Banco de dados de questões do vestibular Ita
questões de vestibulares
|
 

Questões Ita

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ita2001
tópico:
Literatura

sub-grupo:Teoria Literária

pergunta:Algumas obras de ficção retratam um contexto urbano, sendo por isso consideradas crônica de costumes. É, por exemplo, o caso de obras dos seguintes autores:
a) Antônio de Alcântara Machado; Manuel Antônio de Almeida; Joaquim Manuel de Macedo; Lima Barreto.
b) Antônio de Alcântara Machado; Manuel Antônio de Almeida; Joaquim Manuel de Macedo; Graciliano Ramos.
c) Manuel Antônio de Almeida; Joaquim Manuel de Macedo; Lima Barreto; Mário de Andrade.
d) Antônio de Alcântara Machado; Joaquim Manuel de Macedo; Lima Barreto; Graciliano Ramos.
e) Manuel Antônio de Almeida; Joaquim Manuel de Macedo; Mário de Andrade; Antônio de Alcântara Machado.



resposta:
[A]

origem:Ita2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Na frase abaixo, extraída do texto publicitário de um conceituado restaurante, há uma palavra cujo significado contraria o efeito de sentido esperado.

A nossa meta de atendimento é eficiência e cortesia.

a) Localize a palavra e explique por que ela contraria o objetivo publicitário do texto.

b) Escreva uma frase semelhante, mas que produza o efeito de sentido esperado nesse texto publicitário.



resposta:
a) Contraria a idéia, pois faz pressupor que o restaurante seria o objeto; e não o sujeito da ação de atendimento, ou seja, que os proprietários do restaurante, não os seus clientes, fossem atendidos em seus interesses com eficiência e cortesia.

b) "A nossa meta é atender com eficiência e cortesia"

origem:Ita2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Leia o texto seguinte:

Antes de começar a aula - matéria e exercícios no quadro, como muita gente entende -, o mestre sempre declamava um poema e fazia vibrar sua alma de tanta empolgação e os alunos ficavam admirados. Com a sutileza de um sábio foi nos ensinando a linguagem poética mesclada ao ritmo, à melodia e a própria sensibilidade artística. Um verdadeiro deleite para o espírito, uma sensação de paz, harmonia. (Osório, T. Meu querido professor. "Jornal Vale Paraibano", 15/10/1999.)

a) Qual a interpretação que pode ser dada à ausência da crase no trecho "a própria sensibilidade artística"?

b) Qual seria a interpretação caso houvesse a crase?



resposta:
a) Com a ausência da crase faz com que o termo "a própria sensibilidade artística" funcione como objeto direto do verbo "ensinar".

b) Com a crase no termo "a própria sensibilidade artística", faz com que funcione como complemento nominal do adjetivo "mesclada".

origem:Ita2001
tópico:
comunicacao

sub-grupo:

pergunta:Leia o texto seguinte:

Sítio Bom Jardim apresenta Forró Sertanejo com a banda Casa Nova, no dia 30 de outubro, a partir das 21 horas. Mulher acompanhada até 24 horas não paga. Venha e participe desta festa. ("Jornal Vale ADCS", out./1999, adaptado.)

a) Localize o trecho em que há ambigüidade.

b) Aponte duas interpretações possíveis para esse trecho, considerando o contexto.



resposta:
a) A ambigüidade encontra-se no trecho: "Mulher acompanhada até 24 horas não paga".

b) As duas interpretações possíveis são:
1 - mulher não paga se entrar acompanhada até a meia-noite;
2 - mulher não paga se estiver acompanhada por um período de 24 horas.
Observação: a interpretação é muito improvável.

origem:Ita2001
tópico:
comunicacao

sub-grupo:

pergunta:O texto abaixo, da seção "Saúde" do Suplemento de março/2000, do Caderno Regional Folha Vale, "Folha de S. Paulo", faz parte de uma série de recomendações para relaxamento dos olhos

- Lubrificantes oculares gelados também são muito eficientes, mas só quando prescritos por um oftalmologista.
- Importante: não jogue água boricada dentro do olho, pois isto causa irritação. Ela deve ser usada apenas para limpeza externa ou como compressa gelada.

a) Localize, no texto, o trecho em que há um problema de coerência.

b) Reescreva o trecho de modo a torná-lo coerente.



resposta:
a) O trecho que apresenta problema de coerência é: "são muito eficientes, mas só quando prescritos por um oftalmologista".

b) "Lubrificantes oculares gelados também são muito eficientes, mas não devem ser usados sem a prescrição de um oftalmologista"

origem:Ita2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Leia o texto a seguir.

