Banco de dados de questões do vestibular
questões de vestibulares
|
 

Questões Ufscar

REF. Pergunta/Resposta
origem:UFSCar
tópico:
Genética

sub-grupo:

pergunta:O exame de um epitélio e do tecido nervoso de um mesmo animal revelou que suas células apresentam diferentes características.
Isso ocorre porque a) as moléculas de DNA das duas células carregam informações diferentes.
b) os genes que estão se expressando nas duas células são diferentes.
c) o mecanismo de tradução do RNA difere nas duas células.
d) o mecanismo de transcrição do DNA nas duas células é diferente.
e) os RNA transportadores das duas células são diferentes.


resposta:É importante lembrar de que todas as células do corpo de uma pessoa possuem os mesmos genes, uma vez que todas elas são derivadas de uma mesma célula inicial – o zigoto.
Contudo, os genes que expressam em algum tipo celular podem não ser os mesmos que estão se expressando em outro tipo celular, o que confere as diferenças entre as células.
Resp: B

origem:UFSCar
tópico:
citologia

sub-grupo:

pergunta:Na tabela, estão assinaladas a presença (+) ou ausência (–) e alguns componentes encontrados em três diferentes tipos celulares (A, B e C).
COMPONENTES TIPOS CELULARES
 
A
B
C
Envoltório nuclear
+
-
+
Ribossomos
+
+
+
Mitocôndrias
+
-
+
Clorofila
-
+
+
Retículo endoplasmático
+
-
+

A, B e C pertenceriam, respectivamente, a organismos
a) eucariotos heterótrofos, procariotos heterótrofos e procariotos autótrofos.
b) eucariotos autótrofos, procariotos autótrofos e eucariotos autótrofos.
c) procariotos heterótrofos, eucariotos heterótrofos e eucariotos autótrofos.
d) procariotos autótrofos, eucariotos autótrofos e eucariotos heterótrofos.
e) eucariotos heterótrofos, procariotos autótrofos e eucariotos autótrofos.


resposta:Observa-se, na tabela, que a célula B não possui envoltório nuclear; logo, trata-se de uma célula procariota autótrofa, pois, possui clorofila.
O tipo A refere-se a uma célula eucariota heterótrofa, pois, não possui clorofila.
Já o tipo celular C é eucarioto autótrofo.
Resp.
: E

origem:UFSCar
tópico:
Microbiologia

sub-grupo:

pergunta:Há quatro anos o Brasil dava sinais de que tinha conseguido conter a malária.
No ano passado, o número de infecções voltou à casa dos 600.000.
A ocupação de igarapés por favelas levou ao represamento da água nesses braços do rio, transformando-a em criadouro de mosquitos.
(Veja, maio de 2006. Adaptado.) Uma das principais medidas para prevenir a malária consiste na eliminação de criadouros de mosquitos pois, conseqüentemente, evita-se a) a reprodução do agente viral.
b) a transmissão do agente bacteriano.
c) a transmissão do protozoário causador da doença.
d) a transmissão do vírus causador da doença.
e) a reprodução do agente bacteriano.


resposta:A malária é causada por um protozoário (Plasmodium), o qual é transmitido ao homem pela picada do mosquito Anopheles.
Resp.
: C

origem:UFSCar
tópico:
zoologia

sub-grupo:

pergunta:Um biólogo encontra uma nova espécie animal de aspecto vermiforme.
A princípio, fica em dúvida se este é um representante do Filo Annelida ou Nematoda.
Para decidir entre as duas opções, você recomendaria que ele examinasse a presença de a) simetria bilateral.
b) segmentação corporal.
c) sistema circulatório aberto.
d) sistema digestivo completo.
e) sistema nervoso difuso.


