Questões de História do Brasil - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História do Brasil

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Cesgranrio-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:"(...) O aumento da produção interna exigirá o aumento das importações, o que, para verificar-se, depende da renda das exportações e do influxo líquido de capital estrangeiro. As atividades da maior parte dos setores de produção sendo interdependentes, a expansão de um deles acarretará a expansão dos demais (...)". Programa de Metas. Relatório das atividades do Conselho de Desenvolvimento em 1958, RJ, 1959. O governo Juscelino Kubitschek, enfatizando um modelo de desenvolvimento econômico industrial, estabeleceu as seguintes prioridades: estradas, transportes e energia. Sobre esse período, analise as afirmativas a seguir. I - Com a participação ativa do Estado na economia, as multinacionais promoveram a internacionalização do mercado brasileiro. II - Por não atender às necessidades reais da população, tal modelo econômico apresentou várias distorções, representadas pelo desequilíbrio social e pela concentração de renda. III - A crescente oposição dos setores conservadores à política econômico-financeira de Juscelino Kubitschek levou-o a perder o apoio do Congresso Nacional, o qual passou a exercer pressão sobre o presidente, obrigando-o a renunciar. Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):
a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) III, apenas.
d) I e II, apenas.
e) I e III, apenas.



resposta:[D]

vestibular Puccamp-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:A construção de Brasília e a conseqüente transferência do Distrito Federal do Rio de Janeiro para o planalto Central corresponderam a uma estratégia de fundo geopolítico que pretendia
a) dinamizar a economia das regiões litorâneas mais desenvolvidas com uma industrialização com base nacional.
b) propiciar a seus moradores amplos espaços públicos de convivência para o exercício da cidadania política.
c) difundir um planejamento urbano moderno e democrático, integrando as cidades-satélites ao plano Piloto.
d) por meio de seu zoneamento, integrar as áreas residenciais, comerciais e políticas, garantindo espaços com ausência de segregação.
e) integrar territorialmente o País com a ocupação dos espaços interiores e ao mesmo tempo isolar geograficamente o centro de decisão política do País.



resposta:[E]

vestibular Puccamp-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Considere os itens a seguir. I. A crescente dependência econômica, comercial e financeira em relação ao capital estrangeiro e o enquadramento político-ideológico do Brasil no bloco ocidental liderado pelos Estados Unidos no contexto da guerra fria foram o destaque da política adotada no país. II. A substituição de produtos importados pelos de fabricação nacional, as medidas protecionistas adotadas em favor da produção nacional e do mercado interno, abriram o caminho para a industrialização do país. III. A criação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste foi o primeiro passo para promover o desenvolvimento regional. IV. A abertura de novas estradas e a construção da nova capital favoreceram a diversificação e interiorização do desenvolvimento econômico, com melhor ocupação dos grandes espaços do interior do país e o incremento da agropecuária, extrativismo e mineração. V. A política econômica implantada baseava-se num conjunto de idéias que priorizava o desenvolvimento econômico a partir da ação do Estado e do investimento racional dos recursos econômicos e humanos disponíveis, internos e externos. Em relação ao crescimento econômico brasileiro no período da implementação do Plano a que o texto se refere é correto o que está afirmado SOMENTE em
a) I, II e III
b) I, II e IV
c) I, III e IV
d) II, IV e V
e) III, IV e V



resposta:[E]

vestibular Uerj-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:

(Adaptado de Jornal do Brasil, 30/09/2003) O gráfico acima evidencia, apesar da inflação, uma tendência de crescimento da economia brasileira. Esta, contudo, não foi acompanhada por uma significativa melhora na distribuição de renda. Durante o século XX, políticos e intelectuais brasileiros propuseram inúmeros projetos para promover o desenvolvimento auto-sustentado e melhorar esta distribuição. O projeto de Juscelino Kubitschek (1956-61) de fazer o país crescer 50 anos em 5, foi um deles. A seguinte estratégia fundamentou a política do nacional-desenvolvimentismo:
a) aumento do mercado consumidor, com a valorização do trabalhador rural
b) união dos setores de esquerda, com ênfase em uma política de aumentos salariais
c) fortalecimento do Congresso Nacional, com a participação do empresariado industrial
d) atração do capital estrangeiro, com destaque para o setor de bens de consumo duráveis


resposta:[D]

vestibular Uff-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:A partir de 1961, as Ligas Camponesas - formas de organização dos trabalhadores rurais - entraram em crise interna, devido a divergências entre suas lideranças. Uma defendia a adoção das teses da guerra de guerrilhas e a outra, representada por Francisco Julião e contrária a esta estratégia, tentou, sem sucesso, unificar novamente a direção do movimento. Com base nessa afirmação é possível dizer que, no decorrer dos anos 1960:
a) a organização dos movimentos sociais no campo foi aprimorada a partir da fundação de sindicatos rurais evangélicos;
b) os trabalhadores rurais brasileiros deram início a uma estratégia de ocupação em massa das grandes fazendas, por todo o Brasil;
c) os trabalhadores do campo foram vítimas do "perigo comunista", dependendo do Golpe Militar de 1964 para libertá-los e reestruturá-los com base em acampamentos rurais;
d) os movimentos sociais no campo brasileiro passaram a ser conduzidos e orientados pela União Democrática Ruralista;
e) a organização dos trabalhadores rurais brasileiros passou a ser disputada por duas novas forças políticas: a Igreja e o Partido Comunista Brasileiro (PCB).



