Questões de História Geral - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História Geral

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufg-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Alta Idade Média
pergunta:"Cada vez que os franj [nome dado aos cruzados pelos muçulmanos] se apossam de uma fortaleza, eles atacam outra. Seu poder vai continuar crescendo até que ocupem a Síria toda e exilem os muçulmanos deste país." Fakhr el-Mulk ibn Ammar, senhor de Trípoli (Citado por: MAALOUF, Amin. "As cruzadas vistas pelos árabes". São Paulo: Brasiliense, 1988. p. 63.) O trecho acima descreve o avanço firme dos cruzados na Síria por ocasião da Primeira Cruzada (1096-1099). Esse movimento das Cruzadas em direção ao Oriente Médio (séculos XI a XIII), para libertar Jerusalém do domínio dos turcos seljúcidas, evidencia uma concepção de guerra santa. Para os cristãos era um dever a defesa da cristandade contra os infiéis muçulmanos. Com base no exposto, considere os itens abaixo: ( ) A jihad [guerra santa] muçulmana foi um dos elementos propulsores da expansão islâmica no século VII em direção à Ásia ocidental, ao norte da África e à Península Ibérica. ( ) A ordem monástico-militar dos Templários, no século XV, tinha como principal objetivo garantir a segurança das rotas de peregrinação a Santiago de Compostela, na Galiza. ( ) A Primeira Cruzada levou à criação de quatro grandes Estados cristãos feudais no Oriente Médio: o reino de Jerusalém, o principado de Antioquia, o condado de Edessa e o condado de Trípoli. ( ) Na Península Ibérica, as guerras dos cavaleiros cristãos pela reconquista dos territórios sob o poder dos muçulmanos assumiram o caráter de guerra santa.



resposta:V F V V

vestibular Ufg-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:Na segunda metade do século XIX, surgiram no Brasil as ferrovias no processo de modernização dos meios de transportes com o apoio de capitais estrangeiros, em sua maioria ingleses. Assim, construíram-se troncos ferroviários na região Sudeste para atender aos interesses dos produtores de café no escoamento da produção para os portos do Rio de Janeiro e Santos. Já no início do século XX, implantou-se a Companhia de Estrada de Ferro de Goiás com investimentos de capitais franceses. Sobre a construção das ferrovias, julgue os itens abaixo: ( ) Para a instalação da rede ferroviária na região Sudeste foi necessário reunir um capital considerável, pois a concessão de privilégios (garantia de juros baixos entre outros) por parte do governo não era suficiente. Assim, os capitais ingleses, na forma de empréstimos e de investimentos, foram aplicados na construção de vários troncos. ( ) A construção da estrada de ferro em Goiás visava à inserção da economia do estado nos mercados capitalistas das regiões Norte e Nordeste, muito interessados na compra do milho e das carnes bovina e suína. ( ) A Estrada de Ferro de Goiás e a implantação das charqueadas nas cidades ao longo dos trilhos possibilitaram um crescimento substancial da pecuária, pois a carne, em parte industrializada e em parte como gado gordo para o abate, era exportada para os mercados paulistas com custos mais baixos. ( ) A implantação pioneira do transporte ferroviário em Goiás explica-se pela dinamicidade das relações comerciais inter-regionais e internacionais e pelo fato de a ferrovia ter-se tornado a principal via de comunicação com a região Sul.



resposta:V F V F

vestibular Ufg-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Grécia
pergunta:

Fonte: Aqueduto de Segóvia, Espanha. In: MORAES, José Geraldo V. de. "Caminhos das civilizações"-História integrada: Geral e do Brasil. São Paulo: Atual, 1998. p. 76. A imagem acima de um aqueduto (canalização de água) romano da cidade de Segóvia, na Espanha, constitui-se num exemplo do processo de romanização das áreas conquistadas pelo Império Romano, a partir de Otávio Augusto (27 d.C.-14 d.C.). Esse processo envolveu a transposição dos padrões culturais romanos às outras cidades do Império. Com base no exposto,
a) identifique dois padrões culturais romanos que influenciaram a arquitetura das outras cidades do Império.
b) responda por que Roma se tornou a cidade-modelo do Império.