resposta:Dentre os itens apresentados, a segmentação corporal pode ser usada como critério de separação entre anelídeos e nemátodos.
A segmentação está presente nos anelídeos e ausente nos nemátodos.
Resp.
: B

origem:UFSCar
tópico:
Fisiologia

sub-grupo:

pergunta:As temperaturas corporais de um felino e de uma serpente foram registradas em diferentes condições de temperatura ambiental.
Os resultados estão apresentados na tabela.
Temperatura (ºC) ambiente felino serpente 10 37 11 20 38 21 30 38 30 Com base nesses resultados, pode-se considerar que a) a serpente é ectotérmica, pois sua temperatura corporal é variável e independe da temperatura ambiente.
b) o felino é ectotérmico, pois a variação da temperatura ambiente não interfere na sua temperatura corporal.
c) a serpente e o felino podem ser considerados ectotérmicos, pois na temperatura ambiente de 10º C apresentam as menores temperaturas corporais.
d) o felino é endotérmico, pois sua temperatura corporal é pouco variável e independe da temperatura ambiente.
e) a serpente é endotérmica, pois a variação de sua temperatura corporal acompanha a variação da temperatura ambiente.


resposta:As diferenças de temperatura observadas devem-se ao fato de que os felinos (mamíferos) são animais endotérmicos (homeotérmicos), enquanto as serpentes (répteis) são animais ectotérmicos (pecilotérmicos), isto é, têm a temperatura corporal variando conforme à do ambiente Resp.
: D

origem:UFSCar
tópico:
Botânica

sub-grupo:

pergunta:Nas angiospermas, a condução da seiva bruta (água e sais minerais) ocorre das raízes até as folhas, as quais podem estar situadas dezenas de metros acima do nível do solo.
Nesse transporte estão envolvidos a) elementos do xilema, no interior dos quais as moléculas de água se mantêm unidas por forças de coesão.
b) elementos do floema, no interior dos quais as moléculas de água se mantêm unidas por pressão osmótica.
c) elementos do parênquima, dentro dos quais as moléculas de água se mantêm unidas por pressão osmótica e forças de coesão.
d) elementos do parênquima e floema, dentro dos quais as moléculas de água se mantêm unidas por forças de coesão.
e) elementos do xilema e do floema, dentro dos quais as moléculas de água se mantêm unidas por pressão osmótica.


resposta:A ascensão da seiva bruta é feita através dos elementos de vaso e traqueídes (células condutoras do xilema), graças à sucção de copa e à coesão das moléculas de água no interior do tubo (teoria de Dixon).
Resp.
: A

origem:UFSCar
tópico:
Botânica

sub-grupo:

pergunta:No gráfico, estão representadas as taxas de fotossíntese e respiração de uma determinada planta, quando submetida a diferentes intensidades luminosas.
A partir do ponto A, com o aumento da intensidade luminosa pode-se dizer que a planta está a) produzindo e consumindo o mesmo volume de CO2.
b) produzindo e consumindo matéria orgânica em iguais quantidades.
c) aumentando a taxa de respiração e produção de CO2.
d) diminuindo a taxa de fotossíntese e reduzindo a produção de CO2.
e) produzindo mais matéria orgânica do que consumindo.


resposta:O ponto A é o chamado ponto de compensação luminoso, que se caracteriza pelo fato da taxa de fotossíntese ser igual à de respiração (F = R).
A partir daí, com aumento da intensidade luminosa, a taxa fotossintética aumenta até que outro fator (fator limitante) passe a limitar a fotossíntese.
Assim, a partir de A, a produção de matéria orgânica (fotossíntese) é maior que o consumo (respiração).
Resp.
: E

origem:UFSCar
tópico:
Genética

sub-grupo:

pergunta:Suponha um organismo diplóide, 2n = 4, e a existência de um gene A em um dos pares de cromossomos homólogos e de um gene B no outro par de homólogos.
Um indivíduo heterozigótico para os dois genes formará a) 2 tipos de gametas na proporção 1:1.
b) 2 tipos de gametas na proporção 3:1.
c) 4 tipos de gametas nas proporções 9:3:3:1.
d) 4 tipos de gametas nas proporções 1:1:1:1.
e) 4 tipos de gametas na proporção 1:2:1.


resposta:O genótipo para o indivíduo é AaBb.
Na gametogênese esse indivíduo formará 2n (n = número de pares em heterozigose) gametas diferentes; no caso, 4, na proporção de 1/4:1/4:1/4:1/4.
Resp.
: D

origem:UFSCar
tópico:
ecologia

sub-grupo:

pergunta:No exemplo de cadeia alimentar da ilustração, supondo que o peixe abocanhado pelo jaburu se alimente de plantas aquáticas,

podemos considerar que

a) a maior quantidade de energia disponível está no nível trófico do peixe.
b) o nível trófico do jaburu apresenta menor quantidade de energia disponível que o do jacaré.
c) a menor quantidade de energia disponível está no nível trófico do jaburu.
d) a quantidade de energia disponível nos níveis tróficos do peixe e do jacaré são equivalentes.
e) a quantidade de energia disponível no nível trófico do peixe é maior que no nível trófico do jaburu.


resposta:Numa cadeia alimentar, a energia diminui no sentido produtores  consumidores (sempre).
No exemplo acima temos a seguinte cadeia: Planta  peixe  jaburu  jacaré Assim, a quantidade de energia no nível trófico do peixe é maior que no nível do jaburu.
Resp.
: E

origem:UFSCar
tópico:
ecologia

sub-grupo:

pergunta:Em várias regiões do mundo, a dieta das populações humanas é predominantemente vegetariana.
O aumento da quantidade e qualidade das proteínas vegetais é um dos objetivos das pesquisas agrícolas e muitas se dedicam, por exemplo, ao estudo de microorganismos que vivem associados às raízes de plantas leguminosas.
O interesse nesses microorganismos justifica-se porque eles
a) sintetizam proteínas a partir do N2 atmosférico, disponibilizando- as para as plantas.
b) fixam NO2 na forma de nitratos, que podem ser utilizados no metabolismo de proteínas.
c) fixam o N2 atmosférico na forma de cátions amônio, que podem ser utilizados pelas plantas para a síntese de proteínas.
d) sintetizam N2 na forma de nitritos, que podem ser utilizados para a síntese de proteínas.
e) fixam NO2 e NO3 na forma de cátions amônio, que podem ser utilizados no metabolismo das proteínas.


resposta:Nas raízes de plantas leguminosas (feijão, fava, soja, grão-de-bico, ervilha.) desenvolvem bactérias do gênero Rhizobium que promovem a fixação do N2.
Essa fixação é importante para o enriquecimento do solo com compostos nitrogenados que são absorvidos pelas plantas.
Resp.
C

origem:UFSCar
tópico:
Bioquímica

sub-grupo:

pergunta:Considere as quatro frases seguintes.
I – Enzimas são proteínas que atuam como catalisadores de reações químicas.
II – Cada reação química que ocorre em um ser vivo, geralmente, é catalisada por um tipo de enzima.
III – A velocidade de uma reação enzimática independe de fatores como temperatura e pH do meio.
IV – As enzimas sofrem um enorme processo de desgaste durante a reação química da qual participam.
São verdadeiras as frases: a) I e III, apenas.
b) III e IV, apenas.
c) I e II, apenas.
d) I, II e IV, apenas.
e) I, II, III e IV.


resposta:C

origem:UFSCar
tópico:
Fisiologia

sub-grupo:

pergunta:O tipo de composto nitrogenado (amônia, uréia ou ácido úrico) eliminado por um organismo depende, entre outros fatores, da disponibilidade de água no meio em que vive, da sua capacidade de concentrar a urina e da necessidade de economizar a água do corpo.
Exemplos de animais que eliminam, respectivamente, amônia, uréia e ácido úrico, são a) lambari, macaco e gavião.
b) sapo, foca e lambari.
c) golfinho, peixe-boi e galinha.
d) sapo, lambari e gafanhoto.
e) lagarto, boi e sapo.


resposta:A

 


Próxima Página »

Página 1 de 11




anatomia sistema digestorio ou digestivo