No novo catecismo das empresas, um "trainee" deve ter as mesmas qualidades dos diretores e gerentes, que por sua vez precisam saber ouvir e usar a lnternet como os "trainees", que precisam ter a mesma disposição de se superar do presidente, que precisa trabalhar com equipes do mesmo jeito que os trainees, gerentes e diretores, e vice-versa.
("Você", n¡. 10, abril/1999, adaptado.)

a) Aponte duas propriedades do texto que contribuem para o efeito do sentido circular.

b) O termo "vice-versa" é necessário no contexto em que aparece? Por quê?



resposta:
a) A circularidade semântica está no uso abusivo do pronome relativo "que", da repetição do pronome "mesmo", da reiteração da conjunção "como" e da organização em "quiasmo" (x-y:y-x).

b) Não, o "vice-versa" é redundante, pois a relação de circularidade por ele proposta já se encontra explicitamente formulada.

origem:Ita2001
tópico:
comunicacao

sub-grupo:

pergunta:Leia o texto seguinte:

A aposentada A. S., 68, tomou na semana passada uma decisão macabra em relação ao seu futuro. Ela pegou o dinheiro de sua aposentadoria (um salário mínimo) e comprou um caixão.
A. mora com a irmã, M. F., 70, que também é aposentada. Elas não têm parentes. A. diz que está investindo no futuro. Sua irmã a apóia. A. também comprou a mortalha - roupa que quer usar quando morrer. O caixão fica guardado na sala da casa. (Aposentada compra caixão para o futuro. "Folha de S. Paulo", 22/8/1992, adaptado.)

a) Localize um trecho que revela ironia.

b) Explique como se dá esse efeito de ironia.



resposta:
a) A ironia está em "A. diz que está investindo no futuro"

b) O "futuro" expressa a idéia de "vida vindoura"; no trecho, refere-se à "morte".

origem:Ita2001
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Leia o texto seguinte:

Levantamento inédito com dados da Receita revela quantos são, quanto ganham e no que trabalham OS RICOS BRASILEIROS QUE PAGAM IMPOSTOS. (...)
Entre os nove que ganham mais de 10 milhões por ano, há cinco empresários, dois empregados do setor privado, um que vive de rendas. O outro, QUEM DIRIA, é servidor público. ("Veja", 12/7/2000.)

a) A ausência de vírgula no trecho em destaque, no primeiro parágrafo, afeta o sentido? Justifique.

b) Por que o emprego da vírgula é obrigatório no trecho em destaque, no segundo parágrafo? O que esse trecho permite inferir?



resposta:
a) Sim, pois com a ausência de vírgula faz-se a seguinte leitura: "são todos os ricos brasileiros e todos eles pagam impostos". Com a presença da vírgula, tem-se que somente dos ricos brasileiros que pagam impostos".

b) No trecho "quem diria" é obrigatório o uso da vírgula, pois funciona como uma intromissão do jornalista; uma expressão de surpresa diante de fato inusitado.

origem:Ita2001
tópico:
comunicacao

sub-grupo:

pergunta:O poema a seguir caracteriza-se pelo tom de humor:

O capoeira

- Quê apanhá sordado?
- O quê?
- Quê apanhá?
Pernas e cabeças na calçada.

(Andrade, Oswald de. "Pau-Brasil". São Paulo: Globo, 1998.)

a) Aponte uma característica do texto responsável pelo efeito de humor. Justifique.

b) Qual a importância do título para a interpretação do poema? Justifique.



resposta:
a) A imagem final "pernas e cabeças na calçada" tem o efeito-surpresa de uma boa piada. Além disso, o registro ("caipira") utilizado por um dos interlocutores dá o tom humorístico ao diálogo.

b) O título "O capoeira" evidencia o "herói" da curta narrativa. Aqui, o capoeira (o infrator) vence "o sordado" (o homem da lei); uma presença da figura do anti-herói, característica do modernismo.

origem:Ita2001
tópico:
Literatura

sub-grupo:Romantismo

pergunta:Leia os textos seguintes:

(1)

(...)
Minha terra tem palmeiras
Onde canta o sabiá;
As aves que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.
(...)
(Dias, Gonçalves. "Poesias completas". São Paulo: Saraiva, 1957.)


(2)

lá?
ah!

Sabiá...
papá...
maná...
Sofá...
sinhá...

cá?
bah!