resposta:[E]

vestibular Ufg-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Fixar salário para trabalhador do campo significa uma mudança radical em seu modo de viver, muito pior ainda será se o governo entender de estabelecer horas de servir para os trabalhadores rurais. O lavrador, o vaqueiro jamais poderão trabalhar sob o regime da hora certa. "JORNAL BRASIL CENTRAL". Goiânia, 1.o jan.1957, p. 2. O depoimento acima de um fazendeiro goiano expressa a resistência dos setores rurais
a) à política disciplinadora das relações de trabalho do interventor Pedro Ludovico Teixeira, que regulamentou o salário mínimo.
b) à implementação das relações de trabalho baseadas no assalariamento indireto, parcial ou em espécie.
c) à perspectiva de modernização das relações de trabalho no campo e ao fim da agregação e de outras formas de trabalho coercitivo em Goiás.
d) ao processo de expansão da fronteira agrícola que, nas relações de trabalho, trouxe a sindicalização do trabalhador rural.
e) ao movimento migratório para as frentes pioneiras goianas que reforçou as relações de trabalho não-capitalistas.



resposta:[C]

vestibular Ufrrj-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Leia o texto a seguir sobre o governo de Kubitschek. Para implantar a nova opção de política econômica com o mínimo de estabilidade, o governo Kubitschek usou como estratégia - além da elaboração de uma ideologia de mobilização popular - o reforço da eficácia da coligação PSD/PTB no legislativo. BORIS, F. "História do Brasil". São Paulo: EDUSP, 1955. p. 343. O acordo PSD/PTB forneceu estabilidade e garantiu apoio ao governo de Juscelino Kubitschek. Sobre sua política econômica, pode-se afirmar que
a) foi definida pelo Plano de Metas, que configurou o perfil nacional-desenvolvimentista, combinando a articulação do Estado, da empresa privada nacional e do capital estrangeiro, na implementação da modernização industrial.
b) favoreceu o capital internacional em detrimento da burguesia nacional, na condução da industrialização, através do Programa de Metas.
c) promoveu a ascensão do grande capital nacional na condução do processo industrial, especialmente do setor automobilístico.
d) marcou o fim da tradicional dependência econômica do capital externo, favorecendo o desenvolvimento da indústria nacional.
e) gerou o processo de substituição de importações, resultando em significativo crescimento na produção industrial.



resposta:[A]

vestibular Ufrs-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Leia o trecho abaixo. "Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo condenaram-me novamente e se desencadeiam sobre mim. [...] Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios do domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao Governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei dos lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. [...] Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida. Escolho este meio de estar sempre convosco." DEL PRIORE, Mary. "Documentos de história do Brasil: de Cabral aos anos 90". São Paulo: Scipione, 1997. p. 98-99. Pode-se afirmar que o trecho acima faz parte da
a) proposta de reformas de base do presidente João Goulart, de 1964.
b) carta de renúncia do presidente Fernando Collor de Mello, de 1992.
c) carta-testamento do presidente Getúlio Vargas, de 1954.
d) declaração ao povo brasileiro feita pelo governador Leonel Brizola, de 1962.
e) carta de abdicação de Dom Pedro I, de 1831.



resposta:[C]

vestibular Ufrs-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Leia o trecho abaixo, extraído de manifestação do Presidente Juscelino Kubitschek. "Industrializar aceleradamente o país, transferir do exterior para o nosso território as bases do desenvolvimento autônomo; fazer da indústria manufatureira o centro dinâmico da atividade econômica nacional - isto resumia o meu propósito, a minha opção." Considerando a estratégia de desenvolvimento do governo de Juscelino Kubitschek, assinale com V (verdadeiro) ou com F (falso) as seguintes afirmações. ( ) A prioridade era atrair capital estrangeiro para todos os setores econômicos que pudessem gerar divisas via exportação. ( ) A estratégia do governo visava recusar a entrada de capitais estrangeiros, pois o objetivo era a industrialização por substituição de importações, como se percebe pela expressão "desenvolvimento autônomo". ( ) O objetivo de JK era associar capital e empresas estrangeiras aos programas de desenvolvimento industrial, visando um crescimento rápido. ( ) A estratégia do governo era compensar o declínio da exportação de café com o incremento da produção industrial para a exportação, como forma de acumular divisas. ( ) A transferência de bases industriais do exterior para o Brasil buscava fomentar e abastecer um mercado interno que deveria ser expandido, substituindo as importações de manufaturados. A seqüência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
a) V - F - V - V - F.
b) F - V - F - F - V.
c) V - V - F - F - F.
d) F - F - V - F - V.
e) V - V - F - V - F.