resposta:a)Utilizavam Arcos e abóbadas na construção de seus edifícios visando amplos espaços (herança etrusca).
b)No governo de Otávio Augusto, em conseqüência do progresso material favorecido pela Pax Romana, a cidade viveu um período de grande estímulo às artes e à cultura, de reformas urbanísticas e de reafirmação dos costumes romanosconfigurando-se o Século de Ouro de Roma e a sua conseqüente projeção como referência ao mundo romano.

vestibular Ufg-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:"Na cidade de Florença, nenhuma prevenção foi válida nem valeu a pena qualquer providência dos homens. A praga, a despeito de tudo, começou a mostrar, quase ao principiar a primavera do ano referido [1348], de modo horripilante e de maneira milagrosa, os seus efeitos. A cidade ficou purificada de muita sujeira, graças a funcionários que foram admitidos para esse trabalho. A entrada nela de qualquer enfermo foi proibida. Muitos conselhos foram divulgados para a manutenção do bom estado sanitário. Pouco adiantaram as súplicas humildes, feitas em número muito elevado, às vezes por pessoas devotas isoladas, às vezes por procissões de pessoas, alinhadas, e às vezes por outros modos dirigidas a Deus." (BOCCACCIO, Giovanni. Decameron In: MOTA, Myriam B.; BRAYCK, Patrícia R. "História das cavernas ao Terceiro Milênio". São Paulo: Moderna, 1997. p. 91.) No trecho acima, o escritor florentino descreveu o cenário urbano na época da peste negra (1348), a pandemia (doença epidêmica amplamente disseminada) que causou milhares de mortes por toda a Europa. Com base no exposto,
a) estabeleça as relações entre as atividades comerciais das cidades italianas com o Oriente e a presença da peste negra no continente europeu.
b) explique duas conseqüências sociopolíticas da peste negra na Europa no século XIV.



resposta:

vestibular Ufrn-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:Escrevendo sobre a democracia em vigor nas sociedades capitalistas contemporâneas, o historiador Eric Hobsbawm afirma: Entre 1960 e 1988, a proporção de trabalhadores braçais que deram seu voto em eleições presidenciais americanas caiu em um terço. O declínio dos partidos de massa organizados com base em classe, ou ideológicos, ou as duas coisas juntas, eliminou a grande máquina social para transformar homens e mulheres em cidadãos politicamente ativos. Para a maioria das pessoas, mesmo a identificação coletiva com seu país vinha agora mais facilmente por intermédio dos esportes nacionais [...] do que das instituições do estado. Poder-se-ia supor que a despolitização deixaria as autoridades mais livres para tomar decisões. Na verdade teve o efeito oposto. As minorias que saíam em campanha [...] por questões específicas podiam interferir no governo [...] até mais do que partidos políticos de propósitos abrangentes. HOBSBAWM, Eric. "Era dos extremos": o breve século XX. São Paulo: Companhia das Letras, 1997. p. 558-559. A partir dessa reflexão, podemos chegar à conclusão de que
a) os partidos políticos organizados, legítimos representantes das diferentes classes sociais, são os principais elementos da democracia na atualidade.
b) o sufrágio universal, expressão dos anseios da maioria da população, assegura a escolha de governos que garantem ao povo os direitos de cidadania.
c) o sentido de cidadania, nos dias de hoje, inclui, além da participação eleitoral, reivindicações que ultrapassam os programas partidários.
d) a organização dos sindicatos classistas garante a defesa dos interesses dos trabalhadores e, conseqüentemente, da democracia.



resposta:[C]

vestibular Ufrn-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Oriental
pergunta:Entre os hebreus da Antigüidade, os profetas eram considerados mensageiros de Deus, lembrando ao povo as demandas da justiça e da Lei dadas por Javé. Isaías, um dos profetas dessa época, em nome de Javé proclamou: Ai dos que decretam leis injustas; dos que escrevem leis de opressão, para negarem justiça aos pobres, para arrebatarem o direito aos aflitos do meu povo, a fim de despojarem as viúvas e roubarem os órfãos! (Isaías 10:1-2) Ai dos que ajuntam casa a casa, reúnem campo a campo, até que não haja mais lugar, e ficam como únicos moradores no meio da terra! (Isaías 5:8) Esses pronunciamentos do profeta Isaías estão ligados a uma época da história hebraica em que ocorre
a) a saída dos hebreus do Egito, sob o comando de Moisés, e o estabelecimento em Canaã, conquistando as terras dos povos que ali habitavam.
b) a imigração para o Egito, quando os hebreus receberam terras férteis no delta do rio Nilo, por influência de José, que exercia ali o cargo de governador.
c) a formação de uma aristocracia, que enriquecera com o comércio e com a apropriação das terras dos camponeses endividados.
d) a conquista de Jerusalém por Nabucodonosor, quando os judeus foram despojados de suas terras e deportados para a Babilônia.



