Banco de dados de questões sobre Primeiro Reinado
questões de vestibulares
|

 

Questões Primeiro Reinado

REF. Pergunta/Resposta
origem:Unesp
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Brasileiros do norte! Pedro de Alcântara, filho de d. João VI, rei de Portugal, a quem vós por uma estúpida condescendência com os brasileiros do sul aclamastes vosso imperador, quer descaradamente escravizar-nos (...). Não queremos um imperador criminoso, sem fé nem palavras; podemos passar sem ele! Viva a Confederação do Equador! Viva a constituição que nos deve reger! Viva o governo supremo, que há de nascer de nós mesmos! (Proclamação de Manuel Paes de Andrade, presidente da Confederação do Equador, 1824.) A proclamação de Manuel Paes de Andrade deve ser entendida
a) no contexto dos protestos desencadeados pelo fechamento da Assembléia Constituinte e da outorga, por D. Pedro I, da Carta Constitucional.
b) como um desabafo das lideranças da região norte do país, que não foram consultadas sobre a aclamação de D. Pedro.
c) no âmbito das lutas regionais que se estabeleceram logo após a partida de D. João VI para Portugal.
d) como resposta à tentativa de se estabelecer, após 1822, um regime controlado pelas câmaras municipais.
e) como reação à política adotada pelo Conselho de Estado, composto em sua maioria por portugueses.




resposta:[A]

origem:Unifesp
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Realizada a emancipação política em 1822, o Estado no Brasil
a) surgiu pronto e acabado, em razão da continuidade dinástica, ao contrário do que ocorreu com os demais países da América do Sul.
b) sofreu uma prolongada e difícil etapa de consolidação, tal como ocorreu com os demais países da América do Sul.
c) vivenciou, tal como ocorreu com o México, um longo período monárquico e uma curta ocupação estrangeira.
d) desconheceu, ao contrário do que ocorreu com os Estados Unidos, guerras externas e conflitos internos.
e) adquiriu um espírito interior republicano muitosemelhante ao argentino, apesar da forma exterior monárquica.




resposta:[B]

origem:Ufsm
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Toda a gente tinha achado estranha a maneira como o Cap. Rodrigo Cambará entrara na vida de Santa Fé. Um dia chegou a cavalo, vindo ninguém sabia de onde, com o chapéu de barbicacho puxado para a nuca, (...) montava um alazão, trazia bombachas claras, botas com chilenas de prata e o busto musculoso apertado num dólmã militar azul, com gola vermelha e botões de metal. Tinha um violão a tiracolo; sua espada, apresilhada aos arreios, rebrilhava ao sol daquela tarde de outubro de 1828 e o lenço encarnado que trazia ao pescoço esvoaçava no ar como uma bandeira. Veríssimo, E. "O Continente 1 - O tempo e o vento". São Paulo: Globo, 2000. p. 171. Ao criar o Cap. Rodrigo Cambará, Érico Veríssimo deu vida a um herói fundador do Rio Grande do Sul. Esse herói foi moldado a partir da realidade histórica marcada por I - conflitos militares de fronteiras. II - consolidação da economia pastoril voltada para o consumo interno. III - envolvimento com o gado chucro. IV - expansão de latifúndios cercados e vigiados. Estão corretas
a) apenas I e II.
b) apenas I e III.
c) apenas II e III.
d) apenas I e IV.
e) apenas III e IV.




resposta:[B]

origem:Fuvest
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:"Este comércio de carne humana é, pois, um cancro que corrói as entranhas do Brasil... Acabe-se de uma vez o infame tráfico de escravatura africana... Torno a dizer, porém, que eu não desejo ver abolida de repente a escravidão; tal acontecimento traria consigo grandes males. Para emancipar escravos, sem prejuízo da sociedade, cumpre fazê-los primeiramente dignos da liberdade: cumpre que sejamos forçados pela razão e pela lei a convertê-los gradualmente de vis escravos em homens livres e ativos". José Bonifácio, 1823.
a) Qual a posição do autor com relação à escravidão no Brasil?
b) Essas idéias estão relacionadas ao contexto sócioeconômico brasileiro? Por quê?




resposta:

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Depois de longas disputas entre a atual Argentina e o Brasil por questões de fronteira na região do rio da Prata, entre 1821 e 1828, a atual República Oriental do Uruguai foi anexada ao Império do Brasil, como Província Cisplatina. No que se refere à constituição das fronteiras no Sul do país, analise dois interesses brasileiros presentes no conflito com a Argentina.



resposta:

origem:Ufrrj
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Leia os textos a seguir, reflita e responda. Após a Independência política do Brasil, em 1822, era necessário organizar o novo Estado, fazendo leis e regulamentando a administração por meio de uma Constituição. Para tanto, reuniu-se em maio de 1823, uma Assembléia Constituinte composta por 90 deputados pertencentes à aristocracia rural.(...) Na abertura dos trabalhos, o Imperador D. Pedro I revelou sua posição autoritária, comprometendo-se a defender a futura Constituição desde que ela fosse digna do Brasil e dele próprio. VICENTINO, C; DORIGO, G. "História Geral do Brasil." São Paulo: Scipione, 2001. A Independência política do Brasil, em 1822, foi cercada de divergências, entre elas, o desagrado do Imperador com a possibilidade, prevista no projeto constitucional, de o seu poder vir a ser limitado, o que resultou no fechamento da Constituinte em novembro de 1823. Uma comissão, então, foi nomeada por D. Pedro I para elaborar um novo projeto constitucional, outorgado por este imperador, em 25 de março de 1824. Em relação à Constituição Imperial, de 1824, é correto afirmar que nela
a) foi consagrada a extinção do tráfico de escravos, devido à pressão da sociedade liberal do Rio de Janeiro.
b) foi introduzido o sufrágio universal, somente para os homens maiores de 18 anos e alfabetizados, mantendo a exigência do voto secreto.
c) foi abolido o padroado, assegurando ampla liberdade religiosa a todos os brasileiros natos, limitando os cultos religiosos aos seus templos.
d) o poder moderador era atribuição exclusiva do Imperador, conferindo a ele, proeminência sobre os demais poderes.
e) o poder executivo seria exercido pelos ministros de Estado, tendo estes total controle sobre o poder moderador.




resposta:[D]

origem:Ufsc
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:"Título III: Dos Poderes e Representações Nacionais. Artigo 10.o - Os poderes políticos reconhecidos pela Constituição do Império são quatro: o poder legislativo, o poder moderador, o poder executivo e o poder judicial. Artigo 98 - O poder moderador é a chave de toda a organização política, e é delegado privativamente ao Imperador, como chefe supremo da Nação e seu primeiro representante, para que incessantemente vele sobre a manutenção da independência, equilíbrio e harmonia dos demais poderes políticos (...)" A Constituição outorgada por D. Pedro I em 1824 afastava as camadas populares da vida política ao condicionar a participação política à renda; além disso, apresentava a novidade do "Poder Moderador". Sobre essa constituição, é CORRETO afirmar que:
(01) o poder legislativo era formado por um Senado vitalício e por uma Câmara de Deputados com mandato de três anos. Os Senadores eram escolhidos pelo Imperador, a partir de uma lista tríplice, apresentada pelas províncias.
(02) o poder judiciário era exercido por Juízes de Direito e por um Supremo Tribunal de Justiça, cujos magistrados eram escolhidos pelo Imperador.
(04) embora fosse grande a concentração de poderes nas mãos do Imperador, não houve contestação a essa centralização porque o que predominava, na época, eram os ideais absolutistas.
(08) o poder moderador exercido, exclusivamente, pelo Imperador, era o mecanismo que lhe permitia intervir nos demais poderes impondo sua vontade e seus desejos absolutistas. (16) o catolicismo, declarado religião oficial do Império, era regulado pelo regime do padroado régio, segundo o qual os padres eram pagos pelo Estado, o que os equiparava a funcionários públicos, colocando-os sob as determinações do Imperador. (32) o poder executivo era exercido pelo Imperador e por um ministério por ele escolhido e presidido.




