Banco de dados de questões do vestibular
questões de vestibulares
|
 

Questões Unirio

REF. Pergunta/Resposta
origem:Unirio-2000
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:"Existe uma pequena glândula no cérebro, na qual a alma exerce suas funções mais diretamente do que nas outras parte."
(Descartes)

a) Uma longa investigação científica de mais 300 anos responde ao interesse atual por esse órgão neuroendócrino ("glândula"), ao qual o filósofo Descartes se referia. Situa-se na base do cérebro e é regulado, através de informação neural dos olhos, pelo ciclo claro/escuro da duração do dia. O hormônio que a "glândula" produz intensamente durante a fase escura (noite) influencia o ritmo de várias atividades biológicas.
a - A que estrutura o texto se refere?
a‚ - Que hormônio essa "glândula" produz?

b) Em alguns mamíferos, chamados de fotoperiódicos, esse mesmo órgão influi no nível de hormônios da reprodução, fazendo com que tal atividade ocorra em determinadas estações do ano. Por exemplo: em climas temperados, o nascimento da prole de algumas espécies ocorre na primavera, comportamento evidente de um mecanismo evolutivo.
Excetuando-se o ciclo claro/escuro da duração do dia, que variação de outro fator ecológico pode justificar o valor adaptativo desse mecanismo para as espécies em questão?

c) O fotoperiodismo é uma reação do organismo às proporções relativas de luminosidade e escuridão num ciclo de 24 horas. Esse termo também pode ser aplicado para explicar a floração nas Angiospermas. Nesse caso, ao invés de uma estrutura, existe um pigmento especial relacionado à captação da luz - o fitocromo.
Cite um outro fenômeno que ocorra nas plantas e que aconteça em virtude de ação dos fitocromos.

resposta:a) Pineal / Epífise.

a‚) Melatonina.

b) Aumento de temperatura / aumento da disponibilidade de alimento / aumento da disponibilidade de água.

c) Germinação de sementes / estiolamento.

origem:Unirio-2000
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:"Em relação ao que foi outrora, nossa terra transformou-se num esqueleto de um corpo descarnado pela doença. As partes gordas e macias desapareceram e tudo o que resta é a carcaça nua."
(Platão)

Apesar do constante movimento do homem em direção à simplificação e a destruição dos ecossistemas, já notado por Platão no século IV antes de Cristo, a natureza apresenta mecanismos contrários a essa tendência. Os impactos, sejam antrópicos ou naturais, são absorvidos, e a natureza tende a se reestruturar, atingindo o máximo de complexidade que o ambiente permitir. Como exemplo de reestruturação de ecossistemas há o processo de assoreamento em pequenas lagoas, ilustrado nas etapas do esquema a seguir.





a) Analise a seqüência de etapas e responda:
a - Qual o nome que se dá à substituição de comunidades que ocorre ao longo do processo?
a‚ - Como se denomina a etapa IV?
aƒ - Se esse processo ocorresse em uma ilha vulcânica recém-formada, que organismo poderia iniciar uma nova comunidade?

b) A produtividade líquida de um ecossistema é determinada pela biomassa acumulada ao longo de um período, sendo resultado da diferença entre a taxa fotossintética e a taxa de respiração. Sabendo-se que a produtividade líquida varia ao longo do processo, qual deve ser a proporção entre as taxas fotossintética e de respiração quando esse processo atingir a última etapa?

resposta:a) Sucessão ecológica.

a‚) Comunidade clímax.

aƒ) Cianobactéria/ liquens.

b) taxa de respiração = taxa de fotossíntese = 1 (um)

origem:Unirio-2000
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Entre as plantas há uma grande variação dos sistemas de reprodução, que servem freqüentemente como base para a classificação de grupos. Entretanto, a despeito da aparente diversidade dos métodos reprodutivos, há um surpreendente grau de uniformidade entre eles. As diferenças são meras modificações de um tema básico comum: a metagênese ou alternância de gerações. Essas diferenças representam graus variáveis de especialização evolutiva.

