Questões de Literatura - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|
 

Questões Literatura

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Uepg2008
tópico:Literatura

sub-grupo:Realismo/Naturalismo/Parnasianismo
pergunta:Assinale o que for correto a respeito do livro "Luzia-Homem", de Domingos Olímpio.
(01) No romance, Luzia integra um grupo de retirantes, e sua figura forte e personalidade marcante se destacam no bordel em que ela é obrigada a trabalhar.
(02) A obra tematiza a violência e o sadismo que caracterizam a literatura naturalista.
(04) Há nuanças da estética barroca na descrição, rica em detalhes, das paisagens e da aridez da seca.
(08) Explora a duplicidade da personagem principal, que apresenta aparência frágil e é de pouca beleza, mas cuja força é descomunal.
(16) Entre os problemas sociais causados pela seca, denunciados no romance, está a degradação dos valores humanos e familiares, provocada pelas péssimas condições de vida.



resposta:2 + 16 = 18

vestibular Uepg2008
tópico:Literatura

sub-grupo:Realismo/Naturalismo/Parnasianismo
pergunta:Sobre a poesia parnasiana, assinale o que for correto.
(01) Acima de todas as características do Parnasianismo ressalta o primado da emoção e a aparente rejeição do racionalismo.
(02) A poesia parnasiana é um ritual mágico, uma combinação alquímica de palavras de outras dimensões de existência, uma simbiose do som e do sentido.
(04) A ênfase formalista do estilo parnasiano levou-o a desprezar o assunto em função da supervalorização da técnica e, portanto, separar o sujeito criador de seu objeto criado.
(08) A ênfase na característica formal induz a associação mais analógica do que lógica entre as palavras e permite a criação do poema-prosa.
(16) O fazer artístico fundamenta-se na "transpiração", ou seja, no cuidado com a linguagem, a forma, a lapidação e o refinamento do texto.



resposta:4 + 16 = 20

vestibular Uepg2008
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:Texto I
Vinte anos! derramei-os gota a gota
Num abismo de dor e esquecimento...
De fogosas visões nutri meu peito...
Vinte anos!... não vivi um só momento!
Contudo, no passado uma esperança!
Tanto amor e ventura prometia,
E uma virgem tão doce, tão divina
Nos sonhos junto a mim adormecia!...
Alvarez de Azevedo

Texto II
Tenho 33 anos e uma gastrite
Amo a vida
Que é cheia de crianças, de flores
e mulheres, a vida
esse direito de estar no mundo,
ter dois pés e mãos e uma cara
e a fome de tudo, a esperança
Ferreira Gullar

Com referência aos dois poemas, assinale o que for correto.
(01) O "eu-lírico" se pronuncia em primeira pessoa do singular nos dois poemas.
(02) Alvarez de Azevedo poetiza figuras e imagens retiradas do cotidiano mais banal, criando uma contraparte crítica e bemhumorada à sua poesia melancólica.
(04) No poema 1, enfatiza-se o individualismo, e o "eu-lírico" não consegue ir para além de suas visões e desejos; no poema 2, enfatiza- se o coletivo, e o "eu-lírico" se integra no mundo.
(08) Ferreira Gullar poetiza a vida e se solidariza com seus semelhantes.



resposta:1 + 4 + 8 = 13

vestibular Uepg2008
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Com referência ao texto poético a seguir ("Caprichos e Relaxos"), de autoria de Paulo Leminski, como também a respeito de sua obra como um todo, assinale o que for correto.

cansei da frase polida
por anjos de cara pálida
palmeiras batendo palmas
ao passarem paradas
agora eu quero a pedrada
chuva de pedras palavras
distribuindo pauladas.

(01) O lirismo reflexivo de Leminski nos impulsiona para a leitura intertextual dos seus versos; percebemos que a partir da linguagem se auto-referencia em uma atitude crítica diante do mundo.
(02) A metalinguagem constitui um traço marcante desse poeta; ao mesmo tempo que elabora a poesia, discute o fazer poét ico.
(04) Leminski indica que não quer ser formal, polido, bater palmas para o nacionalismo/militarismo ("paradas"); prefere a verdade das "pedras palavras".
(08) A inquietude do autor diante dos movimentos com os quais travou diálogo - concretismo, poesia marginal, poesia oriental e tropicalismo - e nos quais nunca se fixou, revela a atitude de alguém que procurava sua própria direção no espaço literário.



resposta:1 + 2 + 4 + 8 = 15