resposta:[C]

vestibular Ufrn-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:Sófocles, um dos grandes autores do teatro grego antigo, escreveu a tragédia "Antígona", na qual Creonte, rei de Tebas, proíbe que Polinices, filho de Édipo e irmão de Antígona, seja sepultado. Flagrada desobedecendo ao edito real, Antígona é levada à presença de Creonte, ocasião em que se estabelece o seguinte diálogo: CREONTE - [...](a Antígona) dize-me, sem rodeios; sabias que te era vedado, por um edito, fazer o que fizeste? ANTÍGONA - Sim, sabia-o bem. Como poderia ignorá-lo, se toda gente o sabe? CREONTE - E, apesar disso, atreveste-te a passar por cima da lei? ANTÍGONA - [...] não creio que os teus decretos tenham tanto poder que permitam a alguém saltar por cima das leis, não escritas, mas imutáveis, dos deuses; a sua vigência não é, nem de hoje nem de ontem, mas de sempre, e ninguém sabe como e quando apareceram. SÓFOCLES. "Antígona". Lisboa: Verbo, [s. d.]. p. 24. Algumas concepções desse trecho de Sófocles estão também presentes nas idéias de John Locke, um dos grandes pensadores políticos do Iluminismo do século XVIII. Sófocles e Locke têm um pensamento comum quando concebem que
a) os homens firmaram um pacto social e instituíram o governo para empregar a força coletiva na defesa das leis naturais.
b) os homens estariam sujeitos a conflitos de interesses que poderiam ameaçar o direito de propriedade, caso permanecessem em seu estado natural.
c) os homens poderiam se rebelar quando os governantes abusassem do poder e violassem os direitos que eles haviam adquirido desde o seu nascimento.
d) os homens necessitaram de leis aprovadas por mútuo consentimento e aplicadas por juízes e tribunais imparciais.



resposta:[C]

vestibular Ufrn-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Alta Idade Média
pergunta:Durante a Idade Média, a Igreja influenciou profundamente o pensamento da Europa Ocidental. Nesse sentido, MOTA e BRAICK analisam: O clero sempre procurou transformar os temores do mundo em receios da vida eterna. O peso da violência, o medo do sexo e da morte, eis alguns ingredientes do período capazes de criar nos indivíduos uma culpa surda e servir de obstáculo à felicidade dos homens. O medo do inferno se revelava mais forte que a crença na salvação: afinal, os diabos são seres terríveis, sempre à espreita. Contra eles a Igreja apresentou protetores capazes de neutralizar os projetos dos demônios e ao mesmo tempo de ajudar as pessoas no seu dia-a-dia. Adaptado de: MOTA, Myriam Becho; BRAICK, Patrícia Ramos. História: das cavernas ao terceiro milênio. São Paulo: Moderna, 1997. p. 69. A leitura do fragmento nos conduz a afirmar que na Idade Média
a) os homens e as mulheres, em sua grande maioria, eram contrários à noção de felicidade imposta pela liderança da Igreja, mas a aceitavam com medo das punições.
b) a igreja católica pregava que para atingir a vida eterna era necessário trabalhar arduamente e acumular riqueza, sinal da bênção divina.
c) o clero pretendia unificar todas as religiões, enfraquecendo o poder do demônio e ajudando as pessoas a conquistarem a salvação eterna.
d) a Igreja concebeu a existência de santos e anjos para frustrar os projetos do diabo, tais como a doença, a esterilidade da terra e dos rebanhos e as catástrofes naturais.



resposta:[D]

vestibular Ufrn-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:Em 1215, os grandes senhores feudais da Inglaterra impuseram ao rei João a assinatura da Magna Carta, na qual o obrigavam a reconhecer os antigos direitos da nobreza. Em um dos seus trechos, o rei João admitia que para melhor pacificação da Nossa disputa com os barões, [...] lhes concedemos a garantia seguinte: os Barões que elejam, entre seus pares no Reino, vinte e cinco, segundo a sua vontade, e estes vinte e cinco devem cumprir a paz e as liberdades que Nós lhes concedemos e confirmamos pelo documento presente... FRISCHAUER, Paul. Está escrito: documentos que assinalaram épocas. São Paulo: Melhoramentos, 1972. p. 199. A Magna Carta, apesar de ser um estatuto jurídico tipicamente feudal, posteriormente veio a se tornar importante documento para garantir liberdades a todas as categorias sociais, na medida em que
a) a alta nobreza teve seus poderes políticos e econômicos limitados, devido às medidas tomadas pelo rei João em favor dos camponeses.
b) o rei João concedia aos nobres rebeldes o direito de confiscarem seus castelos, terras e outras possessões, caso ele violasse a Magna Carta.
c) a Assembléia dos Barões, prevista na Magna Carta, levou à formação do Parlamento, com duas câmaras, que exerciam funções legislativas e limitavam os poderes reais.
d) a Câmara dos Lordes, que reunia os nobres leigos e eclesiásticos escolhidos pelo rei, tornou-se o órgão legislativo do Parlamento, cabendo-lhe o controle da cobrança dos tributos do Estado.



resposta:[C]

vestibular Fatec-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Oriental
pergunta:O Iraque, recentemente em guerra com os EUA e Inglaterra, já foi palco de uma grande civilização na Antigüidade, a Mesopotâmia. Desta civilização, inserida na área do Crescente Fértil, é correto afirmar:
a) teve em Senaqueribe seu mais importante rei, que além de transformar a Babilônia num dos principais centros urbanos, elaborou o 1.o código de leis completo, assentado nas antigas tradições sumerianas.
b) durante o governo de Nabucodonosor foram realizadas grandes construções públicas, merecendo destaque os "Jardins Suspensos da Babilônia", considerados uma das maravilhas do Mundo Antigo.
c) Nabopalassar, que substituiu Nabucodonosor, não conseguiu manter o império, que foi conquistado por Ciro, o Grande, da Pérsia.
d) Assurbanípal, rei dos Assírios, depois de dominar a Caldéia, mudou a capital do império para a cidade de Ur.
e) com Hamurábi, os sumerianos, vindos do planalto do Irã, fixaram-se na Caldéia e fundaram diversas cidades autônomas, como Ur, Nínive e Babilônia.



resposta:[B]

vestibular Fatec-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Alta Idade Média
pergunta:Considere as seguintes afirmações sobre a cultura feudal: I. Todo ensino, transmitido em latim, estava sob o controle da Igreja e era voltado para o ingresso na vida religiosa. II. "Monastérios" era o nome dado aos indivíduos que interpretavam os ensinamentos cristãos de maneira diferente daquela que a Igreja pregava. III. A arte medieval era dominada pelos preceitos religiosos. Os temas representados eram Deus, os anjos, os santos e de modo geral as cenas que instruíssem os fiéis sobre os conhecimentos morais e espirituais da doutrina cristã. Dessas afirmações deve-se dizer que
a) todas são corretas.
b) nenhuma é correta.
c) somente I e II são corretas.
d) somente II e III são corretas.
e) somente I e III são corretas.



resposta:[E]

vestibular Fatec-2003
tópico:História Geral

sub-grupo:Relações Históricas
pergunta:A União Soviética invadiu o Afeganistão em 1979, instalando no poder deste país um regime pró-soviético. O mundo ainda vivia o período da chamada Guerra Fria. Os Estados Unidos apoiaram grupos armados de oposição no Afeganistão, para prejudicar os interesses soviéticos. Sobre estes grupos é correto afirmar que
a) receberam treinamento no Irã, apoiado pela China, interessada no comércio com os EUA.
b) um deles foi liderado pelo Taleban, organização de esquerda ligada ao Partido Comunista do Afeganistão.
c) um deles era liderado por Osama Bin Laden, que foi armado e treinado em técnicas terroristas pela CIA.
d) receberam treinamento da CIA no Iraque, principalmente o grupo Al Fatah, que cometeu vários atentados suicidas contra as forças soviéticas.
e) um deles era liderado por Saddam Hussein, que nessa época era aliado dos EUA contra o Irã.



resposta:[C]