Banco de dados de questões do vestibular Ufc
questões de vestibulares
|
 

Questões Ufc

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ufc1999
tópico:
Literatura

sub-grupo:Romantismo

pergunta:Leia o trecho a seguir, extraído de um comentário feito por Mário de Andrade, a respeito do livro MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS:

"Conhecera e prezava muito a Maneco Almeida, o qual antes de subir para a redação, procurava o ex-sargento, puxava-lhe da língua, armazenava casos e costumes do bom tempo antigo, pra passá-los nos seus folhetins."

Com base nas pistas textuais presentes nos períodos abaixo, identifique as três informações que, no texto original, antecedem ao trecho lido e as duas que o seguem. Em seguida, preencha com (A1), (A2) e (A3) os parênteses das informações que antecedem a este trecho, obedecendo à seqüência em que aparecem, e com (D1) e (D2) os parênteses das informações que, também na seqüência, devem vir depois do trecho transcrito.
( ) E assim ficamos sabendo que Manuel Antônio de Almeida, além de leituras possíveis, tinha um ótimo informante dos casos de polícia e gente sem casta ou sem lei que expõe no seu romance.
( ) Dando baixa, se passara para o emprego nos jornais.
( ) A obra narra as memórias de um sargento de milícias, o português Antônio César Ramos que viera como soldado para a Guerra da Cisplatina, em 1817, o Regimento de Bragança.
( ) Tudo isto o César relatara ao colega jornalista Melo Morais Filho, que por sua vez tudo reporta nos "Fatos" e "Memórias".
( ) Depois chegara a sargento de milícias, ainda na Colônia, sob o mando do major Vidigal.



resposta:
De cima para baixo, a resposta é: D2, A3, A1, D1, A2

origem:Ufc1999
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:As frases a seguir foram retiradas do livro que serviu de base à prova. Leia-as, observando o uso do "se" e faça o que se pede a seguir.

I - "Voltou-se, nada viu..." (p. 97)
II - "certos movimentos de impaciência que de vez em quando se lhe podiam observar" (p. 97)
III - "sentou-se sobre umas pedras" (p. 97)
IV - "Saíra de casa na ocasião de pôr-se a mesa" (p. 97)
V - "foi convidado a servir-se de alguma coisa do que ainda havia" (p. 97)

a) Complete as lacunas do período.

A frase do item ____________ não admite, no mesmo contexto, reconstrução sem a partícula SE. Todas as outras podem ser construídas sem o SE, mas somente na frase _______________, o significado se mantém o mesmo. Em algumas frases, a construção pronominal, o agente não pode aparecer. Isso ocorre em _____________ em que o SE é classificado como ___________.

b) Considere agora apenas os itens em que a mudança para uma construção não-pronominal altera o significado. Escolha o verbo de um desses itens e produza uma frase em que ele seja empregado não-pronominalmente.



resposta:
a) A frase do item V não admite, no mesmo contexto, reconstrução sem a partícula SE. Todas as outras podem ser construídas sem o SE, mas somente na frase III, o significado se mantém o mesmo. Em algumas frases, a construção pronominal, o agente não pode aparecer. Isso ocorre em II e IV em que o SE é classificado como pronome apassivador.

b) Ele voltou ontem.
Admite-se o uso dos verbos das frases I, II, IV e V, uma vez que, nesses itens a mudança para a construção não-pronominal altera o significado, senão do verbo, da frase.

origem:Ufc1999
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Leia os fragmentos a seguir, observando a idéia básica das expressões maiúsculas; a seguir, unindo um radical que está na árvore com outro que esteja numa das folhas caídas, crie, para cada item, uma palavra composta que traduza a mesma idéia básica de cada expressão destacada. Para tanto, não se preocupe com a obediência às regras de formação de palavras.

a) "o menino tem PARA A REZA, E EM GERAL PARA TUDO QUANTO DIZ RESPEITO À RELIGIÃO, UMA AVERSÃO DECIDIDA;" (p.36)
b) "o pequeno lançou do seu lugar à vizinha um OLHAR FULMINANTE (...)" (p.55)
c) "pior do que um inimigo é um MAU AMIGO." (p.138)
d) "Não tenham medo de mim, que não sou nenhum PAPA-CRIANÇAS" (p.99)
e) "REMÉDIO AOS MALES" (título do cap.XXX, p.96)


resposta:
a) eclésiafobia (ECLÉSIA: igreja; FOBIA: medo, horror, aversão).

b) oftalmocida ou cidaoftalmo (OFTAMO: olho; CIDA: que mata).

c) cacófilo ou filocaco (CACO: mau; FILO: amigo).

d) pedófago ou fagópedo (PEDO: criança; FAGO: que come).

e) drogapatia ou patodroga (DROGA: remédio; PATO: mal, sofrimento).

origem:Ufc2000
tópico:
Literatura

sub-grupo:Realismo/Naturalismo/Parnasianismo

pergunta:Avalie as informações constantes do quadro a seguir.

Marque a alternativa que avalia corretamente tais afirmações.
a) A afirmação 1 acerta quanto à classificação da obra e erra quanto à escola literária.
b) A afirmação 2 erra quanto à escola a que pertence a obra e acerta nos dados do autor.
c) A afirmação 3 acerta quanto à classificação da obra e quanto aos dados do autor.
d) A afirmação 1 erra quanto à classificação da obra e acerta quanto aos dados do autor.
e) A afirmação 4 acerta quanto à classificação do romance e quanto à escola literária.


resposta:
[B]

origem:Ufc2000
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Quanto à relação que as mulheres têm com o trabalho, é correto afirmar:
a) Helena administra a economia familiar e se dedica aos afazeres próprios das moças solteiras.
b) lsaura é forçada ao trabalho escravo, porque possui os dotes físicos e morais de uma branca.
c) Luzia mantém o ofício de boiadeira, para agradar ao amado e custear os remédios da mãe viúva.
d) Senhora divide a administração da fazenda com Xavinha, caracterizando assim o matriarcado.
e) Dôra recorre ao trabalho de atriz, como meio de assegurar sua autonomia e sua realização pessoal.



resposta:
[E]

origem:Ufc2000
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Dentre os traços da educação feminina, é correto afirmar:
a) Luzia se instrui em edificação civil e constrói uma cadeia pública.
b) Helena domina as artes de conversar e de tratar as pessoas sem distinções.
c) Dôra recebe aulas de sua mãe sobre como lidar com trabalhadores sertanejos.
d) lsaura adota os modos culturais dos senhores, mantendo a consciência de escrava.
e) Helena e Doralina dedicam-se ao cultivo das artes, para ascenderem socialmente.



resposta:
[D]

origem:Ufc2000
tópico:
Literatura

sub-grupo:Romantismo

pergunta:Quanto às relações de ordem social, é correto afirmar que em:
a) DÔRA, DORALINA, o incesto é legalmente punido com a morte.
b) HELENA, as leis obrigam os familiares a aceitarem os filhos naturais.
c) A ESCRAVA ISAURA, os feitores regulam o matrimônio entre escravos.
d) HELENA, o incesto é aceito quando a relação dos amantes é de ordem social.
e) LUZIA-HOMEM, insinuações e intrigas controlam a sexualidade dos indivíduos.



resposta:
[E]

origem:Ufc2000
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Leia as declarações a seguir.

I. A narradora é também a protagonista, pois participa da ação e expõe os fatos de acordo com seu ponto de vista.
II. A visão subjetiva e o estado emocional da protagonista, em cada situação vivida, conduzem o encadeamento das ações.
lII. O tempo se divide em dois planos básicos: o presente dos fatos enquanto acontecem; o passado rememorado por toda a narrativa.