resposta:01 + 02 + 08 + 16 + 32 = 58

origem:Ufu
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Leia o texto a seguir. "Dar-vos-ão um código de leis adequadas à natureza das vossas circunstâncias locais, da vossa povoação, interesses e relações, cuja execução será confiada a juízes íntegros, que vos administrem justiça gratuita, e façam desaparecer todas as trapaças do vosso povo, fundadas em antigas leis obscuras, ineptas, complicadas e contraditórias". D. Pedro. Manifesto do Príncipe Regente aos Povos do Brasil - 1822. Apud. SOUZA, Iara Lis C. "A independência do Brasil". Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000, p. 50. Considerando o modelo de Monarquia Constitucional adotado pelo projeto de Independência do Brasil, podemos afirmar que I - D. Pedro tinha a intenção de conquistar a adesão das Câmaras à sua figura, compromissando-se a estabelecer e respeitar uma Constituição liberal que levasse em consideração as particularidades de cada região (federalista). II - D. Pedro propunha, conforme o trecho, estabelecer no Brasil uma monarquia constitucional em que todos os brasileiros, incluindo mulheres, escravos e homens livres pobres, teriam participação política. III - D. Pedro aproximou-se de grupos políticos defensores do Estado monárquico constitucional e dos valores liberais, os quais são contrapostos, no trecho acima, às supostas irracionalidade e arbitrariedade da legislação colonial. IV - O Príncipe Regente tinha a convicção de que a legitimidade do poder advém do povo e da Constituição, o que se refletiria, futuramente, no respeito do Imperador às decisões autônomas da Assembléia Constituinte de 1822 - 1823. Assinale a alternativa correta.
a) I e III são corretas.
b) I e II são corretas.
c) III e IV são corretas.
d) II e IV são corretas.




resposta:[A]

origem:Fgv
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Durante o Primeiro Reinado, o governo brasileiro pediu aos ingleses alguns empréstimos, que representavam grandes somas - como 1 332 300 libras em 1824 ou 2 352 900 libras no ano seguinte - com uma taxa de juros muito alta. Essa situação foi gerada principalmente
a) por uma crise no mercado internacional de açúcar e de café, que fez com que as principais mercadorias para exportação do país fossem cotadas a menos da metade do valor da última década do século XVIII.
b) pelos gastos com os conflitos bélicos, contra o Paraguai e as Províncias Unidas do Prata, pelo controle do estuário do Prata, área de importância estratégica disputada com a Espanha desde o período colonial.
c) por causa da diminuição das exportações, devido à retração dos mercados internacionais, e dos tratados econômicos que beneficiavam a entrada de produtos europeus em grande volume.
d) pelo custo da montagem de uma força militar a mando de D. Pedro I, com o objetivo de defender o seu trono em Portugal, que fora usurpado pelo seu irmão Dom Miguel e por seu pai, D. João VI.
e) pela ajuda dos ingleses para a reconstrução da economia brasileira depois do longo processo de emancipação política, por meio de investimentos diretos na modernização de vários setores produtivos no país.




resposta:[C]

origem:Fgv
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:

A partir da tabela apresentada, com dados sobre escravos do Rio de Janeiro, é correto concluir que
a) era muito rara a alforria de um escravo ladino.
b) a maior parte das alforrias vinha do espaço rural.
c) o grupo mais beneficiado era o de escravas do meio urbano.
d) o maior número de alforrias está no grupo de homens do meio rural.
e) não havia possibilidade de alforrias de crianças no espaço urbano.



resposta:[C]

origem:Unesp
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:No início dos trabalhos da primeira Assembléia Constituinte da história do Brasil, o imperador afirmou "esperar da Assembléia uma constituição digna dele e do Brasil". Na sua resposta, a Assembléia declara "que fará uma constituição digna da nação brasileira, de si e do Imperador." Essa troca de palavras entre D. Pedro I e os constituintes refletia
a) a oposição dos proprietários rurais do nordeste ao poder político instalado no Rio de Janeiro.
b) a tendência republicana dos grandes senhores territoriais brasileiros.
c) o clima político de insegurança provocado pelo retorno da família real portuguesa à Lisboa.
d) uma indisposição da Assembléia para com os princípios políticos liberais.
e) uma disputa sobre a distribuição dos poderes políticos no novo Estado.




resposta:[E]

origem:Puc
tópico:
Brasil

sub-grupo:Primeiro Reinado

pergunta:Assinale a alternativa que identifica corretamente os critérios de cidadania política definidos pela Constituição do Estado Imperial, no Brasil, em 1824:
a) A vigência de um Estado laico impedia que membros da Igreja Católica ocupassem cargos públicos.
b) Os princípios da liberdade e da propriedade regulavam o exercício do voto.
c) O poder moderador permitia ao Imperador suspender os direitos políticos dos cidadãos.
d) Escravos e homens livres e pobres podiam votar, mas não podiam ocupar cargos políticos.
e) O sufrágio era censitário, permitindo o voto a homens e mulheres que possuíssem a renda estipulada em lei.




resposta:[B]