Banco de dados de questões do vestibular Unesp
questões de vestibulares
|

 

Questões Unesp

REF. Pergunta/Resposta
origem:Unesp-2003
tópico:
Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:O Brasil foi dividido em quinze quinhões, por uma série de linhas paralelas ao equador que iam do litoral ao meridiano de Tordesilhas, sendo os quinhões entregues (...) [a] um grupo diversificado, no qual havia gente da pequena nobreza, burocratas e comerciantes, tendo em comum suas ligações com a Coroa. (B. Fausto, "História do Brasil".) No texto, o historiador refere-se às
a) câmaras setoriais.
b) sesmarias.
c) colônias de povoamento.
d) capitanias hereditárias.
e) controladorias.



resposta:
[D]

origem:Unesp-2003
tópico:
Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial

pergunta:Leia os itens a respeito da Revolução Pernambucana de 1817. I. Possuiu forte sentimento anti-lusitano, resultante do aumento dos impostos e dos grandes privilégios concedidos aos comerciantes portugueses. II. Teve a participação apenas de sacerdotes e militares, não contando com o apoio de outros segmentos da população. III. Foi uma revolta sangrenta que durou mais de dois meses e deixou profundas marcas no Nordeste, com os combates armados passando de Recife para o sertão, estendendo-se também a Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. IV. A revolta foi sufocada apenas dois anos depois por tropas aliadas, reunindo forças armadas portuguesas, francesas e inglesas. V. Propunha a República, com a igualdade de direitos e a tolerância religiosa, mas não previa a abolição da escravidão. É correto apenas o afirmado em
a) I, II e III.
b) I, III e V.
c) I, IV e V.
d) II, III e IV.
e) II, III e V.



resposta:
[B]

origem:Unesp-2003
tópico:
Brasil

sub-grupo:Segundo Reinado

pergunta:Os dois grandes partidos imperiais (...) completaram sua formação (...) como agremiações políticas opostas. Mas havia mesmo diferenças ideológicas ou sociais entre eles? Não passariam no fundo de grupos quase idênticos, separados apenas por rivalidades pessoais? Muitos contemporâneos afirmam isso. Ficou célebre uma frase atribuída ao político pernambucano Holanda Cavalcanti: nada se assemelha mais a um saquarema do que um luzia no poder . (B. Fausto, "História do Brasil".) A transcrição refere-se aos partidos
a) Radical e Justicialista, que formaram a estrutura bipartidária vigente na Regência.
b) Republicano e Democrático, que deram o tom político ao longo do Primeiro Reinado.
c) Progressista e Ruralista, que se constituíram nas duas forças políticas em ação no Segundo Reinado.
d) Trabalhista e Positivista, que moldaram a vida política no Antigo Regime.
e) Conservador e Liberal, que dominaram a cena política até a proclamação da República.



resposta:
[E]

origem:Unesp-2003
tópico:
Brasil

sub-grupo:Problemas Sociais

pergunta:A batalha da abolição, como perceberam alguns abolicionistas, era uma batalha nacional. Esta batalha continua hoje e é tarefa da nação. (J. M. Carvalho, A abolição aboliu o quê? "Folha de S.Paulo", 13.05.1988.) No texto, o historiador José Murilo de Carvalho refere-se à
a) luta dos quilombolas para se inserirem em melhores condições sociais no interior da sociedade pósescravista.
b) estratégia dos negros alforriados do sul do país para se inserirem na sociedade estratificada dos brancos.
c) não obtenção da cidadania plena, até os dias atuais, por parte dos negros brasileiros, que são as vítimas mais diretas da escravidão.
d) tática dos negros oriundos do norte para se inserirem na sociedade do sul do país.
e) não obtenção dos direitos de circulação, por parte da elite abolicionista, que foi o contingente mais afetado pelo trabalho compulsório.



resposta:
[C]

origem:Unesp-2003
tópico:
Brasil

sub-grupo:Era Vargas

pergunta:Em 1939, o Estado Novo constitui um verdadeiro ministério, diretamente subordinado ao presidente da República (...). [Tal órgão] (...) exerceu funções bastante extensas, incluindo cinema, rádio, teatro, imprensa, literatura e política, além de proibir a entrada no país de publicações nocivas aos interesses brasileiros ; agiu junto à imprensa estrangeira no sentido de se evitar que fossem divulgadas informações nocivas ao crédito e à cultura do país ; dirigiu a transmissão diária do programa radiofônico Hora do Brasil (...). (B. Fausto, "História do Brasil".) Trata-se do
a) Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP).
b) Instituto Nacional de Comunicação Social (INCS).
c) Conselho Nacional de Educação e Cultura (CNEC).
d) Departamento Administrativo do Serviço Público (DASP).
e) Conselho Federal de Administração e Cultura (CFAC).



resposta:
[A]

origem:Unesp-2003
tópico:
Geral

sub-grupo:Antiguidade Oriental

pergunta:O palácio real constitui naturalmente, na vida da cidade mesopotâmica, um mundo à parte. Todo um grupo social o habita e dele depende, ligado ao soberano por laços que não são somente os de parente a chefe de família, ou de servidor a senhor. (...) Este grupo social é numeroso, de composição muito variada, abrangendo trabalhadores de todas as profissões, domésticos, escribas, artesãos, homens de negócios, agricultores, pastores, guardiões dos armazéns, etc., colocados sob a direção de um intendente. É que a existência de um domínio real, dotado de bens múltiplos e dispersos, faz do palácio uma espécie de vasta empresa econômica, cujos benefícios contribuem para fundamentar solidamente a força material do soberano. (Aymard/Auboyer, "O Oriente e a Grécia - As civilizações imperiais".)
a) Como se organizava a vida social e política na Mesopotâmia?
b) Um dos grandes legados da Mesopotâmia foi a criação do Código de Hamurabi. Quais os principais aspectos desse Código?



resposta:


origem:Unesp-2003
tópico:
Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média

pergunta:Desde o final do Império Romano até o início da Idade Moderna, pode-se dizer que o continente europeu viveu sob o feudalismo ou regime feudal.
a) Qual era a base de exploração de mão-de-obra durante o regime feudal?
b) Do ponto de vista econômico e político, como se caracterizava o feudalismo?



resposta:


origem:Unesp-2003
tópico:
Historia

sub-grupo:Mercantilismo

pergunta:Não há a menor dúvida de que as guerras cada vez mais dispendiosas contribuíram para o desenvolvimento do mercantilismo. Com a ampliação da artilharia, dos arsenais, das marinhas de guerra, dos exércitos permanentes e das fortificações, as despesas dos Estados modernos dão um salto. Guerras pressupõem dinheiro e mais dinheiro, e assim a posse de dinheiro, a acumulação de metais nobres, torna-se uma mania e domina, como última conclusão de toda sabedoria, o pensamento e o juízo. (F. Braudel, citado em R. Kurz, "O colapso da modernização".) A política econômica predominante na época do Absolutismo ficou conhecida com o nome de mercantilismo, cujo maior expoente foi Colbert, ministro de Luís XIV, rei da França.
a) Além da política econômica que era estimulada por guerras, como demonstra o texto de Fernand Braudel, quais as características principais da economia mercantilista?
b) Em oposição às teorias mercantilistas, surgiram as teorias dos Fisiocratas e dos Liberais. Explique as idéias principais de cada uma dessas teorias econômicas.



resposta:


origem:Unesp-2003
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:(...) Considerando que para os senhores não é possível Nos pagarem um salário justo Tomaremos nós mesmos as fábricas Considerando que sem os senhores, tudo será melhor para nós. Considerando que os senhores nos ameaçam Com fuzis e canhões Nós decidimos: de agora em diante Temeremos mais a miséria que a morte. Considerando que o que o governo nos promete sempre Está muito longe de nos inspirar confiança Nós decidimos tomar o poder Para podermos levar uma vida melhor. Considerando: vocês escutam os canhões Outra linguagem não conseguem compreender Deveremos então, sim, isso valerá a pena Apontar os canhões contra os senhores! (Bertolt Brecht, "Os dias da Comuna".)
a) Esse poema de Brecht refere-se à chamada Comuna de Paris, de 1871. Como pode ser definida a inspiração política dos revolucionários de 1871?
b) Quais as principais medidas políticas e sociais tomadas pelos participantes da Comuna de Paris durante os cerca de três meses em que ela existiu?



resposta:


origem:Unesp-2003
tópico:
Historia

sub-grupo:Nazismo e Fascismo

pergunta:Sem a possibilidade que lhe foi dada de empregar homens de nível inferior, o Ariano nunca teria podido dar os primeiros passos na estrada que devia conduzi-lo à civilização; da mesma maneira que, sem a ajuda de certos animais que possuíam as qualidades necessárias, as quais soube domesticar, ele nunca se teria tornado senhor de uma técnica que lhe permite atualmente prescindir, pouco a pouco, da ajuda desses animais. O provérbio o Mouro fez o que devia fazer, o Mouro pode ir-se embora tem, infelizmente, um significado por demais profundo. (A. Hitler, Mein Kampf (Minha Luta).) Este texto, escrito por Adolf Hitler, explica parte de suas teorias racistas que eram também a base do regime nazista.
a) Quais as principais idéias da ideologia racista de Hitler e dos nazistas?
b) Como se pode relacionar o racismo nazista com a "teoria do espaço vital", ou seja, com o projeto de ampliação territorial e política?



resposta:


origem:Unesp-2003
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:A belle époque do começo do século XX acabou num período de caos sistêmico (1914-48), caracterizado por guerras, revoluções e pela crise profunda dos processos globais de acumulação de capital. É bem possível que a belle époque do final do século XX esteja para desembocar num período caótico, em muitos aspectos análogo (mas em outros aspectos bem diferente) ao período 1914-48. Se for o caso, o colapso do comunismo na Europa oriental será visto retrospectivamente como o final, não como o começo, de uma era de prosperidade e segurança para o Ocidente. O fato de o colapso do comunismo ter sido seguido imediatamente pela crise Iraque e Kuwait e a primeira recessão séria da economia americana desde 1982 sugerem que isso pode estar acontecendo. (G. Arrighi, "A desigualdade mundial na distribuição de renda e o futuro do socialismo".)
a) Que nome recebeu a guerra que teve início com a crise entre Iraque e Kuwait a que se refere o autor do texto?
b) Nas duas últimas décadas do século XX, imperou em muitos países do mundo um sistema político e econômico que ficou conhecido como neoliberalismo. Quais os princípios desse sistema?



resposta:


origem:Unesp-2003
tópico:
Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial

pergunta:Durante os últimos anos do século XVIII, o Brasil colonial foi abalado por diversas revoltas e insurreições em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e na Bahia. Essas revoltas e rebeliões se caracterizaram como questionadoras da ordem colonial em seus aspectos políticos, sociais e econômicos.
a) Como ficaram conhecidas as revoltas ocorridas no final do século XVIII em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e na Bahia?
b) Quais foram as duas grandes influências políticas e intelectuais dos revoltosos desse período?



resposta: