Questões de História do Brasil - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História do Brasil

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufsm-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Descobrimento do Brasil
pergunta:"Esta terra, Senhor, é muito chã e muito formosa. Nela não podemos saber se haja ouro, nem prata, nem coisa alguma de metal; porém, a terra em si é de muitos bons ares (...) querendo aproveitar dar-se-á nela tudo (...)". Esse trecho é parte da carta que Pero Vaz de Caminha escreveu, em 1500, ao rei de Portugal, com informações sobre o Brasil. Com base no texto, é correto afirmar:
a) Havia a intenção de colonizar imediatamente a terra, retirando os bens exportáveis para atender o mercado internacional.
b) Iniciava-se o processo de ocupação da terra, circunscrito aos limites do mercantilismo industrial e colonial.
c) Desde o princípio, os portugueses procuraram escravizar os povos indígenas a fim de encontrarem os metais preciosos.
d) Estava evidente o interesse em explorar a terra nos moldes do mercantilismo.
e) Era preponderante a intenção de estabelecer a agricultura com o trabalho livre e familiar no Brasil.



resposta:[D]

vestibular Ufsm-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial
pergunta:No início do século XIX, idéias liberais provenientes da Europa, ao entrarem no Brasil, sofreram adaptações. As características do liberalismo no Brasil, durante esse período, são:
a) liberdade econômica e igualdade jurídica.
b) fim do pacto colonial e liberdade comercial, favorecendo a burguesia industrial brasileira.
c) ideário republicano e idéias abolicionista.
d) extirpação de obstáculos mercantilistas à expansão do projeto industrial e anticlericalismo.
e) luta anticolonial e manutenção da escravidãoe do latifúndio.



resposta:[E]

vestibular Ufsm-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado
pergunta:A independência política brasileira (7 de setembro de 1822) foi resultado de um acordo entre as elites dominantes, caracterizando-se pela manutenção da forma de governo (monarquia), da base produtiva (escravismo - monocultura - latifúndio) e pela vinculação do Brasil à esfera de influência da Inglaterra, principal potência industrial da época. Com relação à vinculação do Brasil à Inglaterra, analise as afirmações a seguir, indicando se são verdadeiras (V) ou falsas (F). ( ) Os acordos de independência do Brasil feitos com Portugal, em 1810, previam que o primeiro deveria assumir a dívida lusa com a Inglaterra. ( ) A manutenção dos acordos firmados por Portugal e Inglaterra em 1810 e os investimentos de capitais ingleses no Brasil contribuíram para a dependência econômica brasileira em relação a Inglaterra. ( ) A manutenção do Brasil sob a esfera de influência inglesa está diretamente relacionad à necessidade de assegurar o mercado brasileiro aos produtos ingleses. ( ) Havia interesse tanto dos membros do Partido Brasileiro quanto de integrantes da burguesia inglesa no fim do pacto colonial e na manutenção das relações existentes entre o Brasil e a Inglaterra. ( ) A manutenção do acordo de Methuen (1703) selou a dependência brasileira em relação a Inglaterra. A seqüência correta é
a) V - F - V - F - F.
b) V - V - F - F - F.
c) F - V - F - V - V.
d) V - V - F - V - F .
e) F - V - V - V - V.



resposta:[E]

vestibular Ufsm-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Segundo Reinado
pergunta:"Entre 1850 e 1860 foram inauguradas no Brasil setenta fábricas que produziam chapéus, sabão, tecidos de algodão e cerveja, artigos que até então vinham do exterior (...). Criaram-se ainda empresas de mineração, transporte urbano, gás, etc." (ALENCAR, F. et al "História da Sociedade Brasileira". p. 148.) Esse surto industrial, ocorrido na segunda metade do século XIX, ficou restrito, devido ao fato de I. cessarem as condições que o propiciaram, como o deslocamento de investimentos do setor agrícola para o industrial. II. existir uma oposição entre os interesses do novo grupo de empresários e os do grupo agroexportador, que era politicamente hegemônico no país. III. manter-se a economia brasileira organizada em função da agroexportação e do desenvolvimento da lavoura cafeeira, sendo grande parte dos capitais excedentes aplicada na aquisição de terras e no plantio de novos cafezais. Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas III.
d) apenas I e II.
e) apenas I e III.



resposta:[E]

vestibular Ufsm-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:O texto a seguir retrata uma manifestação de ferroviários em Santa Maria, em outubro de 1917. "A multidão desce a avenida Rio Branco (...) O edifício da ferrovia estava guardado por 20 homens do Exército (...) enquanto uns 50 da Brigada seguem os grevistas. Como prorromperam em estrondosa vaia ao diretor da ferrovia (...) os soldados (...) entram a disparar os fuzis contra o povo, enquanto os brigadianos também atacam (...) Cessados os tiros e a correria, 3 mortos estavam estendidos (...) e uns 50 feridos a bala e espada." (BELTRÃO, Romeu. "Cronologia Histórica de Santa Maria." Santa Maria: 1979.) O episódio ilustra um aspecto do movimento operário brasileiro no início do século, ou seja,
a) o enfrentamento com um Estado incapaz de reconhecer as demandas dos trabalhadores.
b) a organização dos trabalhadores em um partido único, de orientação revolucionária.
c) o início de uma política estatal voltada para a instalação de uma legislação trabalhista.
d) um movimento sindical atrelado ao Estado e com orientação anticapitalista.
e) a submissão dos trabalhadores à orientação corporativista do Estado brasileiro da República Velha.



resposta:[A]

vestibular Ufsm-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:A Coluna Prestes (1924-26) pretendia I. realizar uma guerra de movimento pelo interior do Brasil, baseada no modelo cubano. II. propagar um conjunto de reformas políticas, visando ao fim da dominação das oligarquias. III. desencadear uma transformação socioeconômica, a partir da extinção da propriedade privada. Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas III.
d) apenas I e II.
e) apenas II e III.



resposta:[B]

vestibular Ufsm-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Era Vargas
pergunta:Tendo em vista a política econômica do Estado Novo, indique se é verdadeiro (V) ou falsa (F) cada uma das afirmativas a seguir. ( ) O Estado assume o papel de empresário, criando empresas estatais e impulsionando o crescimento industrial. ( ) O Estado abandona o setor agrícola e volta-se exclusivamente para a área industrial. ( ) O Estado cria organismos especializados para impulsionar e aperfeiçoar a produção agrícola nacional. A seqüência correta é
a) V - V - F.
b) V - F - V.
c) F - V - F.
d) F - V - V.
e) F - F - V.



resposta:[B]

vestibular Ufc-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Assinale a alternativa que expressa corretamente o contexto de criação da Petrobrás.
a) Após uma campanha popular de caráter nacionalista, a empresa estatal de petróleo foi criada pelo governo como a solução para o problema da industrialização do país.
b) A criação da Petrobrás foi resultado do acordo político entre Getúlio Vargas e os comunistas, que pretendiam iniciar um amplo processo de estatização da economia.
c) No contexto de crise do governo de Getúlio Vargas, a criação da empresa de petróleo foi uma vitória das oposições lideradas por Carlos Lacerda e Francisco Campos.
d) A criação da Petrobrás foi mais um empreendimento nacionalista do Estado Novo, assim como a criação da Companhia Siderúrgica Nacional.
e) As empresas internacionais de petróleo pressionaram o governo brasileiro para que se criasse no Brasil um monopólio estatal que garantisse a perfuração de novos poços.



