Questões de História do Brasil - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História do Brasil

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufes-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro
pergunta:O Barroco foi uma das maiores manifestações artísticas e culturais ocorridas no Brasil Colônia, durante o período da exploração aurífera. É correto afirmar que, nesse período,
a) a cidade de Mariana, sede do governo português, representou o maior conjunto arquitetônico barroco nacional.
b) o Barroco, no Brasil, não apresentou características nacionais, limitando-se a uma simples cópia do Barroco europeu.
c) a cidade de Ouro Preto, centro político e econômico da região aurífera, não foi beneficiada arquitetonicamente pelo estilo barroco.
d) a grande riqueza propiciada pelo ouro permitiu que artistas se dedicassem à construção e criação de obras que expressavam os sentimentos nacionais.
e) a capitanias de São Paulo, apesar de não ter participado do processo de exploração aurífera, foi o principal centro de expressão do barroco no país.



resposta:[D]

vestibular Ufes-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial
pergunta:No início do século XIX, a transformação do Brasil em sede da monarquia portuguesa levou D. João VI a adotar medidas que mudaram o contexto socioeconômico da antiga colônia. Dentre essas medidas, podemos destacar I - a organização da maçonaria, constituída por grandes latifundiários e comerciantes do Rio de Janeiro; II - a criação do Banco do Brasil, da Casa da Moeda e do Jardim Botânico; III - a convocação de uma Assembléia Constituinte, que estabeleceu a liberdade de comércio para os comerciantes nacionais; IV - a criação da Faculdade de Medicina na Bahia, da Imprensa Régia, da Escola Nacional de Belas-Artes e da Biblioteca Pública do Rio de Janeiro; V - a assinatura de tratados de comércio e navegação com a Inglaterra, os quais favoreciam a comercialização de produtos portugueses pelas baixas tarifas alfandegárias. Assinale a opção que contém as afirmativas corretas:
a) I e II
b) I e V
c) II e IV
d) III e IV
e) IV e V



resposta:[C]

vestibular Ufes-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica da Espada
pergunta:A crise do Encilhamento, ocorrida durante o primeiro governo republicano, provocou um grande descontrole na economia nacional. Essa crise
a) culminou com o desenvolvimento da forte política de industrialização no Brasil.
b) foi conseqüência da política econômico-financeira de emissão de papel-moeda e do crédito aberto, adotada por Rui Barbosa, então Ministro da Fazenda.
c) conteve a especulação, evitando a falência de banqueiros e industriais.
d) foi conseqüência da desvalorização dos preços do café no mercado internacional.
e) levou o Ministro Rui Barbosa e a elite agroexportadora a elaborarem o primeiro programa de valorização do café.



resposta:[B]

vestibular Ufes-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado
pergunta:O banco que financiou a independência O Rothschild é o mais antigo banco de investimentos do mundo [...]. Foram os Rothschild que deram o primeiro financiamento ao Brasil independente, em 1825. "O Globo" - 21/9/98. O texto refere-se à dívida externa do Brasil no Primeiro Reinado, contraída com banqueiros ingleses, quase sempre com a casa Rothschild. O Brasil começava sua história como país independente, acumulando dívidas com banqueiros internacionais, situação ligada, entre outras, à/ao
a) legislação que visava à contenção das importações de supérfluos, o que causava prejuízos aos comerciantes.
b) redução do tráfico de escravos no Brasil, especialmente para o Nordeste, em troca do direito de os comerciantes brasileiros abasteceram com exclusividade algumas colônias inglesas, fato que endividava o país.
c) acordo sobre compensações, que previa o pagamento a Portugal de uma indenização em libras esterlinas em troca do reconhecimento da independência do Brasil.
d) rompimento de relações diplomáticas e comerciais com os Estados Unidos, que não concordaram com as taxas alfandegárias, medida que resultou na diminuição da receita tributária do país.
e) aumento do déficit público causado pelas despesas com a defesa das fronteiras brasileiras, devido às rivalidades políticas com a França.



resposta:[C]

vestibular Ufes-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Juscelino Kubitscheck fez sua campanha à presidência apoiado em um discurso desenvolvimentista, baseado no lema "50 anos em 5". Eleito presidente, estabeleceu seu Plano de Metas voltado para:
a) a reforma agrária, a modernização da agricultura, a reforma financeira e a criação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE).
b) a integração nacional por meio da abertura de ferrovias e do crescimento da economia regional agrária e industrial.
c) o desenvolvimento da indústria de base com a construção da Companhia Siderúrgica Nacional de Volta Redonda, a abertura de estradas e a construção da nova capital federal - Brasília.
d) o desenvolvimento em cinco setores estratégicos da economia nacional: energia, alimentação, transportes, indústria de base, educação.
e) o fechamento do mercado brasileiro ao capital estrangeiro e a implantação da indústria automobilística.



resposta:[D]

vestibular Ufes-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial
pergunta:Reforma tributária ou derrama A reforma tributária em andamento é uma verdadeira derrama de final de milênio. Nunca em nosso país, nem na época de Tiradentes, se chegou tão longe. "O Globo", 20/8/99. Explique
a) o que foi a "derrama" na época de Tiradentes, no Brasil Colônia;
b) por que foi instituída a "derrama".



resposta:a) Era um dispositivo coator contra os "homens-bons" (brancos e ricos), para que estes zelassem pela arrecadação do quinto.
b)Foi implantado em 1751, sucedendo ao Sistema da Capitação que tinha levado as Minas Gerais à total miséria. "Ou se extinguia a Capitação, ou Portugal perderia não só as Minas, mas a própria Colônia", afirmou o próprio Marquês de Pombal em suas razões para extinguir a Capitação.