resposta:[D]

vestibular Ufrs-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:A renúncia de Jânio Quadros, na seqüência das reações à condecoração de Che Guevara pelo presidente brasileiro, apenas sete meses após iniciado o governo, gerou uma crise política que teve como conseqüência imediata
a) o não reatamento diplomático com a União Soviética e o abandono da Política Externa Independente.
b) o desenvolvimento do Movimento da Legalidade, que tinha como objetivo manter Quadros no poder.
c) a introdução do Parlamentarismo, fórmula de compromisso para garantir a posse do vice-presidente.
d) a implantação do regime militar, que tinha como objetivo esmagar a esquerda.
e) a ruptura de relações com Cuba e o apoio aos EUA para expulsar esse país da OEA.



resposta:[C]

vestibular Ufscar-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:Leia as duas notícias seguintes com atenção. (...) ninguém poderá negar - porque está à vista de todos, porque é público e ostensivo - que os elementos chamados de "formação marxista" não somente conseguiram infiltrar-se facilmente em todos os postos, como também são os preferidos pelo governo para esses postos, sobretudo os de comando e de direção. Atualmente, no presente governo, que ainda se diz democrata, a ideologia marxista e mesmo a militância comunista indisfarçada constituem recomendação especial aos olhos do governo. Como se já estivéssemos em pleno regime "marxista-leninista", com que sonham os que desejam incluir sua pátria no grande império soviético, às ordens do Kremlin. (...) ("Diário de Notícias", 1.o de abril de 1964.) Ao primeiro minuto de hoje teve início a greve geral em todo o país, por determinação do Comando Geral dos Trabalhadores e em apoio ao Presidente João Goulart, paralisando de imediato os trens da Central do Brasil e da Leopoldina, o Porto de Santos e os bondes da Guanabara, com a adesão de universitários. A decisão da greve foi precipitada pela prisão ontem, no Sindicato dos Estivadores, de vários líderes sindicais pela Polícia Política da Guanabara. A Federação Nacional dos Marítimos, que decretou a greve ontem à noite, denunciou o desaparecimento de quatro estivadores, um líder sindical de Vitória e do Dr. Antônio Pereira Filho, líder dos bancários. O Partido Comunista Brasileiro responsabilizou ontem os grupos radicais pela precipitação da crise política, tachando de imprudente a tática utilizada por líderes extremados. Acha o PCB que tal atitude conduzirá à união do centro com a direita, neutralizando assim a ação dos setores mais moderados da esquerda, e que, no seu entender, levará à deposição do Presidente da República, com lastro na opinião pública. ("Jornal do Brasil", 1.o de abril de 1964.)
a) A quais acontecimentos da história brasileira as duas notícias se referem?
b) Identifique diferenças de opinião entre os artigos dos dois jornais, explicando-as, a partir das posições políticas que cada jornal assume no texto.



resposta:

vestibular Ufu-2004
tópico:História do Brasil

sub-grupo:República Liberal
pergunta:A respeito do panorama cultural na década de 1950 no Brasil, podemos afirmar que I - o uso da imagem da mulher era comum nas revistas femininas, tais como "Jornal das Moças, Querida e Cláudia", associada à venda de produtos de moda, cosméticos, adereços ou de cunho doméstico, abrangendo desde produtos para casa, como eletrodomésticos e alimentos em geral, até remédios, uma vez que no "lar" era ela quem deveria cuidar da saúde e higienização das crianças. II - no cinema, as chanchadas da Atlântida representavam uma alternativa de entretenimento para as classes populares, realizando sátiras, paródias e deboches de tipos de mitos criados em Hollywood, como em "Matar ou Correr e Nem Sansão nem Dalila". III - na música, o ritmo da Bossa Nova ocupou o centro das atenções e do mercado discográfico, ao se identificar com o nacionalismo musical, incorporando o samba-canção e contrapondo-se à invasão cada vez maior do jazz e do rock dos Estados Unidos. IV - o governo de Juscelino Kubitschek e sua política cultural de aproximação das massas, apoiado pelos intelectuais da época, trouxe um clima de euforia ao país, promovendo a defesa da cultura nacional diante da presença cada vez maior dos produtos estrangeiros, como a Coca-Cola, e ainda incorporando os setores mais pobres da população ao consumo de bens domésticos. Assinale a alternativa correta.
a) Apenas I e II são corretas.
b) Apenas I e III são corretas.
c) Apenas II e III são corretas.
d) Apenas III e IV são corretas.



resposta:[A]