O esquema a seguir ilustra um ciclo reprodutivo das plantas.




a) Analise o esquema e responda:
a - De qual grupo de plantas esse ciclo é característico?
a‚ - Cite uma característica presente no esquema que seja fundamental na definição desse grupo.
aƒ - Que estrutura tornou esse grupo independente da água para a reprodução?

b) Comparando-se esse ciclo com o dos animais, que estrutura se comporta como gameta feminino?

c) Na fase sexuada do ciclo, a união entre gametas se constitui num importante mecanismo de aumento da variabilidade genética. Que outro mecanismo seria responsável pelo aumento da variabilidade na fase assexuada?

resposta:a) Angiospermas.

a‚) Fruto/ dupla fecundação/ endosperma triplóide/ saco embrionário.

aƒ) Tubo polínico.

b) oosfera.

c) Meiose ou eventos de recombinação de meiose (permutação e separação dos homólogos).

origem:Unirio-2000
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Todas as células necessitam de alimentos que utilizam, em parte, para obter energia e, em parte, como material de construção. Para os indivíduos heterótrofos, porém, os alimentos não se encontram no ambiente numa forma que lhes permita sua utilização direta pelas células. As grandes moléculas que deles fazem parte terão de ser desdobradas em moléculas menores, e essa é a finalidade da digestão.
Os esquemas a seguir representam o processo digestivo como uma necessidade comum a diferentes tipos de organismos.




HIDRA DE ÁGUA DOCE: A digestão inicia-se na cavidade gastrovascular (tubo digestivo com uma só abertura) e termina em vacúolos digestivos das células que a revestem.

a) Em qual destes seres vivos a digestão é exclusivamente intracelular?

b) Que estrutura celular, assinalada com um "X" nos esquemas acima, participa ativamente desse processo?

c) A evolução nos animais acabou por permitir que o movimento dos alimentos se fizesse num só sentido e, conseqüentemente, que as suas transformações se sucedessem em cadeia, o que tornou a digestão mais fácil e eficiente. Em qual dos seres vivos representados nos esquemas ocorre esse processo digestivo?

resposta:a) Paramécio

b) Lisossomo.

c) Lombriga.

origem:Unirio-2000
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:



O esquema anterior representa um problema ambiental provocado pela interferência do homem na biosfera. Como conseqüência direta dessa quebra de sinergia deve-se esperar que ocorra:
a) maior incidência de mutações.
b) aumento da temperatura global.
c) aumento do nível dos oceanos.
d) degelo das calotas polares.
e) chuva ácida.

resposta:[A]

origem:Unirio-2000
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:"A noção de que as plantas têm a capacidade de interferir no desenvolvimento de outras, através de substâncias que liberam na atmosfera ou no solo, monta à antigüidade. Já no século III a.C. o filósofo grego Teofrasto, autor de um tratado sobre botânica, conhecido pela versão latina De plantis , recomenda que não se cultive a couve junto da videira, pois os odores da primeira prejudicam o desenvolvimento desta. (...)
Um escritor japonês do século XVII, Banza Kumazawa, descreve o efeito pernicioso do pinheiro sobre os cultivos instalados sob a sua copa e o atribui a substâncias químicas que a chuva e o orvalho levariam para o solo ao lavar as folhas."
(Fernando Souza de Almeida, "Ciência Hoje", vol.11 / n° 62.1990.)

Essa estratégia desenvolvida por algumas plantas é comum num tipo de relação ecológica denominada:
a) mutualismo.
b) parasitismo.
c) predatismo.
d) protocooperação.
e) competição.

resposta:[E]

origem:Unirio-2004
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:As pirâmides ecológicas podem ser de números, de biomassa ou de energia.




