Questões de História Geral - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História Geral

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Unesp-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:Observe a ilustração e responda.

A Avareza. IIuminura de um manuscrito do século XV.
a) Qual a atividade econômica criticada?
b) Qual era a mais importante e maior riqueza da época?


resposta:a)A prática da usura. b)Metais preciosos.

vestibular Unesp-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:Após a Segunda Guerra Mundial, os "afrikaaners" (brancos de origem holandesa) oficializaram o apartheid na África do Sul, provocando com isto forte resistência interna tanto de negros quanto de parcela de brancos.
a) Além dos afrikaaner, qual a nacionalidade predominante na população branca da África do Sul?
b) O que significou o apartheid?



resposta:

vestibular Ufsc-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:Leia o texto: Érico Veríssimo viveu de 1905 a 1975. Durante sua vida teve importante participação nos grandes acontecimentos que marcaram a História e a Arte. Segundo seus biógrafos, foi um menino calado, retraído, avesso à Matemática, mas muito bom em redação. Em 1929, publicou o primeiro conto, "Ladrão de Gado", na Revista do Globo, de Porto Alegre. Na década de 30, dedicou-se à literatura infanto-juvenil. Nas décadas seguintes, à literatura para adultos. Em 1930, no ano em que Getúlio Vargas chegou ao poder, tornou-se diretor da Revista do Globo, mas continuou a escrever seus livros, como "Fantoches" (1932) e "Clarissa" (1933). Em "Gato Preto" em "Campo de Neve" (1941), "A Volta do Gato Preto" (1947), "México" (1957) e em "Israel em Abril" (1969), descreve as suas muitas viagens. Veríssimo, em 1941 e 1943, deu aulas de Literatura Brasileira em Universidades americanas. Em 1945, com o fim do Estado Novo, regressou ao Brasil. Entre 1949 e 1962, publicou "O Tempo e o Vento". Desde 1940, quando publicou "Saga" mas principalmente na década de 1960, voltou-se para o combate à tirania e a opressão, como em "O Senhor Embaixador" (1965), "O Prisioneiro" (1967) e "Incidente em Antares" (1971). Extraído de: ALEV - "Acervo Literário de Érico Veríssimo".

Com base no texto e nos seus conhecimentos da História do Brasil no período de 1905 a 1975, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S). 01. Érico Veríssimo, grande escritor brasileiro, escreveu livros para crianças, adolescentes, romances e livros de viagens. 02. Com seus livros, Érico Veríssimo buscava a perfeição literária, sem demonstrar preocupação com as causas políticas e sociais. 04. O escritor Érico Veríssimo participou da Semana de Arte Moderna, bem como de outros eventos importantes para a História do Brasil. Na Revolução de 1930 marchou com Getúlio Vargas para conquistar o Rio de Janeiro e, em 1945, auxiliou os integralistas na sua luta contra o Estado Novo. 08. Desde tenra idade, Veríssimo manifestou genialidade literária e interesse pela política. Publicaria, entre outros livros, "Clarissa" e "O Tempo e o Vento". Como militante político, participaria da Marcha da Coluna Prestes. 16. Segundo os biógrafos de Érico Veríssimo, o escritor teve importante participação em acontecimentos que marcaram a História e a Arte. Suas preocupações políticas foram registradas em livros como "O Senhor Embaixador" e "Incidente em Antares". 32. Além de diretor de Revista, Veríssimo destacou-se por sua participação na televisão brasileira, escrevendo desde a época em que vivia em Porto Alegre, novelas de grande sucesso, como "O Tempo e o Vento".


resposta:01 + 16 = 17

vestibular Ufsc-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:Leia o texto: Entre Adão e Deus, no paraíso, não havia mais que uma mulher; ela porém não encontrou um momento de descanso enquanto não conseguiu lançar seu marido para fora do jardim das delicias e condenar Cristo ao tormento da cruz. VITRY, Jacques. Apud GIORDANI, Mário C. "História do Mundo Feudal". Petrópolis, Vozes, Vol. 02, 1983. p. 210. Analisando o texto de Jacques Vitry, um autor do século XIII e o papel da mulher nas sociedades da Antigüidade, na Idade Média e na Idade Moderna, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S). 01. Na maioria das sociedades da Antigüidade, com exceção da egípcia (onde algumas mulheres tiveram papel de relevo), a mulher tinha pouca importância, sendo considerada, freqüentemente, uma propriedade. 02. A mulher teve, nas sociedades clássicas, papel de extrema importância, uma vez que o núcleo básico da sociedade era a família do tipo matriarcal. 04. Como podemos perceber no texto, o preconceito contra as mulheres foi reforçado na Idade Média. 08. A visão preconceituosa do autor, em relação à mulher, é tão grande que atribui a ela a expulsão do homem do paraíso e, até mesmo, a condenação de Cristo à morte na cruz. 16. Em alguns momentos da História da Europa a mulher foi identificada como encarnação do mal. Muitas delas foram perseguidas, condenadas por "heresias e bruxaria". 32. Com o advento da imprensa, o desenvolvimento urbano e a disseminação das idéias liberais, as mulheres, gradativamente, passaram a ter condições iguais às dos homens. Já no inicio da Idade Moderna, na Inglaterra e na França, conseguiram o direito ao voto e o de serem eleitas para a Câmara dos Comuns (Inglaterra) e para a Convenção Nacional (França).



