Questões de História da América - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História da América

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufpr-1995
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:Sobre a sociedade, a economia e a estrutura político-administrativa da América Espanhola Colonial, é correto afirmar que:
(01) Entre os séculos XVI e XVIII, a Espanha estabeleceu um rígido controle da navegação e do comércio com suas colônias da América, instituindo a "Casa de Contratação" e os sistemas de "portos únicos" e de "frotas anuais".
(02) Através da "mita" e da "encomienda", explorava-se a mão-de-obra indígena.
(04) Entre a minoria branca que constituía a população das colônias, havia os "chapetones" (brancos nascidos na Espanha) e o "criollos" (brancos nascidos na América).
(08) A máquina burocrática era exclusivamente controlada pela Igreja. (16) No início do século XVIII, existiam quatro "Vice-Reinos" (Nova Espanha, Nova Castela, Nova Granada e Rio da Prata), sob o comando de Vice-Reis que concentravam muito poder. (32) Os "cabildos" ou "ayuntamientos" (câmaras municipais), de que faziam parte os Regedores, mantiveram viva a tradição de autogoverno, fator significativo quando se desencadeou o processo de independência. Soma = ( )



resposta:01 + 02 + 04 + 16 + 32 = 55

vestibular Unirio-1995
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:A administração colonial na América Espanhola estava centralizada de forma a permitir o controle da Coroa sobre seus territórios americanos. O órgão representante da política administrativa colonizadora da Coroa Espanhola era a(o):
a) Casa de Contratação.
b) "Audiência".
c) Consulado.
d) "Pueblo".
e) Conselho Real e Supremo das Índias.



resposta:[B]

vestibular Ufes-1996
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:Refletindo sobre a organização do sistema produtivo das colônias hispano-americanas, é possível afirmar que a utilização da mão-de-obra indígena: I) embora predominante no século XVI, foi progressivamente abandonada nos séculos seguintes, em decorrência da vigorosa campanha movida contra ela pelas monarquias protestantes européias, que tentavam desse modo desarticular o sistema colonial espanhol de credo católico. II) foi extinta a partir de meados do século XVII, quando a "plantation" açucareira, outrora restrita à América Central, se difundiu pelas demais colônias espanholas, exigindo assim a captação no exterior de escravos africanos, cujo trabalho era mais rentável que o do indígena. III) se processou, basicamente, por meio da "encomienda", espécie de contrato de parceria segundo o qual o "encomendero" (espanhol) fornecia o capital, e os indígenas, a mão-de-obra para o desenvolvimento de uma determinada atividade colonial, repartindo-se igualmente os lucros obtidos. IV) se efetuou, em determinadas regiões, a partir da "mita", instituição de origem incaica adaptada pelos espanhóis, a qual consistia em recrutar, para trabalho nas minas, cidades e fazendas, indivíduos escolhidos no seio das comunidades por sorteio, pagando-se um salário ínfimo pelos serviços prestados. V) nos termos em que se deu, acarretou a desestruturação das comunidades, as quais, com a exigência de trabalhos excessivos, não encontravam meios de reproduzir suas relações tradicionais, sendo então esvaziadas pela dizimação, pela fuga ou pela autodestruição dos seus membros. Está(ão) correta(s):
a) I e III
b) II e III
c) III e V
d) II e IV
e) lV e V



resposta:[E]

vestibular Fatec-1996
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:"Em trezentos anos, a rica montanha de Potosí queimou (...) oito milhões de vidas. Os índios eram arrancados das comunidades agrícolas e empurrados, junto com suas mulheres e seus filhos, rumo às minas. De cada dez que iam aos altos páramos gelados, sete nunca regressavam. Luís Capoche, dono de minas e de engenhos, escreveu que os caminhos estavam tão cobertos que parecia que se mudava o reino . Nas comunidades, os indígenas viram voltar muitas mulheres aflitas, sem maridos, e muitos órfãos sem seus pais , sabiam que na mina esperavam mil mortes e desastres . Os espanhóis percorriam centenas de quilômetros em busca de mão-de-obra. Muitos dos índios morriam pelo caminho, antes de chegar a Potosí (...). A conquista rompeu as bases daquelas civilizações. Piores conseqüências do que o sangue e o fogo da guerra teve a implantação de uma economia mineira." (Galeano, E. VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA) De acordo com o texto, a forma de trabalho compulsório imposta aos indígenas era:
a) "mita".
b) "encomienda".
c) corvéia.
d) sesmarias.
e) capitação.



resposta:[A]

vestibular Fgv-1995
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:"... estabeleceram-se ali pequenos proprietários que produziam, a princípio, para a sua subsistência e depois, pouco a pouco, para as plantações escravistas do sul do país e para a área das Antilhas. A produção não foi a típica da plantation , mas bastante diversificada - madeiras, cereais, manufaturados - e, o que é mais importante, os lucros tenderam a se concentrar na colônia..." O texto identifica a colonização:
a) holandesa, na América Latina.
b) inglesa, na América do Norte.
c) espanhola, na América Central.
d) portuguesa, na América do Sul.
e) francesa, na América Anglo-Saxônica.



resposta:[B]

vestibular Ufpe-1995
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:Espanhóis, portugueses, ingleses e franceses, militarmente superiores aos povos americanos, no tempo da conquista, reduziram ou destruíram os impérios pré-colombianos e nações indígenas de toda a América. Sobre os índios do continente americano, identifique as proposições verdadeiras e falsas. ( ) Os maias e os astecas que habitavam regiões do México e da Guatemala conheciam o trabalho em metal antes da chegada dos espanhóis. ( ) O Império Inca, no Peru, organizado em torno de um estado teocrático, tinha na cidade de Cuzco o seu centro político-administrativo. ( ) Os tupis-guaranis formavam uma nação de índios que habitava o litoral brasileiro desde o norte até o sul na época da conquista. ( ) Os índios que habitavam o centro-oeste do Brasil fabricavam uma cerâmica conhecida como Marajoara. ( ) O comportamento do conquistador no continente americano foi praticamente o mesmo: matou milhares de índios, saqueou suas riquezas, explorou sua força de trabalho e impôs sua forma de pensar, em todos os níveis, aos povos americanos.



resposta:V V V F V

vestibular Ufmg-1995
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:Ao comparar o português e o espanhol durante a colonização da América, Sérgio Buarque de Holanda qualificou-os como o Semeador e o Ladrilhador. Considerou como ladrilhadores os espanhóis, que empreenderam uma colonização mais sistemática e efetiva e, como semeadores os portugueses, que foram mais negligentes quanto ao processo colonizador. Todas as afirmativas traduzem corretamente as idéias do Semeador ou do Ladrilhador, EXCETO:
a) A colonização espanhola foi marcada pelo afã do lucro, só se construía o que produzia resultado imediato e havia aversão à ordem.
b) A colonização portuguesa tinha um caráter essencialmente comercial, demonstrado no desinteresse em ocupar o interior na fase inicial.
c) A legislação espanhola era abundante e minuciosa, pretendendo, dessa maneira, reproduzir a própria metrópole no além-mar.
d) O português cuidou, de imediato, mais em feitorizar uma riqueza fácil quase sempre ao alcance da mão do que em construir e planejar.
e) O traçado retilíneo e ordenado das cidades espanholas denunciava o esforço de vencer a civilização pré-existente.



resposta:[A]

vestibular Ufmg-1995
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:"Quando, em 1556, os soberanos da Espanha proibiram o uso das palavras conquista e conquistadores em relação à América, elas desapareceram dos atos oficiais, mas ficaram nos fatos". (Romano, Ruggiero. REVOLUÇÕES. São Paulo. Ed. Três, 1974. v.2. n°16) Com respeito à colonização espanhola da América, INDIQUE
a) Dois aspectos relativos à imposição de novas estruturas políticas nas colônias.
b) Duas estratégias adotadas na organização econômica das colônias.
c) Uma característica da estrutura religiosa imposta às colônias.