Observando as pirâmides simplificadas representadas acima, podemos concluir que
a) as três formas podem representar qualquer tipo de pirâmide, dependendo apenas das populações consideradas.
b) somente a pirâmide I pode ser de energia porque levando em conta o tempo, sua forma não pode se apresentar invertida.
c) a pirâmide II não pode ser de biomassa porque ocorre grande perda na transferência de um nível trófico para outro.
d) a pirâmide III poderia ser uma pirâmide de números cujos níveis tróficos seriam grama / zebras / carrapatos.
e) o nível trófico correspondente aos produtores é representado pelo retângulo de maior área, em quaisquer das três pirâmides.

resposta:[B]

origem:Unirio-2004
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Censores do Genoma / RNA de Interferência (RNAi)
"Quase todas as células animais e vegetais apresentam um mecanismo interno que utiliza formas distintas do RNA, a molécula mensageira genética, para naturalmente silenciar determinados genes. Esse mecanismo se desenvolveu tanto para proteger as células de genes hostis como para regular a atividade de genes normais durante o crescimento e desenvolvimento. Novos medicamentos poderão ser desenvolvidos para explorar o mecanismo do RNAi na prevenção e no tratamento de doenças."
("Scientific American-Brasil", 2003)

Uma das formas distintas de RNA citada no texto, que participa do silenciamento dos genes é um tipo de RNA de filamento duplo, cujo emparelhamento das bases obedece ao critério padrão (base púrica Ì base pirimídica). Neste tipo de molécula, a relação entre suas bases nitrogenadas é:
a) (U + C) / (G + A) = 1
b) (U + A) / (C + G) = 1
c) (T + C) / (A + G) > 1
d) (T + C) / (A + G) = 1
e) (U + C) / (A + G) · 1

resposta:[A]

origem:Unirio-2004
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Em fevereiro de 2003 a revista Ciência Hoje divulgou matéria demonstrando a eficiência da própolis produzida pelas abelhas em inibir o crescimento de diversos microorganismos causadores de cáries, gengivites e candidíase ("sapinho"). No entanto, a própolis, encontrada freqüentemente na forma de spray para garganta, na composição de balas, cremes dentais, chocolates e até mesmo cosméticos, deve ser usada com moderação porque
a) aumenta o pH da boca, facilitando o processo de desmineralização dos dentes.
b) pode selecionar microorganismos resistentes.
c) desgasta o esmalte dos dentes, expondo-os aos ácidos causadores das cáries.
d) elimina microorganismos bucais que mantêm uma relação mutualística com o homem.
e) induz a formação de microorganismos imunes à própolis, quando usada em excesso.

resposta:[B]

origem:Unirio-2004
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:Algumas pessoas, após constatarem que o feijão que prepararam ficou muito salgado, colocam pedaços de batatas para torná-lo menos salgado.
Durante este procedimento, ocorre o seguinte processo no caldo do feijão:
a) o sal passa para a batata por osmose, diminuindo o gosto salgado.
b) o amido da batata, pela fervura, é transformado em glicose, "adoçando" o feijão.
c) o sal, passa, por transporte ativo, para a batata, diminuindo o gosto salgado.
d) o amido da batata se dissolve, diminuindo o gosto salgado.
e) o sal se difunde pela batata, diminuindo sua concentração.

resposta:[E]

origem:Unirio-2004
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:DOENÇA MISTERIOSA
"Suspeito de ter contraído SARS dá entrada em hospital de Toronto, no Canadá : infecção globalizada. A Organização Mundial de Saúde (OMS) registra oficialmente a existência de mais de 6.000 infectados com a síndrome respiratória aguda grave (SARS).
A SARS é transmitida de modo semelhante a uma gripe comum. Possui um agente causador com alta capacidade de mutação e adaptabilidade ao meio ambiente, podendo ficar "adormecido" durante os meses de calor e voltar a atacar no inverno, causando novo surto. Seu código genético é baseado no RNA..."
(Adaptada Revista "Veja" -2003)

A SARS tem como agente causador:
a) uma bactéria
b) um prion
c) um vírus
d) um protozoário
e) um fungo

resposta:[C]

origem:Unirio-2004
tópico:
Biologia (não classificadas)

sub-grupo:

pergunta:O gráfico seguinte mostra a curva de absorção da luz por uma folha nos diferentes comprimentos de onda que compõem o espectro da luz branca.




As variações representadas no gráfico justificam
a) a luz verde ser a ideal para a fotossíntese.
b) a cor vermelha de certas plantas.
c) a alternância das fases da fotossíntese.
d) a cor verde típica das plantas.
e) o uso de iluminação contínua em estufas.

resposta:[D]