vestibular Ufes-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Revolução de 64 - Ditadura Militar
pergunta:A explosão da geléia geral tropicalista Em meados de 1967, um grupo de artistas ainda pouco conhecidos, liderados por Caetano Veloso e Gilberto Gil, começou a arquitetar uma revolução na MPB [...]. Começava a nascer o Tropicalismo que no ano seguinte tomaria forma mais definida e viraria assunto nacional. "O Globo", 21/7/95. O texto refere-se a um momento importante da música popular brasileira. Sobre o contexto no qual surgiu o Tropicalismo, explique os aspectos
a) políticos,
b) culturais.



resposta:

vestibular Uel-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro
pergunta:Considere as afirmações. I. A Companhia das Índias Ocidentais foi criada pelos holandeses, em 1621, com o objetivo de restabelecer, entre outros, o comércio do açúcar no nordeste brasileiro. II. A Coroa Ibérica enviou Maurício de Nassau para governar Pernambuco e expulsar os holandeses que tentavam ocupar a região produtora de açúcar em todo o nordeste brasileiro. III. Durante a ocupação do nordeste brasileiro, a administração holandesa procurou manter uma política de tolerância em relação às dívidas dos senhores de engenho, que foi rompida a partir de 1644. IV. Por serem calvinistas, os holandeses perseguiram principalmente os católicos e judeus, durante o período de sua ocupação na zona produtora de açúcar, no nordeste brasileiro. Sobre a ocupação holandesa no nordeste brasileiro no século XVII, estão corretas SOMENTE
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) II e IV
e) III e IV



resposta:[B]

vestibular Uel-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial
pergunta:Leia o texto. "Passava-se, efetivamente, nesta quadra de crise do Antigo Regime e de seu Sistema Colonial, das indagações teóricas sobre a legitimidade do regime para a prática política de sua superação. Em dois momentos pelo menos, em Minas Gerais em 1789 e na Bahia em 1798, transcendeu-se a tomada de consciência da situação colonial, e se projetou a mudança, intentando-se a tomada do poder. (...) Emancipacionistas, ambos os movimentos refletem, no plano político, o agravamento das tensões derivadas do próprio funcionamento do sistema colonial, e por aí se inserem no quadro geral da revolução do Ocidente. O exemplo secessionista da América inglesa esteve permanentemente vivo em todo o processo da rebelião mineira; o espectro libertário da França revolucionária acompanha os insurretos baianos de 1798, que para além da emancipação chegaram a visar uma inteira revolução de que resultaria uma nova ordem sem diferença de cor branca, preta e parda ." (Fernando Antônio Novais. "Portugal e Brasil na crise do Antigo Sistema Colonial (1777-1808)". São Paulo: Hucitec, 1981. p. 169-171.) A partir da análise do texto, pode-se depreender que o autor
a) mostra que os dois movimentos defendiam os mesmos princípios de igualdade social e política para o povo brasileiro.
b) considera os movimentos emancipacionistas brasileiros os únicos responsáveis pela crise do Antigo Regime e do Sistema Colonial.
c) destaca a influência da Revolução Francesa em todo o processo revolucionário desenvolvido na rebelião mineira.
d) ressalta a pequena influência que tiveram os movimentos emancipacionistas no processo de Independência do Brasil.
e) defende a idéia de que os movimentos emancipacionistas estavam inseridos dentro do próprio mecanismo do sistema colonial.



resposta:[E]

vestibular Uel-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado
pergunta:

Na visão do cartunista, a Independência do Brasil, ocorrida em 1822,
a) foi resultado das manifestações populares ocorridas nas ruas das principais cidades do país.
b) resultou dos interesses dos intelectuais que participaram das conjurações e revoltas.
c) decorreu da visão humanitária dos ingleses em relação à exploração da colônia.
d) representou um negócio comercial favorável aos interesses dos ingleses.
e) não passou de uma encenação, já que os portugueses continuaram explorando o país.


resposta:[D]

vestibular Uel-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:Leia o texto e veja o cartum. "(...) é o sistema de reciprocidade: de um lado, os chefes municipais e os coronéis , que conduzem magotes de eleitores como quem toca tropa de burros; de outro lado, a situação política dominante no Estado, que dispõe do erário, dos empregos, dos favores e da força policial (...)" (Vitor Nunes Leal. "Coronelismo, enxada e voto". 4.ed. São Paulo: Alfa-Omega, 1995. p. 20.)

O texto e o cartum fazem referência
a) à Constituição de 1891, que obrigava todo o povo brasileiro a votar.
b) a uma prática política eleitoral existente no Brasil desde a colônia.
c) ao controle exercido por chefes políticos ligados às oligarquias.
d) ao direito constitucional que os analfabetos tinham de votar.
e) à falta de vontade do eleitor para votar nos políticos municipais.


resposta:[C]

vestibular Uel-2000
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:Observe o mapa.

Durante a Primeira República (1889-1930), ocorreram várias revoltas populares contra a situação de opressão e miséria e que colocavam em xeque os interesses da oligarquia agrária. O mapa refere-se a uma dessas revoltas, conhecida por
a) Guerra dos Canudos, entre 1893 e 1897.
b) Revolta da Vacina, em 1904.
c) Revolta da Chibata, em 1910.
d) Guerra do Contestado, entre 1912 e 1916.
e) Coluna Prestes, em 1926.


resposta:[D]