resposta:[A]

vestibular Ufc-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro
pergunta:Leia com atenção. "Essa primazia acentuada da vida rural concorda bem com o espírito da dominação portuguesa, que renunciou a trazer normas imperativas e absolutas, que cedeu todas as vezes que as conveniências imediatas aconselharam a ceder, que cuidou menos em construir, planejar ou plantar alicerces, do que em feitorizar uma riqueza fácil e quase ao alcance da mão." (HOLANDA, Sérgio Buarque de. "Raízes do Brasil". 6 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1971, p. 61.) Este texto nos remete a algumas características das primeiras fases da colonização portuguesa no Brasil, entre as quais podemos assinalar:
a) A atividade mineira, com a descoberta das minas de ouro ainda no século XVI, e a construção planejada das cidades.
b) A grande agricultura de exportação, criando cidades como simples entrepostos de comércio para a metrópole, e a intensa exploração da mão-de-obra.
c) A racionalidade urbana, com as plantas das cidades cuidadosamente planejadas a partir do modelo de Lisboa, e a atividade agrícola intensiva.
d) A cultura do café, baseada no trabalho escravo, e a manufatura do açúcar, empreendida com trabalho livre.
e) A implementação de uma ampla política de colonização no Brasil, com a introdução de escolas e universidades e a criação de centros de formação profissional para o trabalho nos engenhos.



resposta:[B]

vestibular Ufc-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Segundo Reinado
pergunta:Leia com atenção. "1850 não assinalou no Brasil apenas a metade do século. Foi o ano de várias medidas que tentavam mudar a fisionomia do país, encaminhando-o para o que então se considerava modernidade. Extinguiu-se o tráfico de escravos, promulgou-se a Lei de Terras, centralizou-se a Guarda Nacional e foi aprovado o primeiro Código Comercial. Este trazia inovações e ao mesmo tempo integrava os textos dispersos que vinham do período colonial. Entre outros pontos, definiu os tipos de companhias que poderiam ser organizadas no país e regulou suas operações. Assim como ocorreu com a Lei de Terras, tinha como ponto de referência a extinção do tráfico." (FAUSTO, Boris. "História do Brasil." 2 ed. São Paulo: USP, 1995, p. 197.) Assinale a opção que expressa corretamente o impacto da extinção do tráfico de escravos na estruturação da economia brasileira.
a) A extinção do tráfico foi planejada pelo governo, através de uma campanha de esclarecimento e de imigração, para que não houvesse interrupção na produção do café.
b) Apesar de sua importância para a economia açucareira, o fim do tráfico negreiro pouco representou para a cultura do café, que se havia estabelecido com base no trabalho livre.
c) A Lei de Terras representou um impacto muito maior, pois alterou as formas de produção agrícola ao estabelecer que a terra deveria ser propriedade unicamente de quem produz.
d) A extinção do tráfico de escravos resultou de uma intervenção do governo inglês, com o objetivo de estimular a industrialização e o desenvolvimento do Brasil.
e) Intensificou-se o tráfico interno entre as províncias e incentivou-se a imigração, na tentativa de encontrar soluções para atenuar o impacto econômico gerado pela expectativa do fim da escravidão.



resposta:[E]

vestibular Ufc-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:Leia, com atenção, os versos da composição "O Mestre-sala dos mares", de Aldir Blanc e João Bosco e depois responda ao que se pede. "Há muito tempo, nas águas da Guanabara, o dragão do mar reapareceu, na figura de um bravo marinheiro a quem a história não esqueceu. Conhecido como Almirante Negro, A Tinha a dignidade de um mestre-sala. (...) Rubras cascatas Jorravam das costas dos negros Entre cantos e chibatas, Inundando o coração do pessoal do porão que, a exemplo do marinheiro, gritava: não!"
a) Identifique o movimento ao qual a composição acima se refere.
b) Explique as motivações que desencadearam esse movimento.



resposta:

vestibular Ufc-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:
pergunta:Observe o mapa a seguir apresentado.


a) Exponha as razões do estabelecimento dessa linha divisória.
b) Explique os motivos que levaram o Brasil a ter uma outra configuração, apesar das limitações de fronteiras, então impostas pelo Tratado de Tordesilhas.


resposta:a)A disputa entre Espanha e Portugal pela conquista de território.
b)O Brasil teve a impressão de medidas de distância, dificultando os reais limites de ocupação.