(Paes, J. P. "Um por todos. Poesia reunida." São Paulo: Brasiliense, 1986.)

a) Aponte uma característica do texto (1) que o filia ao Romantismo e uma do texto (2) que o filia ao Concretismo.

b) É possível relacionar o texto (2) com o (1)? Justifique.



resposta:
a) Em (1), Gonçalves Dias ilustra em seu poema a nostalgia da pátria e a idealização da natureza. Em (2), a estrutura frasal é minimizada, elaborada através do jogo de partículas sonoras e semânticas reduzidas, o que filia J. Paulo Paes ao Concretismo.

b) Sim, pois o texto 2 funciona como uma paródia do texto 1. A temática refere-se à pátria e os elementos da natureza.

origem:Ita2001
tópico:
Redacao

sub-grupo:Dissertação

pergunta:INSTRUÇÕES PARA REDAÇÃO

Redija uma dissertação (em prosa, de aproximadamente 25 linhas) sobre o tema:

A ocasião faz o ladrão?

Para elaborar sua redação, você poderá valer-se, total ou parcialmente, dos argumentos contidos nos excertos a seguir, refutando-os ou concordando com os mesmos. NÃO OS COPIE. (Dê um título ao seu texto. A redação final deve ser feita com caneta azul ou preta.)

1) (...) muito se reclama no Brasil da corrupção pública, que vai do guardinha de trânsito ao deputado federal. A corrupção privada, no entanto, é igualmente difusa e danosa, embora ninguém pareça escandalizar-se demais com ela. Quando vou ao Brasil, freqüento jornalistas, cineastas, publicitários, e é impressionante a quantidade de histórias de corrupção privada que eles têm a contar. Na maior parte dos casos, são atravessadores que faturam uma bonificação para cada transação comercial que executam. Acredito que em outros campos de trabalho se verifiquem fatos análogos. Se, em vez de jornalistas, cineastas e publicitários, eu freqüentasse fabricantes de parafusos ou importadores de máquinas agrícolas, acho que acabaria ouvindo o mesmo número de histórias de corrupção. (Diogo Mainardi. "Veja", 5/7/2000.)

2) No Brasil uma pessoa já é considerada honesta apenas porque é medíocre em sua desonestidade. (Millôr Fernandes. "Folha de S. Paulo", 30/7/2000.)

3) Não há povos mais ou menos predispostos à desonestidade. Há sim, sistemas mais permissivos, mais frouxos, mais corruptos, nos quais ela encontra terreno fértil para plantar suas raízes profundas - o que estaria ocorrendo no Brasil. ("Isto É", 20/5/1992.)

4) Os excertos a seguir foram extraídos da matéria "O bloco dos honestos", publicada em "Isto É" de 20/5/1992, e adaptados. (A moeda na época era o Cruzeiro.)

G.B.P. - Funcionária do Metrô de São Paulo

- Salário mensal de Cr$ 640 mil; entre suas funções recolhe roupas doadas para os pobres.
- Trabalhando solitariamente numa sala, encontrou US$ 400* no bolso de um casaco que lhe foi entregue.
- Passou o dinheiro a seu chefe, que aguarda o verdadeiro dono.

(*) US$ 400 correspondia a um pouco mais que o dobro do salário da funcionária, na época.

C.A. - Camareira de hotel

- Ganha mensalmente Cr$ 390 mil, trabalhando 10 horas por dia.
- Entrega à gerência dólares, relógios e jóias esquecidos pelos hóspedes.
- Sua receita para a honestidade é "não dar chance à tentação".

H. H. F. - Fiscal Aduaneiro

- Cr$ 3 milhões de salário mensal, fiscalizando a fronteira Brasil-Paraguai.
- Por suas mãos passam diariamente US$10 milhões em guias de exportação.
- lrredutível, declara: "A corrupção não compensa, tampouco constrói".

J.A.S. - Engenheiro

- Salário de Cr$ 2 milhões por mês, examinando loteamentos fora da lei. Já interditou mais de 60 empreendimentos imobiliários irregulares.
- Diz que o menor diálogo com "a pilantragem termina em corrupção".



resposta:
Dissertação.

origem:Ita2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Leia abaixo a tira de Luís Fernando Veríssimo, publicada no jornal "O Estado de S. Paulo" de 16/7/2000, e explique como se dá o efeito cômico.


resposta:
O efeito cômico encontra-se na última frase: "Lava as mãos antes de vir para a mesa". A situação é que o marido estava lendo "as notícias do Brasil", e a mulher solicita-lhe que lave as mãos, mas não pelo papel jornal, e sim pelo conteúdo das "notícias do Brasil": imoralidade, corrupção...