Banco de dados de questões sobre Problemas Sociais
questões de vestibulares
|

 

Questões Problemas Sociais

REF. Pergunta/Resposta
origem:Faap
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:Campanha contra a Fome no Brasil mobiliza 32% da população e amplia perspectivas para a democracia. A campanha não tem dono, mas tem rosto: o do sociólogo:
a) Walter Barelli
b) José Serra
c) Herbert de Souza, o Betinho
d) Delfim Neto
e) Luiz Eduardo Soares




resposta:[C]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:Com relação às leis trabalhistas em vigor, assinale a alternativa correta:
a) No Brasil, os funcionários públicos são proibidos de se associarem em sindicatos.
b) Quando uma categoria de trabalhadores faz greve, cabe ao TRT (Tribunal Regional do Trabalho) decidir pela sua legalidade.
c) O trabalhador brasileiro goza de total estabilidade no emprego, desde que tenha 05 anos de trabalho na mesma empresa.
d) O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ser retirado pelo trabalhador a qualquer momento, desde que ele queira.
e) A atual legislação trabalhista não obriga o trabalhador a pagar anualmente a contribuição sindical.




resposta:[B]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:Sobre as condições de trabalho da mulher, no Brasil, assinale a alternativa correta.
a) Nas fábricas e na zona rural, a mulher e crianças maiores de 12 anos recebem salários iguais ao trabalhador masculino.
b) A CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) exige que toda empresa, com mais de 30 mulheres, em seus quadros, maiores de 16 anos de idade, mantenha uma creche.
c) Em 1985, foi criada em Recife a primeira Delegacia de Defesa da Mulher da América Latina.
d) O direito de votar só foi concedido às mulheres com a Revolução de 1930.
e) O trabalho para as mulheres não representa a sua libertação como ser humano; é apenas um meio para sua sobrevivência.




resposta:[B]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:"É desconfortável para o orador falar a homens que comem e mais desconfortável ainda a homens que têm fome, se não se trata dos meios de satisfazê-la" - Tobias Barreto, discurso em Mangas de Camisa, setembro de 1877. Sobre a fome, no mundo, identifique as proposições verdadeiras e falsas. ( ) No Brasil, mais de 20% da população vivem abaixo da linha de pobreza, gerando um clima de fome e de violência. ( ) No continente africano, a crise de alimentos deve-se a catástrofes climáticas, mas também às lutas tribais. ( ) A formação da Comunidade Econômica Européia evitou que a fome se espalhasse pela Europa Ocidental, após a Segunda Guerra Mundial. ( ) As guerras e os bloqueios econômicos entre as nações têm sido fatores decisivos no aparecimento desse fenômeno entre os povos. Biafra, Iugoslávia e Cuba são exemplos. ( ) O crescimento urbano nas cidades gerou muita contradição em relação à moradia, mas resolveu o problema da fome.



resposta:V V F V F

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:Leia o texto. "As classes pobres e viciosas (...) sempre foram e hão de ser sempre a mais abundante causa de todas as sortes de malfeitores: são elas que se designam mais propriamente sob o título de classes perigosas; pois quando mesmo o vício não é acompanhado pelo crime, só o fato de aliar-se à pobreza no mesmo indivíduo constitui um justo motivo de terror para a sociedade. O perigo social cresce e torna-se de mais a mais ameaçador, à medida que o pobre deteriora a sua condição pelo vício e, o que é pior, pela ociosidade." (BRASIL, ANAIS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS. 1888, vol.3, p.73.) Essa visão da pobreza e do ócio era difundida no Brasil na segunda metade do século XIX e está relacionada com a dinâmica de transformação social em curso nesse período. Todas as alternativas apresentam expressões dessa dinâmica social, EXCETO:
a) A articulação de novas estratégias políticas pela elite.
b) A consolidação da burguesia industrial.
c) A constituição de um mercado de mão-de-obra livre.
d) A emergência de segmentos sociais urbanos.
e) A formação de uma nova aristocracia rural.




resposta:[B]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:A organização corporativa no Brasil constituiu o instrumento político pelo qual a teoria da racionalização industrial adentra o mundo das relações do trabalho. Todas as alternativas contêm afirmações corretas sobre a organização corporativa, EXCETO:
a) A presença de técnicos e especialistas "científicos" nos conselhos técnicos do Estado conferia às decisões desse a chancela da neutralidade e eficiência.
b) A transformação dos sindicatos pelo corporativismo acirrou os antagonismos de classe, fortaleceu os conflitos sociais e reduziu os dispositivos disciplinares sobre os trabalhadores.
c) O Estado instalou uma complexa rede burocratizada de departamentos, seções e serviços especializados para exercer efetivo controle sobre a sociedade.
d) O Ministério da Trabalho foi a espinha dorsal da estrutura corporativa que visava a realizar a comunhão entre o Estado e a Nação.
e) O objetivo do corporativismo era resolver os conflitos localizados no mundo da fábrica, transferindo-os para a esfera pública.




resposta:[B]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:A violência, em todas as suas manifestações, tem sido um dos maiores problemas da sociedade brasileira. Todas as alternativas contêm atitudes de violência que apresentam indicadores corretos das violações dos direitos humanos no Brasil, EXCETO:
a) A limitação do direito à vida ou à liberdade de movimento dos cidadãos pela existência de gangues delinqüentes agressivas.
b) As ações repressivas dos governos militares que visavam a neutralizar aqueles que eram considerados uma ameaça à estabilidade política.
c) As contratações de matadores profissionais para eliminar elementos considerados marginais nas áreas urbanas e líderes sindicais da cidade e do campo.
d) O cerceamento aos atos criminosos da contravenção e do narcotráfico nos redutos do crime organizado.
e) Os abusos cometidos pelos grupos políticos armados e pelos terroristas que buscavam, através da violência, por fim às injustiças sociais.