resposta:a)Divisão da América em vice-reinados e capitanias gerais e Implantação de audiências e de Casas de Contratação.
b)Estruturação das colônias no modelo de exploração.
c)Expansão do catolicismo.

vestibular Ufpr-1992
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:A América do Norte não foi colonizada ao longo do século XVI. Os empreendimentos europeus na região se restringiam a umas poucas viagens de exploração: navegadores como Cabot, Gilbert e Raleigh estiveram na parte setentrional da América, mas não estabeleceram núcleos colonizadores. No entanto, o século seguinte presenciou intensa colonização inglesa. Sobre o tema, é correto afirmar que:
(01) O crescimento do comércio possibilitou o surgimento de companhias que se interessavam pela América.
(02) Na Inglaterra, a instituição do "enclosure" (cercamento dos campos) determinou que numeroso contingente populacional deixasse de encontrar trabalho e fosse atraído para a América.
(04) As perseguições religiosas desestimulavam e até dificultaram o deslocamento de heréticos para a América.
(08) Os ingleses não foram os únicos a participar do empreendimento colonizador; os holandeses, franceses e suecos também deixaram a Europa em busca de novos horizontes. (16) Muitos imigrantes possuíam recursos para custear a viagem; outros, no entanto, eram desprovidos de capital e tiveram que se sujeitar à servidão por contrato. soma = ( )



resposta:01 + 02 + 08 + 16 = 27

vestibular Ufpr-1994
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:A empresa colonial espanhola na América teve na exploração dos metais preciosos sua principal base econômica. Aponte as principais implicações desse fato na prática econômica da Espanha.



resposta:

vestibular Ufba-1994
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:"E o pior é que a maior parte do ouro, que se tira das minas, passa em pó e em moedas para os reinos estranhos... salvo o que se gasta em cordões, arrecadas e outros brincos, dos quais se vêem hoje carregadas as mulatas de mau viver..." (Antonil apud MENDES JR., v. 1, p. 219) A análise do texto e os conhecimentos sobre o processo de colonização da América Ibérica possibilitam afirmar:
(01) Os "reinos estranhos" que mais receberam ouro extraído do Brasil foram a Holanda e a França, cujas relações mercantis com Portugal lhes asseguravam direitos sobre esse produto.
(02) O jesuíta, autor do texto, deixa transparecer o forte preconceito racial e social que pesava sobre a mulher não-branca, na sociedade colonial brasileira.
(04) Portugal, consciente da importância das minas do Brasil para a sua política mercantilista, criou as Casas de Fundição, para evitar a circulação de ouro em pó.
(08) O grande afluxo de população para a região mineradora contribuiu para o povoamento de áreas até então desconhecidas, resultando num conflito conhecido como Guerra dos Emboabas. (16) Ao desembarcar nos atuais territórios do México, Peru e Colômbia, o colonizador espanhol encontrou uma população nativa dedicada predominantemente às atividades agrícolas e pecuárias, que foram estimuladas pela metrópole, com o objetivo de atender aos interesses mercantilistas. (32) O desenvolvimento da mineração no Brasil favoreceu o crescimento de uma camada social intermediária, que se instalou principalmente nos centros urbanos da zona aurífera. (64) A produção agrícola e a exploração mineradora, no Brasil colonial, apresentaram como característica comum o fato de favorecerem a estagnação do mercado interno, em decorrência do controle exercido pela metrópole sobre suas produções. Soma ( )



resposta:02 + 04 + 08 + 32 = 46

vestibular Fuvest-1987
tópico:História da América

sub-grupo:Período Colonial
pergunta:A colonização inglesa na América foi marcada por sensíveis diferenças entre o norte e o sul. Caracterize essas diferenças no que se refere ao trabalho compulsório e aos aspectos econômicos.



resposta: