Banco de dados de questões do vestibular Unb
questões de vestibulares
|

 

Questões Unb

REF. Pergunta/Resposta
origem:Unb-1996
tópico:
Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Grécia

pergunta:Leia o texto abaixo, extraído de uma carta de Plínio, o Moço, ao imperador Trajano, datada de 112 d.C. (...) Nesse ínterim, segui os seguintes procedimentos com relação aos que se me apresentaram como cristãos. Perguntei-lhes, pessoalmente se eram cristãos. Aos que confessavam, perguntei-lhes duas, três vezes. Os que não voltaram atrás foram executados. Qualquer que fosse o sentido da sua fé, sabia que sua pertinácia e obstinação tinham de ser punidos. Outros, possuidores da cidadania romana, mantiveram-se na loucura e foram enviados para julgamento em Roma (...). Os que negavam serem, ou terem sido cristãos, se evocassem os deuses, segundo a fórmula que lhes ditava, e se sacrificassem, com incenso e vinho, diante da sua imagem, que trazia comigo para tanto, juntamente com estátuas de outras divindades; se, além disso, blasfemassem Cristo - atitudes que, diz-se, não são possíveis de obter de verdadeiros cristãos - considerei apropriado liberar... A questão pareceu-me digna da sua atenção, em particular devido ao número de envolvidos. Há muita gente, de toda idade, condição social, de ambos os sexos, que estão ou estarão em perigo. Não apenas nas cidades, como nos vilarejos e no campo, expande-se o contágio dessa superstição. Parece-me, entretanto, que se possa delimitá-la e corrigi-la. Carta de Plínio, o Moço, ao imperador Trajano, de 112 d.C. Cartas (10.96) Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os seguintes itens. (0) Na época de Trajano, o chamado culto ao imperador já havia desaparecido por completo do mundo romano.

(1) O cristianismo, que se expandia pelo mundo romano no século II, era uma religião seletiva, admitindo, como convertidos, somente cidadãos.
(2) Plínio mostra como o sacrifício, o culto a imagens e os rituais com incenso e vinho foram empréstimos culturais feitos pelo paganismo ao cristianismo.
(3) Por ser uma religião oriunda das regiões ocidentais do Império, o cristianismo era velho conhecido de Trajano, que nascera na chamada Roma Hispânica.



resposta:
F F F F

origem:Unb-1996
tópico:
Geral

sub-grupo:Alta Idade Média

pergunta:Leia o texto que se segue. (...) o tempo é apenas um momento da eternidade. Só a Deus pertence e pode, simplesmente, se vivido. Apanhá-lo, medi-lo, tirar dele partido ou vantagens é um pecado. Desviar sua parcela é um roubo. Jacques Le Goff. "A civilização do ocidente medieval", vol. 1, p.205. Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens adiante, considerando certo(s) o(s) que se adequa(m) à mentalidade medieval e errado(s) o(s) outro(s). (0) O juro era interdito e usuário, porque o mercador, na verdade, estava negociando algo divino.

(1) O homem só pode medir, seja o tempo ou o espaço, a partir de suas dimensões; o homem é o modelo do mundo, nas palavras de Leonardo da Vinci.
(2) Os pobres obedecem ao tempo imposto pelos sinos e pelas trombetas; não lhes interessa determiná-lo.
(3) O tempo tem forte característica rural, isto é, natural. Grandes divisões, como o dia e a noite ou as estações, favorecem maniqueísmos, entre os quais podem ser citados: luz/sombra, calor/frio, trabalho/ócio e vida/morte.



resposta:
V F V V

origem:Unb-1996
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:A respeito da história recente da Argentina, julgue os itens seguintes. (0) A Guerra das Malvinas foi uma tentativa desesperada do presidente Raul Alfonsin de, apelando para a emoção nacionalista, retomar a linha dura de sua política peronista.

(1) Os presidentes e generais Jorge Videla, Eduardo Viola e Leopoldo Galtieri comandaram o terror político responsável pelo desaparecimento de milhares de argentinos.
(2) Raul Alfonsin renunciou antes de completar o seu mandato presidencial para dar lugar a Carlos Menem, que, em meio a dura crise econômica, implementou um plano de austeridade para reduzir a galopante inflação, controlar o déficit fiscal e privatizar várias empresas estatais.
(3) Menem causou polêmicas internas ao anistiar líderes militares e relações diplomáticas com a Inglaterra, rompidas desde a Guerra das Malvinas.



resposta:
F V V V

origem:Unb-1996
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:Com relação à história norte-americana do início deste século, julgue os itens a seguir. (0) Já a partir do final do século XIX, os Estados Unidos procuraram exercer maior hegemonia não só no continente americano como em todo o mundo, fazendo do American Way of Life uma missão civilizadora.

(1) Data do início do século a figura do Tio Sam, que simbolizava a política do Estado democrático americano: aliar o emprego do canhão (Big Stick) à proposta de desenvolver as economias internas de diversos países, por meio de empréstimos em dólares.
(2) Um exacerbado e conservador nacionalismo é característico das primeiras décadas do século XX, como comprovam a intolerância com o Partido Comunista (que surgiu logo após a Revolução Russa), o crescimento das atividades da Ku-Klux-Klan e a tentativa de limitar a entrada de imigrantes no país.
(3) Os acontecimentos da Primeira Guerra Mundial ocasionaram a redução da população, a retração da economia e o enfraquecimento do discurso liberal.



resposta:
V V V F

origem:Unb-1996
tópico:
Historia

sub-grupo:Renascimento

pergunta:Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os seguintes itens, relativos ao Renascimento e à Reforma. (0) Iniciando um processo de renovação cultural, desenvolvido nos séculos XV e XVI, o Renascimento teve, no racionalismo, a sua característica essencial.

(1) A Península Ibérica, de forte tradição urbana, foi o berço do movimento renascentista.
(2) Embora tenha questionado a autoridade do Papa e os domas católicos, a Reforma Protestante, desencadeada por Calvino, não foi capaz de romper a unidade religiosa da Europa Ocidental.
(3) Do ponto de vista econômico, a corrente calvinista identifica-se com as aspirações da burguesia, especialmente pelo culto do trabalho bem-sucedido e pela liberação do juro.



resposta:
V F F V

origem:Unb-1996
tópico:
Historia

sub-grupo:Mercantilismo

pergunta:Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens abaixo, relacionados ao Estado nacional moderno. (0) Graças às riquezas provenientes das colônias, Portugal e Espanha, pioneiros na montagem de impérios coloniais ultramarinos, tornaram-se os mais poderosos países europeus no século XVI.

(1) O mercantilismo foi a política econômica do capitalismo de base comercial, dominante entre meados do século XV e meados do século XVIII, fundamentadora existência do estado nacional e da economia monetária.
(2) A supervalorização do ouro e da prata, o sistemático intervencionismo estatal, o saldo favorável da balança comercial e a exploração colonial eram algumas das características fundamentais do mercantilismo.
(3) O absolutismo, fruto da aliança entre os reis e a nobreza, foi decisivo para a permanência das instituições feudais na Europa moderna.



resposta:
V V V F

origem:Unb-1996
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:Leia o texto seguinte. A história do século XIX resulta sobretudo de suas transformações: uma, social e política, a idéia de igualdade, vitoriosa em teoria e parcialmente na prática, com a Revolução Francesa, consagrando o acesso ao poder da classe mais enérgica e inovadora - a burguesia -, beneficiada pelas conquistas, com a derrocada da aristocracia e o alijamento dos grupos mais modestos. Outra, tecnológica e econômica, a Revolução Industrial. As duas se conjugam-se compram, para moldar quadro diverso do anterior. Francisco Iglesias. "História Geral e do Brasil". Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens a seguir, relativos à Era das Revoluções que anunciaram o mundo contemporâneo. (0) Da mesma forma que é correto afirmar terem existido várias revoluções no transcurso da Revolução Francesa, também é correto dizer que o período napoleônico, ao mesmo tempo em que bloqueou o processo revolucionário popular urbano, expandiu os princípios revolucionários para outros países.

(1) A independência das colônias ibéricas na América, nas primeiras décadas do século XIX, integra o processo de transformações desencadeado pela Revolução Americana e pela Revolução Francesa.
(2) Embora fortes, as revoluções que sacudiram a Europa nas primeiras décadas do século XIX, em especial a de 1848, não foram capazes de deter o movimento de restauração do antigo regime.
(3) Ricos depósitos de minérios e de carvão, burguesia detentora de grandes capitais, tradição econômica liberal e paz interna foram fatores que se conjugaram para fazer da Alemanha o país pioneiro da Revolução Industrial.



resposta:
V V F F

origem:Unb-1996
tópico:
Historia

sub-grupo:Crise de 29

pergunta:Leia o texto que se segue. Uma das ironias deste estranho século é que o resultado mais duradouro da Revolução de Outubro, cujo objetivo era a derrubada global do capitalismo, foi salvar seu antagonista, tanto na guerra quanto na paz, fornecendo-lhe o incentivo - o medo - para reformar-se após a Segunda Guerra Mundial, e, ao estabelecer a popularidade do planejamento econômico, oferecendo-lhe alguns procedimentos para sua reforma. Eric Hobsbawm. "Era dos Extremos - o breve século XX" (1941 - 1991) Em relação a acontecimentos marcantes do século XX, julgue os seguintes itens. (0) A corrida armamentista, o jogo de alianças e as disputas interimperialistas levaram à Primeira Guerra Mundial (1914-1918), após a qual, o Japão, a Alemanha e a Itália assumiram o domínio do mundo.

(1) Iniciada pelos bolchevistas, a Revolução Russa de 1917, sob liderança menchevista, implantou o primeiro Estado socialista da História, tendo em Trotsky seu comandante supremo por duas décadas.
(2) O New Deal (novo pacto), implementado por Roosevelt em meio aos efeitos devastadores da crise de 1929, representou a substituição do liberalismo pela fundamental presença do estado na organização da economia e da sociedade.
(3) De forma geral, os regimes fascistas, que floresceram a partir dos anos vinte, caracterizam-se, entre outros aspectos, por terem sido expansionistas, militares, antiliberais, antidemocráticos e anticomunistas.



resposta:
F F V V

origem:Unb-1996
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:Leia o texto a seguir: O processo de modernização, ao mesmo tempo que nos explora e nos atormenta, nos impele a apreender e a enfrentar o mundo que essa mesma modernização constrói. E a lutar para torná-lo o nosso mundo. Marshall Berman. Tudo o que é sólido desmancha no ar. Com referência ao mundo atual, julgue os itens adiante. (0) A ECO-92, importantíssima conferência patrocinada pela ONU e realizada no Rio de Janeiro, estimulou a discussão, em amplas camadas da população mundial, da questão da preservação do meio ambiente.

(1) Um dos efeitos mais visíveis dos movimentos migratórios contemporâneos, estimulados sobretudo pelo aprofundamento do abismo entre países pobres e ricos, é a crescente intolerância e o florescimento de grupos neonazistas em vários pontos da Europa.
(2) Acidentes em usinas nucleares, como os ocorridos em Three Mile Island (1979) e em Chernobyl (1986), acabaram por fazer com que as potências mundiais desistissem da energia atômica, mesmo para fins pacíficos.
(3) Mais do que pelo seu desempenho econômico, os chamados Tigres Asiáticos - Vietnã, Camboja, Hong Kong e Sri Lanka - destacam-se por uma evolução política fundamentada em modelos democráticos.



resposta:
V V F F

origem:Unb-1996
tópico:
Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial

pergunta:Com referência à singularidade do movimento de emancipação política do Brasil, julgue os itens que se seguem. (0) Ao contrário da América Espanhola, o Brasil teve um processo de independência liderado por forças políticas renovadoras e ansiosas por uma profunda transformação das estruturas coloniais.

(1) A sociedade política colonial que Portugal criou no Brasil permitiu uma independência tranqüila, sem movimentos de contestação à transição da colônia à condição de país independente.
(2) A unidade territorial mantida no Brasil durante as negociações da independência foi resultado de vários fatores, tais como a presença da Corte portuguesa no Rio de Janeiro e a manutenção do sistema escravista do norte ao sul do país.
(3) A crise do sistema colonial no Brasil tem causas econômicas e políticas profundas e bastante diversas daquelas que conduziram a América Espanhola à independência.



resposta:
F F V F

origem:Unb-1996
tópico:
Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial

pergunta:Quanto aos múltiplos aspectos do processo de independência do Brasil, que se inicia em 1808 e culmina em 1822, julgue os seguintes itens. (0) A decisão portuguesa de transferência da Corte para o Brasil foi um ato de soberania política.

(1) A permanência de D. Pedro de Alcântara no Brasil, coroado como imperador, foi a garantia da continuidade dos interesses de Portugal com relação ao Brasil.
(2) A Coroa britânica ocupou papel primordial nas negociações diplomáticas que levaram, de forma gradativa, entre 1808 e 1822, à emancipação política do Brasil.
(3) A partilha do império português, prevista no tratado de Fontainebleau, era parte do intento napoleônico de fazer frente aos objetivos políticos e econômicos da Grã-Bretanha na Europa Continental.



resposta:
F V V V

origem:Unb-1996
tópico:
Brasil

sub-grupo:Era Vargas

pergunta:Leia o texto adiante. As Caixas Econômicas Federais ampliam cada vez mais as suas operações, concorrendo para a melhoria das construções urbanas e auxiliando o desenvolvimento industrial do país. Por outro lado, o funcionamento dos institutos de pensões, aposentadorias, em franco progresso, entremostra o que será, de futuro, a nossa obra de amparo ao trabalho e ao trabalhador. Getúlio Vargas. O Estado Novo e o Momento Brasileiro. (Discurso no primeiro aniversário do Estado Novo). Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens que se seguem, relativos às inovações sociais e econômicas da Era Vargas. (0) A legislação trabalhista foi um dos mais importantes instrumentos na relação carismática de Getúlio Vargas com grande parcela das classes trabalhadoras.

(1) O industrialismo brasileiro, que orientou o modelo de desenvolvimento dos anos trinta às décadas recentes, é uma herança fundamental da Era Vargas.
(2) A forma paternalista com que a legislação trabalhista e os institutos de pensões e aposentadorias foram apresentados por Vargas tornou tais conquistas irrelevantes para o desenvolvimento dos direitos sociais no Brasil.
(3) A aproximação indústria-governo, aspecto central da vida econômica do Estado Novo, implicou a exclusão da relação agricultura-governo, que havia sido a principal preocupação dos governantes da República Velha.



resposta:
V V F F