Banco de dados de questões do vestibular Fgv
questões de vestibulares
|

 

Questões Fgv

REF. Pergunta/Resposta
origem:Fgv-2007
tópico:
Brasil

sub-grupo:República Liberal

pergunta:Nas campanhas eleitorais e mesmo em discursos, é bastante comum a referência, por parte de candidatos, de parlamentares e até de presidentes, a Juscelino Kubitschek. Tal lembrança pode ser justificada pelo fato de que seu mandato (1956-1961)
a) caracterizou-se pela estabilidade política, graças à sua habilidade, à aproximação com os militares e à aliança UDN-PTB, que garantiu maioria no Congresso.
b) correspondeu aos "anos dourados" da economia, devido aos aumentos salariais, à redução da inflação, ao apoio do FMI e à implantação da indústria automobilística no Brasil.
c) atraiu o apoio da população rural, com a extensão da legislação trabalhista ao campo e com a proposta de reforma agrária, objetivo principal do Plano de Metas.
d) foi um período de otimismo, marcado por grandes obras, pelo crescimento do PIB e pela efervescência cultural, com o início da "Bossa Nova" e do "Cinema Novo".
e) reatou relações diplomáticas com os países do bloco socialista e reconheceu o governo da República Popular da China, desenvolvendo uma política externa inovadora.



resposta:
[D]

origem:Fgv-2007
tópico:
Brasil

sub-grupo:Revolução de 64 - Ditadura Militar

pergunta:

(...) meu Brasil, Que sonha com a volta do irmão do Henfil, com tanta gente que partiu num rabo de foguete: chora a nossa pátria-mãe gentil choram marias e clarisses no solo do Brasil. Mas sei, que uma dor assim pungente não há de ser inutilmente a esperança dança na corda bamba de sombrinha e em cada passo dessa linha pode se machucar. (João Bosco e Aldir Blanc, "O bêbado e a equilibrista") A crítica expressa na charge e a referência histórica da música estão relacionadas, respectivamente,
a) à exaltação do nacionalismo e ao movimento das "Diretas Já".
b) ao autoritarismo do governo e à campanha a favor da anistia.
c) à propaganda comunista e ao retorno dos exilados políticos.
d) ao fim da censura e à política favorável à redemocratização.
e) à outorga do Ato Institucional n¡. 5 e ao milagre econômico.


resposta:
[B]

origem:Fgv-2007
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:Com o afastamento de Fidel Castro do poder, muitos especulam sobre o destino de Cuba sem Fidel. Sobre a história de Cuba, desde a independência, é correto afirmar que
a) a guerra de libertação contra a Espanha ocorreu somente no final do século XIX, com apoio da Grã-Bretanha, maior investidora de capital na produção de açúcar na ilha, e também dos Estados Unidos.
b) a imposição da Emenda Platt à Constituição de Cuba assegurou aos Estados Unidos o direito de nomear os presidentes cubanos, de intervir na ilha e de instalar bases, como a de Guantánamo.
c) o movimento guerrilheiro, que derrubou o ditador cubano Fulgêncio Batista, liderado por Fidel Castro e Che Guevara, declarou-se comunista desde o início, o que provocou a imediata oposição norte-americana.
d) a instalação de mísseis soviéticos em Cuba desencadeou, além da invasão à baía dos Porcos, um conflito militar entre os Estados Unidos e a União Soviética, no auge da Guerra Fria.
e) o fim da União Soviética fez Cuba perder seu grande parceiro comercial, o que agravou os efeitos do bloqueio norte-americano e forçou o país a buscar novos mercados e a atrair o turismo.



resposta:
[E]

origem:Fgv-2007
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:"E são tão cruéis e bestiais, que assim matam aos que nunca lhes fizeram mal, clérigos, frades, mulheres (...) Sujeitando-se o gentio, cessarão muitas maneiras de haver escravos mal havidos e muitos escrúpulos, porque terão os homens escravos legítimos, tomados em guerra justa." (Carta do Padre Manuel da Nóbrega, 1558) "Depois disso com licença do Padre Nóbrega, me fui à outra aldeia de 150 casas e fiz ajuntar os moços e fiz-lhes a doutrina em sua própria língua. Achei alguns aqui mui hábeis e de tal capacidade que bem ensinados e doutrinados podiam fazer muito fruto, para o que temos necessidade de um colégio nesta Bahia para ensinar os filhos dos índios." (Carta do Padre Azpicuelta Navarro, 1551) Os testemunhos anteriores ilustram algumas das estratégias de padres da Companhia de Jesus, no sentido de promover a colonização das terras do Brasil, em meados do século XVI. Tendo-os como referência:
a) identifique as ações propostas em cada texto;
b) explique um efeito dessas ações para as populações ameríndias.



resposta:


origem:Fgv-2007
tópico:
Historia

sub-grupo:Revolução Francesa

pergunta:Cidadãos: O homem nasceu para a felicidade e para a liberdade, e em toda parte é escravo e infeliz. A sociedade tem por fim a conservação de seus direitos e a perfeição do seu ser, e por toda parte a sociedade o degrada e oprime. Chegou o tempo de chamá-la a seus verdadeiros destinos; os progressos da razão humana prepararam esta grande Revolução, e a vós especialmente é imposto o dever de acelerá-la. Para cumprir vossa missão, é necessário fazer precisamente o contrário do que existiu antes de vós. (Maximilien de Robespierre. Paris, 10 de maio de 1793.) Maximilien de Robespierre foi um dos principais líderes da corrente jacobina da Revolução Francesa. Ao discursar na Convenção acerca dos fundamentos que deveriam orientar a elaboração da primeira Constituição Republicana na história do país, Robespierre aplicou princípios iluministas para defender a construção de uma nova ordem política e social.
a) Aponte uma medida adotada pelos jacobinos no contexto da radicalização do processo revolucionário francês (1792-1794).
b) Explique um princípio iluminista presente no documento.



resposta:


origem:Fgv-2007
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:Em torno de dois grandes rios, Uruguai e Paraguai, quatro nações dividiam fronteiras: Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai. Nesse terreno, quatro contendores aplicavam-se bem em desempenhar o complicado jogo das fronteiras. Em questão, estavam, além do acesso à livre navegação da bacia platina, a hegemonia na região e os diferentes processos por que passavam os Estados nacionais envolvidos. (Lilia Schwartz, "As barbas do Imperador".) O texto registra algumas questões que estiveram na origem de uma das mais importantes disputas militares entre países sul-americanos no século XIX: a Guerra do Paraguai (1864-1870). A partir dessas informações, EXPLIQUE dois motivos do envolvimento do Império do Brasil nesse conflito.



resposta:


origem:Fgv-2007
tópico:
Brasil

sub-grupo:Era Vargas

pergunta:"A organização do trabalho, no sentido que se deve dar, num momento conturbado e de profundas transformações como o atual, não pode realizar-se, com proveito para as classes patronais e benefícios para os operários, senão mediante inteligente, ponderada e sistemática coordenação para conciliar e garantir os seus mútuos interesses. (...) No Brasil, onde as classes trabalhadoras não possuem a poderosa estrutura associativa nem a combatividade do proletariado dos países industriais e onde a desinteligência entre o capital e o trabalho não apresentam, felizmente, aspecto de beligerância, a falta, até bem pouco, de organizações e métodos sindicalistas determinou a falsa impressão de serem os sindicatos órgãos de luta, quando realmente o são de defesa e colaboração dos fatores capital e trabalho com o poder público." (Getúlio Vargas. "Mensagem presidencial", 15 de novembro de 1933.)

A partir dos documentos anteriores:
a) identifique um acontecimento do cenário internacional da época relacionado ao "momento conturbado e de profundas transformações", mencionado no texto;
b) explique um princípio que orientou a política do presidente Getúlio Vargas em relação à organização sindical dos trabalhadores.


resposta:


origem:Fgv-2007
tópico:
Brasil

sub-grupo:Revolução de 64 - Ditadura Militar

pergunta:Nesse momento alto da história orgulhamo-nos de pertencer a um povo que não se abate, que sabe afastar o medo e não aceita colher o ódio. A Nação inteira comunga desse ato de esperança. Reencontramos, depois de ilusões perdidas e pesados sacrifícios, o bom e velho caminho democrático. (...) A primeira tarefa de meu governo é promover a organização institucional do Estado. (...) Faz algumas semanas eu anunciava a construção de uma Nova República. Vejo nessa fase da vida nacional a grande oportunidade histórica de nosso povo. (Discurso de Tancredo Neves em 15 de janeiro de 1985, após ser eleito pelo Colégio Eleitoral)

No alvorecer dos anos oitenta, na sociedade brasileira, uma série de manifestações políticas e sociais criticaram o governo vigente sob a bandeira do retorno dos direitos e prerrogativas democráticas. A partir dessas informações e dos documentos anteriores:
a) explique o movimento "Diretas Já";
b) identifique uma medida implementada pelo governo da Nova República favorável ao restabelecimento dos direitos democráticos.


resposta:


origem:Fgv-2007
tópico:
Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Grécia

pergunta:"(...) os domínios [grandes propriedades] foram divididos em pequenas unidades, confiadas a granjeiros, chamados colonos, e o termo colonus , que outrora designava o agricultor, ou seja, o camponês proprietário, tendeu a se aplicar exclusivamente ao colono do grande proprietário." Paul Petit, "A Paz Romana", 1969. O texto descreve o campo, no mundo romano antigo:
a) No período que se segue à crise do século III d.C., quando a escassez de mão-de-obra inviabilizou o escravismo.
b) No momento da tentativa, malsucedida, de reforma agrária dos irmãos Caio e Tibério Graco.
c) No início da República, quando Roma foi inundada por enormes contingentes de escravos.
d) No final da conquista da Península Itálica, quando Roma ainda não passava de uma potência regional.
e) No auge do Império, quando o campo passou a produzir gêneros apenas para abastecer Roma.



resposta:
[A]

origem:Fgv-2007
tópico:
Historia

sub-grupo:Guerra Fria

pergunta:"Naqueles tempos havia equilíbrio e medo de destruição mútua. Naqueles tempos, uma parte tinha medo de dar um passo extra sem consultar as outras. Era com certeza uma paz frágil e assustadora, mas vista de hoje ela nos parece suficientemente confiável. Hoje parece que a paz não é tão confiável." A declaração do presidente russo Vladimir Putin, dada em fevereiro de 2007, evoca:
a) O período anterior à Segunda Guerra Mundial.
b) A "belle époque", que julgava impossível uma nova guerra geral.
c) A situação vigente após a Primeira Guerra Mundial.
d) A era stalinista, auge da URSS como potência.
e) O mundo bipolarizado da guerra fria.



resposta:
[E]

origem:Fgv-2007
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:O ex-vice-chanceler argentino na época da Guerra das Malvinas (1982), em entrevista concedida em 03/04/07, fez as seguintes revelações: "Os militares, quando decidiram recuperar as Malvinas, acreditavam, equivocadamente, que os EUA não interfeririam, em retribuição pelos oficiais que a Argentina enviara a Honduras para treinar os contras que combatiam os sandinistas." "Ele [Vernon Walters, embaixador especial do governo norte-americano] era uma mistura de homem do Exército e da CIA, mas muito civilizado e inteligente. Falava um impecável castelhano (...). Durante a guerra, ele entrava na sala do [ditador e general Leopoldo] Galtieri sem bater. Era um habitué da Casa Rosada e da Residência de Olivos." Essas revelações evidenciam a:
a) Responsabilidade direta do envolvimento dos Estados Unidos na guerra das Malvinas.
b) Ingerência do governo norte-americano em três países da América: Honduras, Nicarágua e Argentina.
c) Rigidez da política estaduniense na América, intervindo militarmente em todos os países.
d) Perda de importância da Argentina, aos olhos dos Estados Unidos, tratada no mesmo nível das repúblicas da América Central.
e) Traição do governo norte-americano à Argentina, ao retirar o apoio formalmente prometido na sua luta para recuperar as Malvinas.



resposta:
[B]

origem:Fgv-2007
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:A longa administração pombalina (1750 a 1777) causou controvérsia ao expulsar os jesuítas de Portugal e de todos os seus domínios, em 1759. Tal expulsão, que implicava o confisco dos bens dos religiosos, pode ser atribuída:
a) Ao enorme déficit do Tesouro português, provocado pelas despesas feitas com a reconstrução de Lisboa, destruída pelo terremoto de 1755.
b) À antipatia que o ministro, seguidor da filosofia iluminista, nutria pelos jesuítas, responsabilizados pelo atraso cultural do país.
c) À vontade de igualar-se às monarquias francesa e espanhola, que praticavam o despotismo esclarecido.
d) Ao processo de centralização administrativa que exigia a eliminação da Companhia de Jesus, acusada de agir como um Estado à parte.
e) A um erro de cálculo do ministro, que superestimou a riqueza imobiliária da Companhia de Jesus.



resposta:
[D]