Banco de dados de questões do vestibular
questões de vestibulares
|
 

Questões Unicamp

REF. Pergunta/Resposta
origem:Unicamp-1995
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:A hipótese mais aceita para explicar a origem da vida sobre a Terra propõe que os primeiros seres vivos eram heterótrofos.
a) Que condições teriam permitido que um heterótrofo sobrevivesse na Terra primitiva?
b) Que condições ambientais teriam favorecido o aparecimento posterior dos autótrofos?
c) Além das condições ambientais, qual o outro argumento para não se aceitar que o primeiro ser vivo tenha sido autótrofo?

resposta:a) Mares e oceanos que continham matéria orgânica que pudesse servir como alimento para estes primeiros seres vivos da Terra.

b) Liberação de CO‚ pelos primeiros heterótrofos anaeróbicos.

c) Autótrofos dispõem de clorofila e um sistema enzimático complexo para que possam produzir matéria orgânica. Por isso é improvável que tenham surgido antes dos heterótrofos.

origem:Unicamp-1993
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:A passagem do furacão Andrew pela Flórida destruiu bosques e mais de 150 km£ de mangues costeiros na reserva natural de Everglades, onde a maior parte da vegetação foi arrancada com as raízes. Os detritos apodrecidos poderão sufocar os estuários, vitais para a produção dos peixes. Entre os animais, a fúria destruidora parece não ter causado muitas baixas. Panteras, veados e linces, que portavam radiotransmissores, foram localizados em boas condições. Os pássaros resistiram relativamente bem e, numa coincidência feliz, a maioria das espécies migratórias ainda não havia retornado do norte, onde passa o verão.
(Baseado em notícia de "O Estado de S. Paulo", 9 de setembro de 1992).

Com os seus conhecimentos sobre cadeia alimentar e equilíbrio ecológico, comente 3 conseqüências possíveis desta devastação sobre a fauna da reserva, e no futuro próximo.

resposta:Diminuição da fauna marinha, pois é local de reprodução de diversas espécies.

Diminuição do oxigênio devido à atividade dos decompositores afetando as populações aeróbicas como peixes, crustáceos, etc.

Destruição da vegetação (produtores) comprometendo a teia alimentar da região.

origem:Unicamp-1993
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Mapas de vegetação, como o apresentado a seguir, fornecem a distribuição supostamente original das formações vegetais brasileiras. Identifique, através dos números, as regiões de Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga, mencionando um aspecto da vegetação que caracteriza cada uma dessas formações.

resposta:Mata Atlântica (6) - muita umidade possui vegetação densa, com musgos, samambaias e árvores.

Cerrado (2) - vegetação rasteira com galhos retorcidos devido à pobreza do solo em nutrientes.

Caatinga (5) - arbustos retorcidos, vegetação rasteira e cactáceas (plantas xerófitas), devido à aridez do solo.

origem:Unicamp-1996
tópico:
Botânica

sub-grupo:

pergunta:A perda de folhas no começo da seca é um fenômeno muito freqüente em plantas da caatinga no nordeste brasileiro. Nas regiões temperadas, onde o frio é intenso, muitas árvores ficam sem folhas no inverno.
a) Por que ocorre a queda de folhas em condições tão diversas?
b) Explique cada um dos casos.

resposta:a) Proteção contra a perda de água por transpiração.

b) Na caatinga a perda de folhas, de raízes delicadas e pêlos absorventes são adaptações para a sobrevivência em ambiente seco. Nas regiões temperadas a queda da temperatura provoca a "seca" fisiológica. Os vegetais perdem, então, as folhas ou permanecem com folhas adaptadas ao frio como entre as coníferas.

origem:Unicamp-1997
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Johanna Dobereiner é uma agrônoma cujas pesquisas no Brasil com bactérias associadas a plantas resultaram em uma economia de milhões de reais devido à redução na quantidade de adubo utilizada na última safra de soja.
a) Qual o nutriente que está sendo suprido por essas bactérias?
b) Considerando o ciclo desse nutriente, explique como ele retorna à atmosfera.
c) Em que órgão da planta ocorre associação com bactérias?

resposta:a) Nitrogênio.
b) Ação de bactérias desnitrificantes.
c) Raízes.