Assinale a alternativa correta.
a) I aplica-se a HELENA.
b) II refere-se a A ESCRAVA ISAURA.
c) III caracteriza LUZIA-HOMEM.
d) I e III são pertinentes a DÔRA, DORALINA.
e) I, II e III encontram-se nos quatro romances.



resposta:
[D]

origem:Ufc2000
tópico:
Literatura

sub-grupo:Romantismo

pergunta:Numere a 1 coluna de acordo com a 2, associando os textos transcritos, às propriedades estilísticas da linguagem.

1 COLUNA
( ) HELENA
( ) LUZIA-HOMEM
( ) DÔRA, DORALÍNA
( ) A ESCRAVA ISAURA

2 COLUNA
(1) Descrição com expressiva desordem, que se reflete na estruturação sintática.
(2) Descrição repleta de imagens metafóricas e símbolos, para ressaltar as emoções.
(3) Narração que incorpora o discurso direto e sublinha o ponto de vista do observador.
(4) Relato em primeira pessoa, de caráter memorialista e escrito com marca de oralidade.
(5) Análise comedida do caráter, que destaca as nuanças psicológicas da convivência social.

A seqüência correta é:
a) 5 - 1 - 4 - 2.
b) 3 - 5 - 1 - 4.
c) 1 - 3 - 2 - 5.
d) 2 - 4 - 3 - 1.
e) 4 - 2 - 5 - 3.



resposta:
[A]

origem:Ufc2000
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Verbos - tempo e modo

pergunta:Numere os parênteses das frases a seguir, de acordo com os números que indicam os aspectos verbais, discriminados a seguir

I. Ação não-realizada
II. Início da ação
III. Repetição da ação
IV. Desenvolvimento da ação
V. Término da ação.

( ) lsaura ESTAVA TOCANDO, enquanto Álvaro a elogiava.
( ) O pai de Luzia TORNOU A ELOGIÁ-LA para todos que a viam.
( ) Helena FICOU DE CANTAR para o conselheiro, mas não teve oportunidade.
( ) No sertão, Dôra PASSOU A SE PREOCUPAR com luto.

A numeração correta é:
a) II - IV - V - III.
b) IV - II - III - V.
c) III - IV - I - II.
d) IV - III - I - II.
e) II - III - V - IV.



resposta:
[D]

origem:Ufc2000
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Com as expressões destacadas na passagem: "Vejam, rapaziada!... Isto não é uma rapariga, é UM HOMEM COMO TRINTA, O MEU BRAÇO DIREITO, UMA PRENDA QUE DEUS ME DEU..." (texto 1), o pai de Luzia lhe atribui, respectivamente, as características de:
a) corajosa - indolente - estimável.
b) produtiva - impiedosa - impotente.
c) audaciosa - indispensável - valiosa.
d) indomável - poderosa - invencível.
e) obstinada - detestável - perigosa.



resposta:
[C]

origem:Ufc2000
tópico:
Fonetica

sub-grupo:

pergunta:Considerando que, na passagem a seguir, os sons das palavras se correlacionam ao sentido que estas traduzem no contexto, avalie as seguintes afirmações, quanto ao segmento destacado.
"SENTIA AINDA ZUMBIR O VENTO NOS OUVIDOS, QUANDO, EM DESAPODERADA CARREIRA, o castanho perseguia, através dos campos em flor, as novilhas lisas ou os fuscos barbatões, que espirravam dos magotes;" (texto 1)

I . Os fonemas nasais em alternância sugerem o barulho dos cascos do cavalo no pasto.
II. A insistência nos fonemas sibilantes conjugada à nasalidade das vogais evoca o barulho do vento.
III. O ritmo da corrida do cavalo é sugerido em "desapoderada" por sons oclusivos e alternância de vogais abertas/fechadas.
IV. A palavra "sentia" é fonologicamente motivada, uma vez que seu significado se correlaciona à pronúncia de seus fonemas.

Estão corretas as afirmações contidas na alternativa:
a) I e II.
b) II e III.
c) I e lII.
d) I e IV.
e) IV e II.



resposta:
[B]