Banco de dados de questões sobre Sistema Colonial Brasileiro
questões de vestibulares
|

 

Questões Sistema Colonial Brasileiro

REF. Pergunta/Resposta
origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Após o insucesso econômico das Capitanias Hereditárias, já que apenas duas capitanias prosperaram, a Coroa Portuguesa instituiu, em 1548, um novo sistema político, que influenciou profundamente a história político-administrativa do Brasil Colonial, tornando-se a primeira tentativa de centralização do poder. Esse novo sistema político trata-se...
a) da República.
b) do Reino Unido de Portugal e Algarves.
c) da Monarquia Constitucional.
d) da Regência Trina Permanente.
e) do Governo Geral.




resposta:[E]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Sobre a economia do Brasil colonial, assinale a alternativa CORRETA:
a) Com a descoberta do ouro, foi introduzida a mão-de-obra escrava negra.
b) O ciclo do açúcar foi irrelevante e pouco rentável.
c) A colônia podia desenvolver-se livremente sem nenhuma interferência da metrópole.
d) A economia da colônia foi controlada e limitada pelas práticas mercantilistas.
e) Predominou a policultura de exportação.




resposta:[D]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:A invasão espanhola na Ilha de Santa Catarina, em 1777, ocorreu devido ao conflito de fronteiras entre Portugal e Espanha. Assinale a proposição CORRETA:
a) A invasão na Ilha de Santa Catarina pelos espanhóis ocorreu depois de um intenso ataque da esquadra espanhola aos fortes existentes na entrada da Baía Sul.
b) Com assinatura do Tratado de Santo Ildefonso, a Ilha de Santa Catarina seria devolvida novamente para Portugal e a Colônia do Sacramento ficaria com a Espanha.
c) A ocupação espanhola na Ilha de Santa Catarina trouxe para a população local violenta perseguição religiosa.
d) O Tratado de Utrecht, assinado no final de 1777, trouxe o fim do conflito e novamente a paz para a Ilha de Santa Catarina.
e) Portugal não se preocupou com a invasão espanhola na Ilha de Santa Catarina, pois estava intensamente envolvido com as guerras napoleônicas.




resposta:[B]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Leia o poema a seguir. Evém a Bandeira dos Polistas... num tropel soturno. Rasgando as lavras ensacando ouro, encadeiam Vila Boa nos morros vestidos de pau-d arco. Foi quando a perdida gente riscou o roteiro incerto do velho Bandeirante. E Bartolomeu Bueno, num passe de magia histórica, tira Goyaz de um prato de aguardente e ficou sendo o Anhangüera. (CORALINA, Cora. Anhangüera. "Melhores poemas". Seleção de Darcy França Denófrio. São Paulo: Global, 2004. p. 84-86. (Coleção Melhores poemas). [Adaptado]. A produção de identidades pode levar à busca de mitos fundadores. O poema de Cora Coralina expressa a relação entre um símbolo mítico e a identidade goiana, ao destacar que
a) o imaginário goiano rejeitou a figura do bandeirante, considerando o caráter usurpador presente na descoberta do ouro.
b) a chegada dos bandeirantes foi considerada o acontecimento que simbolizou o abandono da identidade rural na capitania.
c) a utilização do ardil da aguardente forjou a narrativa de receptividade entre a "perdida gente" e os bandeirantes paulistas.
d) a descoberta do ouro concedeu importância à figura do bandeirante como emblema da inserção de Goiás no cenário nacional.
e) as bandeiras, como estratégia político-militar portuguesa, objetivavam simbolizar o poder metropolitano na região.




resposta:[D]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Quilombo, o eldorado negro Existiu Um eldorado negro no Brasil Existiu Como o clarão que o sol da liberdade produziu Refletiu A luz da divindade, o fogo santo de Olorum Reviveu A utopia um por todos e todos por um Quilombo Que todos fizeram com todos os santos zelando Quilombo Que todos regaram com todas as águas do pranto Quilombo Que todos tiveram de tombar amando e lutando Quilombo Que todos nós ainda hoje desejamos tanto Existiu Um eldorado negro no Brasil Existiu Viveu, lutou, tombou, morreu, de novo ressurgiu Ressurgiu Pavão de tantas cores, carnaval do sonho meu Renasceu Quilombo, agora, sim, você e eu Quilombo Quilombo Quilombo Quilombo (Gilberto Gil e Wally Salomão - 1983) A letra da música acima faz referência a uma das formas de resistência escrava - a criação de quilombos - verificada tanto no Brasil colonial quanto após a independência. Explique por que os quilombos representaram um avanço na luta dos cativos contra seus senhores, ao longo do século XIX, e indique duas outras formas de resistência escrava.



