Questões de História do Brasil - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História do Brasil

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufmg-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Segundo Reinado
pergunta:Considerando-se as relações entre a conjuntura econômica e o sistema de transporte brasileiro no século XIX, é CORRETO afirmar que
a) o surgimento de uma extensa rede viária destinada ao escoamento da produção industrial foi possível, fundamentalmente, a partir do investimento público capitaneado pelo Banco do Brasil.
b) as principais rotas do sistema de circulação então criadas subsistem até os dias de hoje, notadamente no que respeita às auto-estradas, que começaram a surgir no fim do século, para atender à crescente produção de automóveis.
c) as principais vias de transporte criadas à época se situaram na Região Sudeste, atendendo às demandas crescentes da cafeicultura, sendo os investimentos oriundos, em grande parte, de capital estrangeiro.
d) o comércio do açúcar, reabilitado após a crise da mineração, estimulou o surgimento de inúmeras autovias e ferrovias, construídas com capital nacional e que se concentravam na região da mata nordestina.



resposta:[C]

vestibular Ufmg-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:Observe esta charge:

(FONTE: LEMOS, Renato. Uma história do Brasil através da caricatura. Rio de Janeiro: Bom Texto/Letras & Expressões, 2001. p.34.) Nessa charge, faz-se referência à
a) REAÇÃO REPUBLICANA, conflito entre as oligarquias mineira e paulista e os coronéis dos estados do Sul e do Nordeste.
b) ALIANÇA LIBERAL, formada pelos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul no contexto da crise da República Velha.
c) CAMPANHA CIVILISTA, articulada por Rui Barbosa com o objetivo de dominar os executivos estaduais.
d) POLÍTICA DO CAFÉ COM LEITE, caracterizada pela alternância de políticos mineiros e paulistas na Presidência da República.


resposta:[D]

vestibular Ufmg-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Era Vargas
pergunta:Leia atentamente este trecho de poema: Carta a Stalingrado Stalingrado ... Depois de Madri e de Londres, ainda há grandes cidades! O mundo não acabou, pois que entre as ruínas outros homens surgem, a face negra de pó e de pólvora, e o hálito selvagem da liberdade dilata os seus peitos, Stalingrado, seus peitos que estalam e caem enquanto outros, vingadores, se elevam. A poesia fugiu dos livros, agora está nos jornais. Os telegramas de Moscou repetem Homero. Mas Homero é velho. Os telegramas cantam um mundo novo que nós, na escuridão, ignorávamos. Fomos encontrá-lo em ti, cidade destruída, na paz de tuas ruas mortas mas não conformadas, no teu arquejo de vida mais forte que o estouro das bombas, na tua fria vontade de resistir. ......................................................................................... As cidades podem vencer, Stalingrado! ......................................................................................... Em teu chão calcinado onde apodrecem cadáveres, a grande Cidade de amanhã erguerá a sua Ordem. (ANDRADE, Carlos Drummond de. "A rosa do povo". 23. ed. Rio de Janeiro: Record, 2001. p.158-160.) A partir dessa leitura, é CORRETO afirmar que, nesse trecho de poema, se expressa, mais do que as idéias do autor, o pensamento de um grupo de intelectuais brasileiros que
a) se entusiasmavam pelo heroísmo dos cidadãos de Londres e Madri, que souberam resistir bravamente à agressão fascista.
b) começavam a ser seduzidos pelo Comunismo, ao final da Guerra, por estarem descontentes em relação ao quadro político em vigor no País.
c) desenvolviam uma consciência pacifista ante o risco de uma guerra nuclear que poderia decorrer da polarização EUA/URSS.
d) torciam, em meio à guerra civil russa, pela vitória dos democratas, que lutavam pelo restabelecimento da liberdade.