resposta:[D]

origem:Outros
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:"FUNERAL DE UM LAVRADOR esta cova em que estás Com palmos medidos É a conta menor Que tiraste em vida É de bom tamanho Nem largo nem fundo É a parte que te cabe Deste latifúndio Não é cova grande É cova medida É a terra que querias Ver dividida (...)" (João Cabral de Mello Neto) O texto acima é um trecho da obra MORTE E VIDA SEVERINA; ela nos fala dos seguintes problemas no Brasil:
a) a boa distribuição das terras no país; os direitos respeitados dos homens que trabalham no campo.
b) a má distribuição das terras não gera violência no país.
c) a má distribuição das terras no país, a luta pelo direito ao acesso à terra pelos pobres do campo.
d) no país o latifúndio ocupa poucas terras e com isso a violência é pequena.
e) a miséria e opressão do campo tem pouca relação com os latifúndios.




resposta:[C]

origem:Outros
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:"QUE PAÍS É ESTE? Nas favelas, no Senado Sujeira pra todo lado Ninguém respeita a Constituição Mas todos acreditam no futuro da nação Que país é este No Amazonas, no Araguaia, na Baixada Fluminense Mato Grosso, nas Gerais e no Nordeste tudo em paz. Na morte eu descanso mas o sangue anda solto Manchando os papéis, documentos fiéis Ao descanso do patrão Que país é este Terceiro mundo se for Piada no exterior Mas o Brasil vai ficar rico Vamos faturar um milhão Quando vendermos todas as almas Dos nossos índios em um leilão Que país é este" Esta música foi escrita em 1978 e não se tornou obsoleta, superada. O texto fala de alguns dos problemas do país:
a) a falta de cumprimento da Constituição tem pouca relação com a existência de injustiça social e do pleno desenvolvimento.
b) o Brasil já faz parte do Primeiro Mundo tanto a nível dos direitos sociais quanto do desenvolvimento econômico.
c) o respeito às minorias políticas, como os índios, não faz parte da luta pela democracia social e política do país.
d) a falta de cumprimento à Constituição, a má distribuição da renda e das terras geram conflitos na cidade e no campo e o desenvolvimento fica comprometido sem o respeito aos direitos das minorias políticas, como os índios.
e) a violência na cidade e no campo não é fruto da concentração de renda e terras e da lentidão do Judiciário.




resposta:[D]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:"Recolhidos num posto do Instituto Médico-legal de Marabá, os corpos de Eldorado dos Carajás trazem as marcas de um massacre. Manchas roxas informam que tomaram chutes e pontapés, enormes buracos de bala e manchas de pólvora comprovam que foram dados tiros à queima-roupa, membros mutilados e cabeças arrebentadas denunciam uma selvageria além de qualquer razão ou limite". O "massacre de Eldorado dos Carajás" foi mais um dos conflitos na luta pela terra no Brasil. ("Sangue em Eldorado". VEJA. 24 de abril de 1996. p.34). Sobre a Reforma Agrária em nosso país, podemos afirmar corretamente:
(01) a alta concentração fundiária no país reflete o tipo predominante de posse da terra baseado na grande propriedade.
(02) a migração campo-cidade, após os anos cinqüenta, deu ao país um perfil tipicamente urbano.
(04) a partir dos anos oitenta, verificou-se o desaparecimento dos grupos de pressão pela Reforma Agrária.
(08) o Norte e o Nordeste são as regiões onde se verifica a existência de maior número de latifúndios no país. (16) a questão agrária tem como principais agentes políticos o Movimento dos Sem Terra e a União Democrática Ruralista. Soma ( )




resposta:01 + 02 + 08 + 16 = 27

origem:Mackenzie
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:Corumbiara, Pontal do Paranapanema e Eldorado dos Carajás são exemplos recentes de conflitos pela posse de terras no Brasil. Dentre as raízes históricas da questão fundiária brasileira, citamos:
a) a Lei de Terras de 1850, que permitiu o livre acesso à propriedade através da posse e não da compra de terras.
b) a concentração da propriedade, o latifúndio improdutivo e a ação política da oligarquia rural, que evita qualquer modernização nesta estrutura.
c) a bem sucedida ocupação da Amazônia pelo governo Médici nos anos 70, fato que estimulou o movimento dos sem-terra.
d) o endividamento e a baixa produtividade dos pequenos proprietários, em contraste com a sólida situação financeira de grandes arrozeiros e usineiros.
e) a rapidez, a eficiência e a vontade política dos últimos governos nos assentamentos têm sido anuladas pelo caráter ideológico que envolve a questão fundiária.




resposta:[B]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:A estrutura tradicional da família brasileira vem sendo bastante alterada nas últimas décadas. E, dentre as transformações ocorridas, uma das mais importantes diz respeito ao papel da mulher, quer em casa, quer no mercado de trabalho. Em diversas situações é ela hoje quem exerce um papel destacado na estrutura, orientação e sustento do grupo familiar. Quais as razões que permitem compreender o lugar ocupado pela mulher na sociedade brasileira contemporânea?



resposta:

 


Próxima Página »

Página 1 de 7