de História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:A concentração de terras produtivas nas mãos da aristocracia grega gerou uma série de crises e conflitos sociais relacionados à posse da terra entre os séculos VIII a.C. e VII a.C., período de formação da polis grega. Constituiu solução adotada para superar as tensões sociais nesse período a:
a) venda dos homens livres sem terra como escravos para outros povos, como os fenícios.
b) adoção da tirania como forma de conter as revoltas sociais que se manifestavam no governo democrático.
c) diminuição do número de escravos para ampliar as possibilidades de trabalho para os homens gregos livres.
d) colonização de novas terras por grupos de colonos gregos com o intuito de fundar novas poleis e organizar uma economia autônoma.
e) ampliação do comércio após a tomada das rotas comerciais dos egípcios a fim de deslocar a mão-de-obra grega para a atividade comercial.

resposta:[D]

vestibular Ufc-2001
questões de História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:

O quadro "Guernica" foi pintado em 1937, em Paris, pelo espanhol Pablo Picasso. Dita obra representa a violência e as atrocidades cometidas na cidade basca, de mesmo nome, durante a Guerra Civil Espanhola. Permaneceu vários anos no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, até que, em 1981, foi transferido para a Espanha. Sua permanência por quase meio século fora da Espanha relaciona-se:
a) à perseguição aos artistas judeus, que caracterizou os diversos regimes totalitários europeus do século XX.
b) ao rompimento das relações diplomáticas entre Espanha e Estados Unidos da América após o fim da Segunda Guerra Mundial.
c) à perseguição movida contra os bascos, que iniciaram a guerra civil na Espanha, que terminou com a morte de Franco em 1975.
d) ao período em que a ditadura do General Franco estava no poder, pois o quadro representava uma crítica à repressão adotada pelo governo à rebelião popular.
e) ao desaparecimento das forças antifascistas, como os anarquistas e os comunistas, em virtude da repressão adotada no país.

resposta:[D]

 


« Página Anterior | Próxima Página »

Página 313 de 622


Exercicios de História perguntas e resposta página 313 e - vestibular