resposta:[B]

vestibular Ufmg-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Nova República
pergunta:Neste momento, estamos passando de um estágio emocional para um estágio racional. Em fevereiro, a inflação - a inflação mais a correção monetária - estava nos conduzindo para uma situação na qual o Brasil seria um país absolutamente ingovernável. Naquela ocasião, fizemos o que achamos que deveria ter sido feito, sem levar em consideração os custos políticos das nossas decisões, e sim o bem do povo [...] Uma vez anunciada a reforma econômica, o que se viu foi uma extraordinária adesão popular. Não podíamos antever que a reação seria tão favorável. O povo tomou consciência da cidadania. (Trecho de entrevista concedida pelo, então, Presidente da República, José Sarney. "Veja", n. 949, 12 nov. 1986.) Nesse trecho, o entrevistado faz referência à reforma econômica conhecida como
a) POLÍTICA DO "FEIJÃO COM ARROZ", que previa uma redução da intervenção do Estado na economia, buscando deixar o mercado cumprir seu papel.
b) PLANO CRUZADO, que adotou medidas heterodoxas - como o congelamento de preços e o gatilho salarial -, visando ao controle da inflação.
c) PLANO SALTE, que pretendeu estimular as taxas de crescimento da economia nacional por meio da decretação da moratória da dívida externa.
d) PLANO VERÃO, que combinou medidas ortodoxas e heterodoxas, com ênfase especial no controle dos salários dos trabalhadores.



resposta:[B]

vestibular Ufmg-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Nova República
pergunta:Observe esta charge:

(FONTE: "Folha de S. Paulo", São Paulo, 15 jun. 2002. p. A2.) Nessa charge, faz-se referência
a) ao alinhamento político do Governo Fernando Henrique Cardoso com os países da União Européia, que, mediante diferentes mecanismos de pressão, determinam a política interna.
b) à frustração do Governo Fernando Henrique Cardoso, que, devido à ação dos cartolas internacionais, não pôde capitalizar politicamente as vitórias do Brasil na Copa do Mundo.
c) à instabilidade da economia brasileira, economia que, devido ao alto grau de endividamento externo, é permanentemente sujeita à ação dos grandes grupos de investidores internacionais.
d) à pressão dos grandes magnatas de consórcios econômicos brasileiros, que contratam lobistas para influenciar a política externa do Governo Fernando Henrique Cardoso.


resposta:[C]

vestibular Fuvest-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro
pergunta:

Observe a reprodução do quadro. A partir dele:
a) Identifique quem participava das "Monções" e quais eram os objetivos dessas pessoas.
b) Cite uma característica da pintura brasileira no século 19.


resposta:

vestibular Fuvest-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro
pergunta:"RIO JAPURÁ - Neste rio, próximo do Içá, dá-se o mais bárbaro e desumano tráfico de índios. Ordinariamente, nos meses de janeiro e fevereiro, sobe aquele rio número considerável de canoas com carregamentos de machados, facas, terçados, missangas, espelhos, etc, com o fim especial de trocarem tais mercadorias com índios que passam a servir aos negociantes como escravos. (...) De Tefé, Fonte Boa, Coary e Calderão, território brasileiro, partem as expedições para aquele tráfico: e de volta a esses pontos são novamente vendidos por 100$000 ou mais". ("Correio Paulistano".11/10/1878.) A partir do artigo do jornal, e usando seus conhecimentos de História, identifique:
a) A região onde se realizava esse tipo de comércio escravista e em quais atividades econômicas era utilizada a mão-de-obra indígena;
b) Alguns dos principais conflitos, no Brasil, desde o período colonial, em relação à escravização indígena.



resposta:

vestibular Fuvest-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:"Domesticada politicamente, reduzido seu peso político pela consolidação do sistema oligárquico, à cidade pôde ser dado o papel de cartão postal da República. Entrou-se cheio no espírito francês da belle époque, que teve seu auge na primeira década do século [...]. Mais que nunca, o mundo literário voltou-se para Paris, os poetas sonhavam viver em Paris e, sobretudo, morrer em Paris. Com poucas exceções, como o mulato Lima Barreto e o caboclo Euclides da Cunha, os literatos se dedicaram a produzir para o sorriso da elite carioca, com as antenas estéticas voltadas para a Europa". (José Murilo de Carvalho, "Os bestializados".) Levando em conta o texto:
a) Caracterize o significado da Capital Federal (RJ) nas primeiras décadas da República.
b) Por que Lima Barreto e Euclides da Cunha foram considerados exceções pelo autor?



resposta:

vestibular Fuvest-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Nova República
pergunta:"Basta dizer que, desde Juscelino Kubitschek, em 1 de janeiro de 2003, será a primeira vez que um presidente eleito [diretamente pelo povo] passará a faixa para outro presidente também eleito diretamente pelo povo." Artigo de Fernando Henrique Cardoso, publicado pelo jornal "O Estado de S. Paulo", 6/10/2002.
a) Com base no texto, é correta a afirmação de FHC? Justifique sua resposta.
b) Indique as características do sistema eleitoral no Brasil desde a Constituição de 1946 até hoje.



resposta:

vestibular Ufc-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Revolução de 64 - Ditadura Militar
pergunta:Leia a seguir o trecho de uma canção de Chico Buarque, lançada e proibida em 1978: "Hoje você é quem manda Falou tá falado Não tem discussão A minha gente hoje anda Falando de lado E olhando pro chão, viu Você que inventou esse estado Que inventou de inventar toda escuridão Você que inventou o pecado Esqueceu-se de inventar o perdão." Identifique nas alternativas abaixo a que corresponde ao contexto da história do Brasil que a canção criticava.
a) O governo de Getúlio Vargas, caracterizado pela centralização e personalização do poder e pela suspensão dos direitos constitucionais.
b) O governo de Médici, que intensificou a repressão aos opositores, tornou a censura ainda mais rígida e manteve o Ato Institucional n° 5, que lhe dava poderes para fechar o Congresso.
c) O governo de Médici, que, a partir das críticas feitas pela sociedade, foi se encaminhando em direção à abertura democrática.
d) O governo de Castelo Branco e o Ato Institucional n° 3, que extinguiu os partidos, acabou com as eleições e reprimiu os movimentos de trabalhadores do campo e da cidade.
e) A Junta Militar, que, para resistir aos ataques dos grupos de extrema esquerda, teve de aumentar o controle sobre os meios de comunicação.



resposta:[B]

vestibular Ufc-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica
pergunta:"Na manhã do dia seis Canudos foi destruída Com bombardeios e incêndios Não ficou nada com vida Dizem que o Conselheiro Tinha morrido primeiro Na Belo Monte querida" (FRANÇA, Antônio Queiroz de e RINARÉ, Rouxinol do. "Antonio Conselheiro e a Guerra de Canudos." Fortaleza, Tupynanquim, 2002, p 32.) Em relação aos movimentos como o de Canudos é correto afirmar que:
a) foram movimentos que se limitaram às regiões Norte e Nordeste do Brasil, marcadas pela presença dos latifúndios.
b) foram movimentos sem grande repercussão, visto que se situavam no campo e a maior parte dos trabalhadores do país encontrava-se nas cidades.
c) no campo o domínio dos coronéis era absoluto, e esses movimentos sociais tiveram que se disfarçar como um movimento de conteúdo religioso, para evitar a repressão.
d) foram movimentos nos quais se combinavam conteúdos religioso e social, pois questionavam o poder das autoridades civis e religiosas.
e) foram movimentos de conteúdo exclusivamente religioso, marcados pelo fanatismo, reprimidos por Pedro II e pelos republicanos que se esforçavam para construir um país civilizado.



resposta:[D]

vestibular Ufc-2003
tópico:História do Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial
pergunta:Ao mesmo tempo em que se desenvolvia, em Portugal, uma política de reforma do absolutismo, surgiram conspirações na Colônia. Elas estavam ligadas às novas idéias e a acontecimentos ocorridos na Europa e nos Estados Unidos, mas também à realidade local. A idéia de uma nação brasileira foi se definindo à medida em que setores da sociedade da Colônia passaram a ter interesses distintos da Metrópole ou a identificar nela a fonte de seus problemas. Uma dessas conspirações foi a Inconfidência Mineira. Sobre o grupo que organizou esse movimento é correto dizer:
a) era heterogêneo, de origem social variada, com idéias diferentes sobre as transformações sociais que o movimento deveria provocar.
b) era um pequeno grupo de mineradores, preocupados unicamente em não pagar mais impostos à Metrópole, pois a extração do ouro tinha diminuído, e a Coroa continuava a cobrar o quinto.
c) era um grupo homogêneo de intelectuais, inspirados no Iluminismo e no liberalismo da Revolução Americana.
d) eram todos jovens, filhos da elite colonial, que tinham ido estudar na Europa.
e) teve forte presença de homens pobres, livres, libertos e escravos, e por isso, o fim da escravidão era um de seus principais objetivos.



resposta:[A]