resposta:01 + 04 + 08 + 16 = 29

vestibular Ufsc-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:A recente vitória de Guga no tradicional torneio de Roland Garros divulgou pela mídia a expressão manezinho da ilha, como costumam ser chamados os naturais da Ilha de Santa Catarina. Assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S) sobre a cultura da Ilha de Santa Catarina e seus "manezinhos." 01. A Ilha de Santa Catarina, como mostram os vestígios arqueológicos encontrados nos seus sambaquis, era povoada, à época do descobrimento do Brasil, por indígenas. Muitos dos seus hábitos, como alguns alimentos (farinha de mandioca, beiju) foram incorporados pelos colonizadores europeus. 02. É expressiva a influência dos colonos açorianos na capital dos catarinenses, que se revela no modo de falar, em algumas das festas tradicionais e nos folguedos populares. 04. A maior parte dos "manezinhos da ilha" é de origem germânica. Os sobrenomes como Kuerten, Schmidt, Phillippi, predominam, assim como o estilo típico enxaimel e hábitos alimentares (cerveja, carne de porco, salsichas). 08. A Ilha de Santa Catarina recebeu imigrantes de muitas partes do mundo. Aqui vivem, por exemplo, famílias de origem árabe, e grega. 16. A influência açoriana também pode ser percebida na arquitetura. O casario de Ribeirão da Ilha é um exemplo. 32. Entre as tradições Cultivadas pelos manezinhos, está a "farra do boi", que vem sendo condenada pelos maus tratos a que o animal é submetido antes de ser sacrificado.



resposta:01 + 02 + 08 + 16 + 32 = 59

vestibular Ufpr-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:"... Dividiu-se em três partes o Universo, e cada qual logrou sua dignidade. Coube-me habitar o mar alvacento, quando se tiraram as sortes, a Hades couberam as brumosas trevas e coube a Zeus o vasto Céu, no éter, e as nuvens. A Terra ainda é comum a todos, assim como o vasto Olimpo." (HOMERO. "llíada". São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1961. p. 261-262.) Segundo o texto de Homero, a origem do universo é explicada pela divisão feita por Cronos entre seus três filhos: Possêidon, Hades e Zeus. A visão mítica revelada por relatos como esse permeou as sociedades gregas e romanas da Antigüidade e atribuiu um caráter religioso ao seu legado artístico e cultural. Sobre a religião dessas sociedades, é correto afirmar:
(01) A mitologia era a base da religião, celebrada no culto aos antepassados, aos deuses e aos heróis.
(02) Para os romanos, os deuses eram seres que não se identificavam com os vícios ou com as virtudes dos seres humanos.
(04) Os mitos relatavam a criação do mundo e as relações entre deuses e homens, apresentando exemplos morais que deveriam pautar o comportamento humano.
(08) Na religião da Grécia e Roma antigas, os heróis eram homens que praticavam ações extraordinárias, recebendo a mesma veneração destinada aos deuses. (16) Na Grécia, o culto a Júpiter não permitia a veneração de divindades protetoras das diversas cidades. (32) O conjunto de mitos criado pelos gregos permaneceu inalterado mesmo depois de sua adoção pelos romanos. (64) Na sociedade grega, estabeleceu-se uma relação íntima entre arte e religião; a arquitetura, a escultura, a poesia e o teatro tinham como fundamento o culto religioso e a perpetuação dos mitos. Soma ( )



resposta:01 + 04 + 08 + 64 = 77

vestibular Ufpr-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:"O dia 27 de julho de 1214 caiu num domingo. Domingo é o dia do Senhor, e como tal lhe deve ser inteiramente dedicado. Conheci camponeses que ainda estremeciam quando o mau tempo os forçava a fazer a colheita num domingo: sentiam pairar sobre si a cólera do céu. Para os fiéis do século XIII, ela era muito mais ameaçadora. E o pároco de sua igreja não proibia, nesse dia, apenas o trabalho manual. Tentava convencê-los a purificar integralmente o tempo dominical, a evitar as três máculas, as do dinheiro, do sexo e do sangue derramado. Daí que naquele tempo ninguém gostasse de lidar com dinheiro no domingo. Por esta razão os maridos, se fossem piedosos, evitavam aproximar-se de suas mulheres nesse dia, e os homens de armas, se fossem piedosos, sacar da espada." (DUBY, G. "O domingo de Bouvines". Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993. p. 13.) Sobre o mundo feudal ocidental, é correto afirmar:
(01) Segundo Duby, a Igreja exercia forte influência na vida cotidiana dos católicos da Idade Média, controlando vários de seus comportamentos.
(02) A Ordem dos Beneditinos estabeleceu uma regra que serviria para todos que seguissem a vida monástica: orar e trabalhar. Para orar havia necessidade de alfabetização; assim, os monastérios se tornaram os principais centros culturais da Europa até o surgimento das Universidades.
(04) O clero era um importante segmento da sociedade feudal, atuando como árbitro nas disputas entre os vários senhores e os diversos reinos. Contudo, também buscava defender os interesses econômicos e políticos da Igreja, ela mesma possuidora de diversos feudos.
(08) A Igreja estimulava a usura e o maior lucro possível nas atividades comerciais. Tal atitude pode ser considerada como o principal fator para o desenvolvimento das cidades européias na Alta Idade Média. (16) Com relação às guerras e combates entre cavaleiros, a Igreja medieval estabeleceu a "Trégua de Deus", limitando os dias em que os homens de armas poderiam desembainhar suas espadas. (32) Juntamente com as pregações religiosas, a palavra de Deus também era transmitida aos fiéis através da arquitetura das catedrais e das artes visuais. Soma ( )



resposta:01 + 02 + 04 + 16 + 32 = 55

vestibular Pucmg-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:Dentre as desordens sociais observadas durante a crise do século XIV, destacam-se as insurreições camponesas na França (Jacquerie - 1358) e na Inglaterra (Rebelião de Wat Tyler - 1381). Tais movimentos se encontram associados, EXCETO:
a) ao avanço dos cercamentos expulsando os camponeses.
b) à situação de extrema miséria verificada no campo.
c) ao elevado nível de opressão das obrigações servis.
d) às calamidades naturais ocorridas no período em questão.



resposta:[A]

vestibular Pucmg-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:Segundo Alceu Luiz Pazzinato e Maria Helena Senise: "Ao longo dos séculos X, XI e XII, apesar de o feudalismo permanecer como sistema dominante, já se vêem com clareza, no interior da sociedade medieval, os traços de uma nova ordem". São eventos que comprovam tal afirmação, EXCETO:
a) A renovação das práticas agrícolas e o desenvolvimento de novos instrumentos de trabalho.
b) O surgimento de uma classe trabalhadora proletarizada, fruto da expropriação dos camponeses.
c) A expansão comercial, possibilitada pelo aumento significativo do excedente social gerado.
d) O estabelecimento das comunas, impondo aos senhores feudais restrições aos seus direitos.



resposta:[B]

vestibular Pucmg-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:"EM CONDIÇÕES INFRA-HUMANAS NÃO PODE FLORESCER A SANTIDADE. POR ISSO A PRIMEIRA TAREFA DO CRISTÃO É FAZER A REVOLUÇÃO". (Ernesto Cardenal, padre nicaragüense) O texto acima tem relação com:
a) a "Teologia da Libertação" que surgiu na América Latina em 1968, através da prática dos cristãos nos movimentos sociais.
b) o "Movimento dos Católicos Carismáticos", preconizando a justiça social, mediante a mobilização popular, na defesa da dignidade humana.
c) o "Movimento Tradição, Família e Propriedade", que apóia a Igreja no combate ao imperialismo através da luta armada.
d) as "Comunidades de Base", que pregam a solidariedade, a harmonia e a recuperação dos direitos entre os menos favorecidos.



resposta:[A]

vestibular Pucmg-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:Leia, com atenção, a letra que se segue. Ela é de uma música de protesto surgida durante a repressão desencadeada pelos governos militares brasileiros. "Acender as velas já é profissão Quando não tem samba tem desilusão É mais um coração que deixa de bater Um anjo que vai ao Pai do Céu Deus me perdoe Mas vou te dizer O doutor chegou tarde de mais Porque no morro não tem automóvel Para subir Não tem telefone para chamar Não tem beleza para se ver E a gente morre sem querer morrer!" O cantor e compositor Zé Ketti, na letra que você acabou de ler:
a) clama por justiça diante da violência observada nos morros dominados pelos traficantes.
b) conclama a população carente a se mobilizar e derrubar o regime vigente no país.
c) aborda a questão social, em que o lirismo se entrelaça com o desânimo em face às injustiças.
d) denuncia o descaso dos postos de saúde instalados pelo governo nas favelas e nas periferias.



resposta:[C]

vestibular Ufscar-2001
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:Há muitas maravilhas, mas nenhuma é tão maravilhosa quanto o homem. (...) Soube aprender sozinho a usar a fala e o pensamento mais veloz que o vento e as leis que disciplinam as cidades, e a proteger-se das nevascas gélidas, duras de suportar a céu aberto... (Sófocles, "Antígona", trad. Mário da Gama Kury. RJ: Jorge Zahar Editor, 1993, p. 210-211.) O fragmento acima, apresentação do Coro de Antígona, drama trágico de autoria de Sófocles, manifesta uma perspectiva típica da época em que os gregos clássicos
a) enalteciam os deuses como o centro do universo e submetiam-se a impérios centralizados.
b) criaram sistemas filosóficos complexos e opuseram-se à escravidão, combatendo-a.
c) construíram monumentos, considerando a dimensão humana, e dividiram-se em cidades-estados.
d) proibiram a representação dos deuses do Olimpo e entraram em guerra contra a cidade de Tróia.
e) elaboraram obras de arte monumentais e evitaram as rivalidades e as guerras entre cidades.



resposta:[C]