resposta:

origem:Fatec
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:"Naquela época, a sociedade da América Portuguesa já era suficientemente complexa para abrigar tensões e conflitos variados, nem sempre redutíveis a meras oposições. Assim, colonos se engalfinharam com colonos, e autoridades da metrópole se opuseram a companheiros de administração. O século (XVIII) começava tenso, e seus primeiros vinte anos seriam marcados por uma sucessão de revoltas e motins, constituindo um conjunto em que, pela primeira vez, a dominação portuguesa na América do Sul corria sério risco." (L. de Mello e Souza e M. F. B. Bicalho, 1689-1720. "O império deste mundo".) O texto faz referência aos movimentos
a) pela independência do Brasil, tais como a Inconfidência Mineira e a Conjuração Baiana.
b) políticos separatistas, como a Farroupilha e o Movimento Constitucionalista paulista.
c) pela instituição da república no Brasil, denominados pelos historiadores de Cabanagem e Balaiada.
d) pela abolição da escravidão, tais como a Guerra dos Palmares e a Guerra dos Malês.
e) de insubordinação à autoridade metropolitana, como os Motins do Maneta e a Guerra dos Mascates.




resposta:[E]

origem:
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:"No decorrer do período colonial no Brasil os interesses entre metropolitanos e colonos foram se ampliando. O descontentamento se agravou quando, a 1¡. de abril de 1680, a Coroa estabeleceu a liberdade incondicional dos indígenas, proibindo taxativamente que fossem escravizados. Além disso confiou-os aos jesuítas, que passaram a ter a jurisdição espiritual e temporal das aldeias indígenas. Visando solucionar o problema da mão-de-obra para as atividades agrícolas do Maranhão, o governo criou a Companhia do Comércio do Estado do Maranhão (1682). Durante vinte anos, a Companhia teria o monopólio do comércio importador e exportador do Estado do Maranhão e do Grão-Pará. Cabia-lhe fornecer dez mil escravos africanos negros, à razão de quinhentos por ano, durante o período da concessão outorgada." (AQUINO, Rubim Santos Leão de [et al.]. "Sociedade Brasileira: uma história através dos movimentos sociais". 3 ed., Rio de Janeiro: Record, 2000.) Pelos elementos mercantilistas, geográficos e cronológicos, o conflito inferido do texto foi a Revolta
a) dos Emboabas.
b) dos Mascates.
c) de Amador Bueno.
d) de Filipe dos Santos.
e) de Beckman.




resposta:[E]

origem:Uece
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:"Em 1590, a colônia brasileira já contava com 150 engenhos espalhados pelas capitanias de Pernambuco, Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro. As duas primeiras, no entanto, correspondiam a 80% do total". (Fonte: LOPEZ, Adriana. "Açúcar: esse doce objeto de desejo". Revista História Viva: Temas Brasileiros. São Paulo: Duetto Editorial, 2007, pp.20-23.) Dentre os incentivos fiscais e privilégios oferecidos pela Coroa aos produtores de cana, podemos, corretamente, citar:
a) Isenção de impostos para engenhos recém construídos e benefícios tributários sobre o açúcar.
b) Isenção de impostos vitalícios, ou seja, enquanto o proprietário fosse vivo não pagaria nenhum tipo de imposto.
c) Redução de pagamento de taxas na importação de mão de obra africana apenas para as capitanias do Nordeste, em virtude de sua alta produtividade.
d) Mão de obra para os engenhos recémconstruídos e situados em Manaus e Belém, providenciada, gratuitamente, pela Coroa Portuguesa.




resposta:[A]

origem:Uece
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Sobre a Inconfidência Mineira (1789), são feitas as seguintes afirmações: I. Estava entre os objetivos de boa parte dos conspiradores de Vila Rica, a constituição de um regime republicano no Brasil. II. Havia, também, por parte dos inconfidentes, a preocupação com o desenvolvimento de produtos manufaturados ou, em outras palavras, objetivavam a diminuição da dependência de artigos importados. III. A nova capital seria transferida para Belo Horizonte, por encontrar-se localizada numa área mais favorável para a expansão da lavoura e da pecuária. Assinale o correto.
a) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras.
b) Apenas as afirmações I e III são verdadeiras.
c) Apenas as afirmações II e III são verdadeiras.
d) Todas as afirmações são verdadeiras.




resposta:[A]

origem:Unifesp
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Encerrado o período colonial no Brasil, entre as várias instituições que a metrópole implantou no país, uma sobreviveu à Independência. Trata-se das
a) Províncias gerais.
b) Milícias rurais.
c) Guardas nacionais.
d) Câmaras municipais.
e) Cortes de justiça.




resposta:[D]

origem:Unifesp
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Entre aproximadamente 1770 e 1830, a região maranhense conheceu um ciclo de prosperidade econômica, graças
a) à produção e exportação do algodão, matéria-prima então muito requisitada por causa da Revolução Industrial em curso na Inglaterra.
b) à criação da pecuária e à indústria do charque, para abastecer o mercado interno então em expansão por causa da crise do sistema colonial.
c) ao extrativismo dos produtos florestais, cuja demanda pelo mercado internacional teve lugar exatamente naquele momento.
d) à produção e exportação de arroz, cacau e fumo, cujos produtos começaram a ter aceitação no mercado mundial de matérias-primas.
e) à produção e exportação do açúcar, o qual, com o aumento da demanda, exigiu novas áreas de cultivo, além da nordestina.




resposta:[A]

origem:Unesp
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Por que Euclides da Cunha considera o rio Tietê fundamental para a exploração colonial e qual é a sua situação nos tempos atuais, em seu trecho paulistano?



resposta: