Questões de Literatura - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|
 

Questões Literatura

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufrn2004
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Um dos temas do livro "E aí?: cartas aos adolescentes e a seus pais", de Rubem Alves (1999), é o da leitura do texto literário. Afirma o cronista:

"Livros podem ser saborosos, embora a maioria dos adolescentes não acredite nisso (crônica 'Sobre o amigo')."

"Sou antropófago porque devoro livros. Como os livros porque são gostosos (crônica 'Sobre os livros')."

Esses fragmentos, no contexto do livro, indicam um ponto de vista que
a) relaciona literatura e culinária, com o intuito de comprovar um prazer maior da leitura frente ao do paladar.
b) relaciona o prazer da leitura com o prazer do paladar, com o intuito de aproximar o seu leitor do universo da literatura.
c) estabelece uma proximidade entre sabor e prazer, visando enfatizar a necessidade do estudo sistemático da literatura na escola.
d) estabelece uma proximidade entre o livro e a comida, visando à crítica ao hábito da leitura como simples passatempo.




resposta:[B]

vestibular Ufrs2004
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Considere as seguintes afirmações sobre a trilogia do "gaúcho a pé", de Cyro Martins.

I - Cyro Martins, despido do ufanismo gaúcho, insere suas personagens em um duplo espaço - na campanha e na cidade -, apontando para a falência da estrutura socioeconômica e cultural.
II - Em "Sem Rumo" e "Porteira Fechada", o autor centra sua temática na decadência do trabalhador rural, oprimido e sem perspectiva, representado por Chiru e João.
III - Em "Estrada Nova", com Ricardo, o caminho para o campo e a harmonia com os coronéis estão a indicar a retomada da prosperidade e da renovação social.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) I, II e III.



resposta:[D]

vestibular Ufrs2004
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Considere as afirmações abaixo.

I - Antonio Callado, autor de vários romances e peças de teatro, escreveu "Quarup", narrativa que mergulha nas profundezas da realidade brasileira pós-64.
II - Dalton Trevisan é autor de contos que exploram, através de personagens comuns, situações extraordinárias vivenciadas em cidades gaúchas.
III - Lygia Fagundes Telles é autora de narrativas, entre as quais "As Meninas" e "Seminário dos Ratos", que representam ficcionalmente a vivência urbana de personagens que se confrontam com o esvaziamento do sentido existencial.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.



resposta:[D]

vestibular Ufrs2004
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Assinale a alternativa INCORRETA sobre o "Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna.

a) João Grilo é a personagem principal que, por ser mais instruída e por não acreditar em religião, sobressai entre as demais.
b) A obra baseia-se em romances e histórias populares do Nordeste, dando expressão tanto à tradição cristã quanto às crenças mais ingênuas do povo.
c) Após a morte das personagens, a figura de Nossa Senhora intervém junto ao seu Filho e pede compaixão pelos pecados cometidos.
d) É um texto teatral de 1955, cuja temática central é a religiosidade brasileira, que serve de inspiração a uma história plena de peripécias.
e) Além da Compadecida e de outras entidades sobrenaturais, o texto põe em cena personagens da terra, como o padre, o bispo e Chicó.



resposta:[A]

vestibular Ufrs2004
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto abaixo, na ordem em que aparecem.

Rubem Fonseca é considerado por alguns críticos como um escritor ........., por focalizar, em diferentes textos, a ........ dos centros urbanos, nas ações dos ........., tal como acontece no conto ........ .

a) intimista - solidão - miseráveis - "Passeio Noturno"
b) realista - corrupção - ambientalistas - "Intestino Grosso"
c) brutalista - violência - delinqüentes - "Feliz Ano Novo"
d) pornográfico - corrupção - policiais - "Corações Solitários"
e) controvertido - violência - policiais - "Intestino Grosso"



resposta:[C]

vestibular Ufrs2004
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Assinale a alternativa INCORRETA sobre a obra de Luis Fernando Verissimo.

a) O analista de Bagé, personagem da obra homônima, usa métodos psicanalíticos pouco ortodoxos, como a "técnica do joelhaço".
b) Um dos processos mais originais na escritura de suas crônicas é o uso de palavras com sentido inesperado, o que provoca um efeito hilariante.
c) A personagem Ed Mort, freqüentador assíduo dos textos do autor, é uma versão aprimorada, quanto às técnicas detetivescas, do Agente 007, James Bond.
d) A velhinha de Taubaté, criação ficcional popular de Verissimo, caracteriza-se por viver na frente da televisão, acreditando piamente nas boas intenções dos governantes do país.
e) "O Marido do Dr. Pompeu", originalmente uma crônica de Verissimo que deu nome a um de seus livros, motivou a escrita de uma peça teatral com o mesmo título.



resposta:[C]

vestibular Ufrs2004
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Leia as afirmações abaixo sobre o escritor Moacyr Scliar.

I - Scliar iniciou sua carreira literária na segunda metade do século XX como ficcionista, escrevendo, ao longo de três décadas, inúmeros livros de contos e novelas; a partir dos anos 90, no entanto, deixou de lado a literatura para dedicar-se ao colunismo jornalístico, em "Zero Hora" e na "Folha de S. Paulo".
II - Um dos contos de Scliar, "Max" e os "Felinos" (1981), inspirou, recentemente, o escritor canadense Yann Martel a escrever um livro com o qual ganhou importante prêmio literário na Inglaterra, gerando uma polêmica sobre a prática de plágio.
III - Na novela "O Centauro no Jardim", uma das mais conhecidas de Scliar, a presença do fantástico, através da personagem Guedali Tratskovsky, metade homem e metade cavalo, pode ser interpretada como uma representação metafórica da divisão do ser humano, na busca de sua identidade.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.



resposta:[D]

vestibular Fuvest2005
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Neste excerto, o narrador do conto "São Marcos" expõe alguns traços de estilo que correspondem a características mais gerais dos textos do próprio autor, Guimarães Rosa. Entre tais características só NÃO se encontra
a) o gosto pela palavra rara.
b) o emprego de neologismos.
c) a conjugação de referências eruditas e populares.
d) a liberdade na exploração das potencialidades da língua portuguesa.
e) a busca da concisão e da previsibilidade da linguagem.



resposta:[E]

vestibular Fuvest2005
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Comparando-se as concepções relativas à natureza presentes no excerto de Guimarães Rosa com as que se manifestam nos poemas de Alberto Caeiro, verifica-se que em Rosa, ............, ao passo que, em Caeiro, ............
Mantida a seqüência, os espaços pontilhados podem ser preenchidos corretamente pelo que está em:
a) a observação da natureza provoca um desejo de nomeação e até de invenção lingüística / o ideal seria o de que os elementos da natureza valessem por si mesmos, sem nome nenhum.
b) a natureza é pura exterioridade, desprovida de alma / ela é um ente animado, dotado de interioridade e personalidade.
c) a natureza vale por seus aspectos estéticos e simbólicos / ela tem valor prático e utilitário, ou seja, é valorizada na medida em que, transformada pela técnica, serve para suprir as necessidades humanas.
d) a relação com a natureza é pessoal e até íntima / a natureza apresenta caráter hostil e, mesmo, ameaçador.
e) a natureza é misteriosa e indecifrável / ela é portadora de uma mensagem mística que o homem deve decifrar servindo-se dos instrumentos da Razão.



resposta:[A]

vestibular Ita2005
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:O poema a seguir faz parte do livro "Rosácea" (1986), da escritora Orides Fontela. Leia-o atentamente.

Lembretes
É importante acordar
a tempo

é importante penetrar
o tempo

é importante vigiar
o desabrochar do destino.
(FONTELA, Orides. "Trevo" (1969-1988). São Paulo: Duas Cidades, 1988.)

a) Em cada estrofe, a escritora nos lembra de algo importante acerca da vida humana. Explique, a que atitudes, comportamentos ou momentos da existência a escritora se refere em cada uma das três estrofes do poema.

b) A seqüência dos "lembretes" torna-se complexa ao longo do poema por meio de metáforas cada vez mais abstratas. Aponte qual o possível significado metafórico da expressão "vigiar / o desabrochar do destino", na última estrofe.



resposta:a) 1 estrofe: representa a juventude.
2 estrofe: representa a idade adulta.
Última estrofe: representa a velhice.

b) A expressão "vigiar o desabrochar do destino" equivale a "acompanhar consciente o seu próprio fim", ou seja, a expectativa da morte.

vestibular Uff2005
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:A justificativa da vida humana em si, como o que é mais importante do que qualquer outra consideração, aparece no fragmento do poema de Jorge de Sena. Trata-se de um tema recorrente na poesia contemporânea. Assinale a opção em que, como no fragmento do poema de Jorge de Sena, esta justificativa aparece mais claramente.
a) Homem que é forte
Não teme da morte;
Só teme fugir;
No arco que entesa
Tem certa uma presa,
Quer seja tapuia,
Condor ou tapir.
Gonçalves Dias

b) A vida é tempo perdido.
O que se ganha é bem pouco.
Que vale ao morto o vivido?
Que vale ao vivo, tampouco?
Dante Milano

c) E não há melhor resposta
que o espetáculo da vida:
vê-la desfiar seu fio,
que também se chama vida
João Cabral de Melo Neto

d) Hoje me libertei, povo oprimido
E por ti viverei meu ódio forte
Nesse misterioso amor perdido.
Vinícius de Morais

e) Oh! Quando te fitei sedento e louco,
Teu olhar que meus olhos alumia,
Eu não sei se era vida o que minh'alma
Enlevava de amor e adormecia!
Álvares de Azevedo



resposta:[C]

vestibular Ufg2005
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:"Pomba enamorada ou uma estória de amor", texto que dá título à coletânea de Lygia Fagundes Telles, está inserida na linha do conto contemporâneo porque apresenta
a) personagens criadas por leis que asseguram a relação de causa e efeito.
b) falta de linearidade na seqüência em que os eventos são narrados.
c) elementos de comicidade que estão imbricados na ação dramática.
d) narrador intruso que confirma os ideais da protagonista.
e) histórias secundárias que se encaixam na história principal.



resposta:[C]