origem:Unicamp-1997
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:"Com 12 mil habitantes e arrecadação mensal de R$ 120mil, Gouveia, no Alto Jequitinhonha, norte mineiro, tornou-se referência nacional em saúde pública (...). Até 1979, 42% das casas de Gouveia tinham barbeiro (...) e 22% dos moradores estavam doentes. Em 1995, a Prefeitura anunciou que não houve nenhum novo caso de Doença de Chagas, graças sobretudo à água potável e à rede de esgoto." (Adaptado do artigo "Cidade com pouco recurso é modelo de saúde em MG", Ecologia e Desenvolvimento n¡. 59, 1996.)

a) A erradicação da Doença de Chagas em Gouveia não pode ser atribuída às causas apontadas pelo artigo. Indique uma forma eficaz de combate a essa doença que possa ter sido utilizada nesse caso.
b) Qual o mecanismo natural de transmissão da Doença de Chagas para o ser humano?
c) Cite duas doenças parasitárias cuja incidência possa ter diminuído como conseqüência da melhoria nas redes de água e esgoto.

resposta:a) Uso de inseticidas para a erradicação do inseto Barbeiro, transmissor da Doença de Chagas.
b) Fezes contaminadas pelo protozoário T.cruzi no local da picada do inseto transmissor.
c) Amebíase, Giardíase, Tifo, Shigelose etc.

origem:Unicamp-1996
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Fungos crescem sobre alimentos formando colônias de várias colorações visíveis a olho nu (bolor ou mofo). Em um experimento, um meio de cultura à base de amido foi preparado sob fervura, e a seguir distribuído nos frascos de I a IV, nas seguintes condições:

I. tampado imediatamente
II. tampado depois de frio
III. tampado depois de frios por plásticos com furos
IV. destampado

a) Em que frasco, teoricamente, se espera que um maior número de colônias se desenvolva? Por quê?
b) Indique as etapas do desenvolvimento de uma colônia.
c) Porque os fungos crescem sobre substratos orgânicos?

resposta:a) Frasco 4, porque destampado permite que os esporos de diversos tipos de fungos caiam sobre o meio de cultura e se desenvolvam.

b) Germinação de esporos constituindo filamentos uni ou dinucleados denominados hifas. Hifas entrelaçadas formam o micélio, que é o fungo propriamente dito. Alguns fungos produzem corpos de frutificação, que são os elementos de reprodução ou "bolsas" contendo esporos.

c) Desenvolvem-se na matéria orgânica porque são aclorofilados. São seres heterótrofos, incapazes de produzir seu alimento.

origem:Unicamp-1996
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Que tipo de associações podem ser identificadas nas frases a seguir?
I) No estômago dos ruminantes existem microorganismos que digerem a celulose.
II) Dentro do tubo de alguns poliquetos vivem pequenos crustáceos que retiram alimento da água que circula pelo tubo.
III) A criação de gado bovino nas savanas africanas prejudica rebanhos de herbívoros nativos.
IV) Os pulgões retiram seiva elaborada das plantas, e o excesso de açúcar é eliminado com suas fezes, que servem de alimento às formigas que os protegem.

resposta:I) Mutualismo
II) Comensalismo
III) Competição interespecífica
IV) Parasitismo - Comensalismo

origem:Unicamp-2006
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:O aquecimento global é assunto polêmico e tem sido associado à intensificação do efeito estufa. Diversos pesquisadores relacionam a intensificação desse efeito a várias atividades humanas, entre elas a queima de combustíveis fósseis pelos meios de transporte nos grandes centros urbanos.
a) Explique que relação existe entre as figuras A e B e como elas estariam relacionadas com a intensificação do efeito estufa.
b) Por que a intensificação do efeito estufa é considerada prejudicial para a Terra?
c) Indique uma outra atividade humana que também pode contribuir para a intensificação do efeito estufa. Justifique.

resposta:a) O aumento de CO‚ na atmosfera está diretamente relacionado com o aumento da temperatura global. O CO‚ retém raios infra-vermelhos, fato que provoca aumento de temperatura.

b) Alterações climáticas como aumento da temperatura da água nos oceanos e derretimento das geleiras.

c) O desmatamento, ou seja, a diminuição da fotossíntese pode aumentar a quantidade de CO‚ na atmosfera e com isso elevar a temperatura do planeta.

origem:Unicamp-2006
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Os navios são considerados introdutores potenciais de espécies exóticas através da água de lastro (utilizada nos tanques para dar aos navios estabilidade quando vazios). Essa água pode conter organismos de diversos grupos taxonômicos. Com certa freqüência lêem-se informações relacionadas a essas introduções:

I. O mexilhão dourado ( Limnoperna fortunei ), um bivalve de água doce originário do sul da Ásia, chegou ao Brasil em 1998 e já infestou rios, lagos e reservatórios da Região Sul e do Pantanal. Além de causar problemas ecológicos, esse invasor ameaça o setor elétrico brasileiro, a agricultura irrigada, a pesca e o abastecimento de água devido à sua capacidade de se incrustar em qualquer superfície submersa. (Adaptado de Evanildo da Silveira, "Molusco chinês ameaça ambiente e produção no Brasil". http://www.estadao.com.br/ciência/notícias/2 04/mar/18/75.htm)
II. As autoridades sanitárias acreditam que o vibrião colérico, originário da Indonésia, chegou ao Peru através de navios e de lá se espalhou pela América Latina. (Adaptado de Ilídia A.G.M.Juras, "Problemas causados pela água de lastro". Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados, 2003.)

a) Além de problemas como os citados acima, a introdução de espécies oferece risco de extinção de espécies nativas. Explique por quê.
b) Indique uma característica que diferencie os moluscos bivalves das demais classes de moluscos. Indique uma outra característica que permita incluir os bivalves no filo Mollusca.
c) Nas áreas de risco de contaminação por vibrião colérico, as autoridades sanitárias recomendam não ingerir mexilhões e ostras crus. Essa recomendação baseia-se no modo como esses moluscos obtêm alimento. Explique.

resposta:a) Se as espécies exóticas ocuparem o mesmo nicho ecológico das nativas, através da competição, a espécie nativa pode ser extinta.

b) Presença de concha com duas valvas e ausência de rádula.
Os moluscos bivalves têm corpo mole e manto, estruturas que caracterizam os moluscos.

c) Mexilhões e ostras são filtradores, portanto, podem acumular grande quantidade de substâncias tóxicas e microorganismos patogênicos.

origem:Unicamp-2005
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:O uso das células tronco embrionárias tem levantado muitas discussões. As células embrionárias, geradas nos primeiros dias após a fecundação do oócito pelo espermatozóide, não estão diferenciadas e podem se transformar em qualquer célula do organismo. A célula-tronco prototípica é o zigoto. (Adaptado de "Isto é", 20 de outubro de 2004).

a) Após a formação do zigoto, quais são as etapas do desenvolvimento até a formação da notocorda e tubo nervoso nos embriões?
b) Em que fase do desenvolvimento embrionário as células iniciam o processo de diferenciação?
c) O desenvolvimento embrionário é uma das formas de dividir os filos em dois grandes grupos. Dê duas diferenças no desenvolvimento dos protostomados e deuterostomados, e indique em qual desses grupos os humanos estão incluídos.

resposta:a) Zigoto ë mórula ë blástula ë gástrula ë nêurula.
Na fase nêurula formam-se a notocorda e o tubo neural.

b) No blastócito ocorre diferenciação celular formando o trofoderma, estrutura que participará da formação da placenta e a massa celular interna que originará o embrião.

c) Protostomados: o blastóporo dará origem à boca do animal, e o ânus forma-se após a boca.
Deuterostomados: o blastóporo formará o ânus, e a boca será uma neoformação.
O homem pertence ao grupo dos deuterostomados.

origem:Unicamp-2005
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Em 25 de abril de 1953, um estudo de uma única página na revista inglesa "Nature" intitulado "A estrutura molecular dos ácidos nucléicos", quase ignorado de início, revolucionou para sempre todas as ciências da vida sejam elas do homem, rato, planta ou bactéria. James Watson e Francis Crick descobriram a estrutura do DNA, que permitiu posteriormente decifrar o código genético determinante para a síntese protéica.

a) Watson e Crick demonstraram que a estrutura do DNA se assemelha a uma escada retorcida. Explique a que correspondem os "corrimãos" e os "degraus" dessa escada.
b) Que relação existe entre DNA, RNA e síntese protéica?
c) Como podemos diferenciar duas proteínas?

resposta:a) Os corrimãos correspondem a uma sucessão alternada de fosfato e desoxirribose (açúcar). Os degraus são constituídos por pares de bases nitrogenadas, unidas por pontes de hidrogênio, onde adenina pareia com timina, e citosina com guanina.

b) O DNA realiza a transcrição, isto é, produz o RNA mensageiro, que conduz os códons para a síntese da proteína nos ribossomos.

c) As proteínas podem ser diferenciadas pelo número, tipos e seqüências de seus aminoácidos.

 


anatomia sistema circulatorio